Whatsapp icon Whatsapp

Paralimpíadas

Paralimpíadas acontecem a cada quatro anos e reúnem atletas deficientes de todo mundo em competições de diferentes modalidades.
As Paralimpíadas são um evento que recebe atletas com deficiência, sendo realizado a cada quatro anos desde 1960.[1]
As Paralimpíadas são um evento que recebe atletas com deficiência, sendo realizado a cada quatro anos desde 1960.[1]

As Paralimpíadas são o evento esportivo realizado a cada quatro anos para atletas com diferentes graus de deficiência. Surgiram em 1960, sendo resultado da utilização do esporte como ferramenta para reabilitação de deficientes. A primeira participação brasileira foi em 1972, e nossa primeira medalha veio em 1976.

Leia mais: Olimpíadas de Tóquio 2020 – modalidades, quadro de medalhas, participação brasileira

Resumo sobre as Paralimpíadas

  • A primeira competição do tipo foi organizada, em 1948, por Ludwig Gutmann no tratamento de seus pacientes com lesões medulares.

  • A primeira Paralimpíada aconteceu em Roma, em 1960.

  • Desde 1988, é realizada no mesmo local que sedia os Jogos Olímpicos.

  • A primeira participação do Brasil aconteceu em 1972, e nossa primeira medalha veio em 1976.

  • No Brasil existe o Comitê Paralímpico Brasileiro, e o país é considerado uma potência paralímpica.

Entendendo as Paralimpíadas

A cada quatro anos, o mundo pára para assistir aos Jogos Olímpicos, o maior evento polidesportivo do planeta. Assim também acontece com os atletas que possuem algum grau de deficiência física ou mental. Os Jogos Paralímpicos são o evento polidesportivo realizado entre diferentes modalidades jogadas por atletas com alguma deficiência.

Os Jogos Paralímpicos são uma responsabilidade do Comitê Paralímpico Internacional (CPI), o órgão que gere quais os esportes que participam dos jogos, assim como estabelece todo o protocolo que determina as regras das competições. Atualmente, o CPI atua em parceria com o Comitê Olímpico Internacional (COI), o órgão responsável pelas Olimpíadas.

Apesar dessa parceria, cada comitê é independente, possui sua autonomia e está sediado em locais diferentes. De toda forma, a parceria entre os dois foi responsável por avanços significativos na organização dos Jogos Paralímpicos. Essa cooperação, por exemplo, permitiu que eles pudessem ser realizados nas cidades-sede dos Jogos Olímpicos, utilizando a mesma estrutura.

Como mencionado, os Jogos Paralímpicos são organizados para atletas com algum tipo de deficiência física ou mental. As modalidades das Paralimpíadas incluem atletas com deficiências motoras, amputados, cegos e pessoas que sofreram paralisia cerebral. O evento também possui modalidades para atletas com deficiência mental.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Nas Paralimpíadas não existem modalidades específicas para atletas surdos, e esses atletas não podem participar do evento. Isso acontece porque o Comitê Internacional de Desportos de Surdos não é filiado do Comitê Paralímpico Internacional. Os surdos possuem o seu próprio evento polidesportivo, a Surdolimpíadas.

Nas Paralimpíadas, o Comitê Paralímpico Internacional possui um sistema de classificação, usado para definir o grau de funcionalidade de cada atleta. Isso visa a classificar a deficiência dos atletas para garantir que as competições sejam justas.

  • Modalidades das Paralimpíadas

Atualmente, o programa esportivo das Paralimpíadas possui 22 modalidades, que são:

  • Atletismo

  • Badminton

  • Basquetebol em cadeira de rodas

  • Bocha

  • Canoagem

  • Ciclismo

  • Esgrima em cadeira de rodas

  • Futebol de cinco

  • Goalball

  • Hipismo

  • Judô

  • Levantamento de peso

  • Natação

  • Remo

  • Rugby em cadeiras de rodas

  • Taekwondo

  • Tênis de mesa

  • Tênis em cadeira de rodas

  • Tiro

  • Tiro com arco

  • Triatlo

  • Voleibol sentado

Acesse também: Atentado terrorista nas Olimpíadas de Munique, em 1972

Quando surgiu as Paralimpíadas?

Nadador paralímpico nadando na piscina.
A natação é uma das 22 modalidades que fazem parte do programa esportivo das Paralimpíadas.[1]

Por meio de documentação, sabemos que a prática de esportes entre deficientes remonta à virada do século XIX para o século XX. A prática de esportes entre pessoas com alguma deficiência foi se tornando uma prática comum a partir do momento que a medicina passou a buscar formas de dar aos deficientes mais funcionalidade e melhor qualidade de vida.

