Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Doenças
  3. Doenças virais
  4. Diferenças entre COVID-19, gripe e resfriado

Diferenças entre COVID-19, gripe e resfriado

COVID-19, gripe e resfriado são doenças virais que apresentam alguns sintomas semelhantes, sendo todas responsáveis por desencadear sintomas respiratórios. O resfriado caracteriza-se por ser a doença mais branda entre as três. A gripe e a COVID-19 apresentam-se, com mais frequência, de maneira mais grave e levam a complicações que podem provocar a morte.

Apesar das semelhanças, vale salientar que a COVID-19, a gripe e o resfriado são três doenças virais que apresentam agentes causadores distintos. A COVID-19 é causada pelo SARS-CoV-2, a gripe é causada pelo Influenza, e o resfriado pode ser causado por diferentes vírus, sendo comum a infecção pelos rinovírus e coronavírus (diferente do causador da COVID-19). Esses agentes, no entanto, podem ser transmitidos da mesma forma.

Leia mais: Coronavírus, uma família de vírus responsável por causar infecções respiratórias

Como diferenciar a COVID-19, a gripe e o resfriado?

Diferenciar essas três doenças não é tarefa fácil, sendo fundamental a realização de exames para a confirmação de um diagnóstico. Entretanto, alguns sinais e sintomas podem ajudar-nos a entender se a situação pela qual passamos requer ou não uma maior atenção.

O primeiro sintoma que merece atenção é a febre, a qual é comum na COVID-19 e na gripe, mas é rara em casos de resfriado. Em um resfriado, geralmente, a febre, quando surge, é baixa. Na gripe, a febre dura, em média, três dias e, em geral, apresenta-se acima de 38 °C. Na COVID-19 a febre ocorre em mais de 80% dos casos.

A presença de coriza é muito observada em casos de resfriado.
A presença de coriza é muito observada em casos de resfriado.

No resfriado são comuns espirros, coriza ou nariz entupido, bem como a dor de garganta. De maneira geral, o resfriado afeta, principalmente, as vias aéreas superiores. Na COVID-19 e na gripe, os espirros são raros, a dor de garganta ocorre às vezes, e a coriza (ou nariz entupido) é rara na COVID-19 e ocorre, às vezes, na gripe.

A falta de ar é um sintoma que merece alerta, sendo observada na COVID-19, mas raramente na gripe e no resfriado. A falta de ar apresenta-se entre 19% e 35% dos pacientes com a COVID-19.

Leia também: Diferenças entre a gripe e o resfriado

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

A tabela seguinte foi criada pelo Ministério da Saúde e ajuda a compreendermos melhor a diferença entre essas três enfermidades. Vale dizer, no entanto, que é importante não utilizá-la como forma de realizar um diagnóstico de sua doença. Somente um profissional habilitado está apto a fazê-lo.

Como me proteger e impedir a propagação dessas doenças?

A COVID-19, a gripe e o resfriado podem ser transmitidos por meio das gotículas respiratórias eliminadas pelo doente ao tossir e espirrar. Além disso, podemos contaminar-nos também por meio de objetos contaminados por essas secreções. Desse modo, é possível prevenir-nos e garantir que essas doenças não se espalhem adotando algumas medidas simples de higiene. Confira algumas dicas valiosas:

  • Lavar as mãos com frequência utilizando água e sabão ou higienizá-las com álcool gel 70%.
  • Evitar tocar olhos, nariz e boca com as mãos sem estarem higienizadas.
  • Não compartilhar objetos de uso pessoal, como copo e talheres.
  • Evitar contato próximo com pessoas doentes.
  • Higienizar objetos usados com frequência, como celulares e teclados de computador.
  • Ao tossir ou espirrar, cobrir a boca e o nariz com lenço, descartando-o imediatamente. Caso não haja lenço, utilizar a parte interior do cotovelo.
  • Evitar aglomerações em épocas de surtos.
  • Manter ambientes arejados.
  • Manter hábitos de vida saudáveis.
A lavagem das mãos ajuda a proteger contra COVID-19, gripe e resfriado.
A lavagem das mãos ajuda a proteger contra COVID-19, gripe e resfriado.

Existem vacinas para essas doenças?

Até o momento existe apenas a vacina contra a gripe. Resfriado e COVID-19 não possuem essa forma de imunização. Vale salientar que, em relação à COVID-19, estudos estão sendo feitos a fim de conseguir-se, o mais breve possível, a fabricação desse produto.

Sobre a vacina da gripe é importante destacar alguns pontos importantes. O primeiro dele diz respeito ao fato de que todos os anos devemos tomá-la. Isso é necessário, principalmente, pelo fato de o vírus da gripe sofrer muitas mutações, e, a cada ano, vírus diferentes podem circular no ambiente. Além disso, a imunidade da vacina mantém-se por 12 meses.

Outro ponto é que a vacina contra a gripe é oferecida gratuitamente, pelo Sistema Único de Saúde, para um público-alvo, que apresenta maiores chances de adquirirem a doença. Esse grupo inclui idosos com mais de 60 anos; crianças de seis meses a cinco anos, de 11 meses, e de 29 dias; gestantes; trabalhadores da área da saúde; professores; pessoas com doenças crônicas; povos indígenas, entre outros.

Publicado por: Vanessa Sardinha dos Santos
Assista às nossas videoaulas
Assuntos relacionados
A vacina contra a gripe é bastante eficaz.
Vacina contra a gripe
Que tal aprender mais sobre a vacina contra a gripe? Clique aqui, tire suas dúvidas e conheça alguns mitos e verdades sobre essa vacina.
Diferença entre isolamento vertical e horizontal
Você sabe a diferença entre isolamento vertical e horizontal? Clique aqui e entenda melhor o que é cada uma dessas medidas e sua eficácia.
Mitos e verdades sobre o uso de máscaras de proteção
Conheça alguns mitos e verdades sobre o uso de máscaras de proteção e compreenda quando e quem deve utilizá-las.
Doença de Kawasaki
Você sabe o que é a doença de Kawasaki? Clique aqui e entenda o que é essa doença, quais sintomas provoca e como são feitos o diagnóstico e o tratamento.
COVID-19
Amplie seus conhecimentos a respeito da COVID-19 conhecendo mais a respeito dos seus sintomas, formas de transmissão, tratamento e prevenção.
Entre as medidas de prevenção da gripe H1N1, podemos citar a vacina e lavar sempre as mãos
Gripe H1N1
Informe-se sobre os sintomas, tratamento e prevenção da gripe H1N1!
O uso de máscaras é imprescindível em casos específicos.
Gripe A
Saiba algumas características da tão comentada gripe A.
Gripe do Frango: ocasionado pelo vírus Influenza, tem como hospedeiro as aves.
Gripe do Frango
Gripe do Frango, gripe aviária, gripe das aves, vírus que ocasiona a gripe do frango, contágio da gripe do frango, sintomas da gripe do frango, tratamento da gripe do frango, prevenção da gripe do frango.
A gripe é altamente contagiosa e afeta milhões de pessoas a cada ano.
Gripe
Gripe, infecção ocasionada pelo vírus Influenza, como o vírus Influenza é disseminado, complicações decorrentes da gripe, sintomas da gripe, método de prevenção da gripe, diferença entre a gripe e o resfriado.