Considera-se que o pontapé para isso foi realizado pelos britânicos na década de 1940. Em 1944, o Reino Unido estabeleceu um hospital, localizado em Stoke Mandeville, voltado para o tratamento dos soldados feridos na Segunda Guerra Mundial. Era um hospital que se dedicava a soldados com lesões medulares.

A instituição ficou conhecida como Spinal Injuries Centre ou Hospital de Lesionados Medulares, na tradução para o português. Era conduzida pelo médico alemão Ludwig Guttmann, que decidiu implantar práticas esportivas como ferramenta de reabilitação dos pacientes. A partir de 1948, ele estabeleceu uma competição que ficou conhecida como Stoke Mandeville Games.

Essa competição tornou-se anual e passou a receber atletas estrangeiros a partir da década de 1950. Em 1960, optou-se por levar os Jogos de Stoke Mandeville para Roma, cidade que sediava as Olimpíadas. Esse evento contou com 400 atletas de 23 países e é considerado o primeiro Jogos Paralímpicos da história.

Em 1964, a competição também foi realizada na cidade-sede da Olimpíadas, que naquele ano era Tóquio. Entre 1968 e 1984, os Jogos Paralímpicos foram realizados em cidades diferentes das cidades-sede dos Jogos Olímpicos porque os comitês dessas cidades não demonstraram interesse em organizar o evento paralímpico.

Foi a partir de Seul, em 1988, que os Jogos Paralímpicos ganharam maior visibilidade. Na capital coreana, os atletas paralímpicos foram permitidos a usar a mesma estrutura dos atletas olímpicos, e isso contribuiu para aumentar a atenção aos primeiros. A mudança de patamar foi tão expressiva que, já em 1989, surgiu o Comitê Paralímpico Internacional.

Desde então, os Jogos Paralímpicos têm ganhado mais espaço na mídia, mais atenção do público, e o financiamento aos atletas paralímpicos cresceu consideravelmente. Além dos Jogos Olímpicos de Verão, são realizados, desde 1976, edições dos Jogos Paralímpicos de Inverno. A primeira participação brasileira nos Jogos Paralímpicos de Inverno aconteceu em 2014.

Acesse também: Você sabe quando surgiram as Olimpíadas?

Como foram as participações brasileiras nas Paralimpíadas?

As práticas esportivas entre deficientes físicos passaram a ser realizadas no Brasil durante a década de 1950, mas a primeira participação brasileira em uma paralimpíada aconteceu somente em 1972. A primeira medalha brasileira foi obtida por Robson Sampaio Almeida e Luís Carlos Coutinho na Bocha, na Paralimpíada de 1976.

A partir da década de 1980, o interesse pelos esportivos paralímpicos cresceu bastante no Brasil, e as primeiras associações desportivas para atletas deficientes começaram a surgir. Entretanto, um Comitê Paralímpico Brasileiro só surgiu em 1995. O investimento em atletas paralímpicos fez do Brasil uma potência na competição.

Desde os Jogos Paralímpicos de Pequim, em 2008, o Brasil ocupou o top 10 no quadro de medalhas, obtendo 47 medalhas em Pequim; 43 em Londres (2012) e 72 no Rio de Janeiro (2016). A participação nos Jogos Paralímpicos de 2016 foi o grande destaque da trajetória brasileira, pois nosso país conquistou 14 medalhas de ouro, 29 medalhas de prata e 29 medalhas de bronze. Terminou na oitava posição no quadro geral.

Créditos das imagens

[1] A.RICARDO e Shutterstock

Publicado por Daniel Neves Silva

Artigos Relacionados

Atentado terrorista nas Olimpíadas de Munique
Veja como ocorreu o atentado terrorista nas Olimpíadas de Munique e quais foram as suas consequências. Descubra qual foi a reação de Israel.
Copa do Mundo
Clique neste link do Mundo Educação e tenha acesso a uma série de informações sobre a Copa do Mundo de Futebol. Neste texto você poderá ver uma rápida definição da competição e de sua importância esportiva assim como acompanhar a evolução do evento e ter acesso a informações básicas.
Copa do Mundo Rússia 2018
Saiba tudo sobre a Copa do Mundo 2018, que será realizada em onze cidades da Rússia, de 14 de junho a 15 de julho. O Mundial de Futebol contará com a participação de 32 seleções. Serão disputados 64 jogos em doze estádios. A final acontecerá dia 15 de julho, em Moscou.
História das Olimpíadas
Conheça a história das Olimpíadas para entender como elas eram realizadas na Grécia Antiga e também como foram recuperadas na Idade Contemporânea.
Olimpíadas de Tóquio 2020
Saiba tudo sobre as Olimpíadas de Tóquio 2020: datas, esportes, mascotes e medalhas.