Whatsapp icon Whatsapp

Paralimpíadas

Paralimpíadas acontecem a cada quatro anos e reúnem atletas deficientes de todo mundo em competições de diferentes modalidades.
As Paralimpíadas são um evento que recebe atletas com deficiência, sendo realizado a cada quatro anos desde 1960.[1]
As Paralimpíadas são um evento que recebe atletas com deficiência, sendo realizado a cada quatro anos desde 1960.[1]

As Paralimpíadas são o evento esportivo realizado a cada quatro anos para atletas com diferentes graus de deficiência. Surgiram em 1960, sendo resultado da utilização do esporte como ferramenta para reabilitação de deficientes. A primeira participação brasileira foi em 1972, e nossa primeira medalha veio em 1976.

Leia mais: Olimpíadas de Tóquio 2020 – modalidades, quadro de medalhas, participação brasileira

Resumo sobre as Paralimpíadas

  • A primeira competição do tipo foi organizada, em 1948, por Ludwig Gutmann no tratamento de seus pacientes com lesões medulares.

  • A primeira Paralimpíada aconteceu em Roma, em 1960.

  • Desde 1988, é realizada no mesmo local que sedia os Jogos Olímpicos.

  • A primeira participação do Brasil aconteceu em 1972, e nossa primeira medalha veio em 1976.

  • No Brasil existe o Comitê Paralímpico Brasileiro, e o país é considerado uma potência paralímpica.

Entendendo as Paralimpíadas

A cada quatro anos, o mundo pára para assistir aos Jogos Olímpicos, o maior evento polidesportivo do planeta. Assim também acontece com os atletas que possuem algum grau de deficiência física ou mental. Os Jogos Paralímpicos são o evento polidesportivo realizado entre diferentes modalidades jogadas por atletas com alguma deficiência.

Os Jogos Paralímpicos são uma responsabilidade do Comitê Paralímpico Internacional (CPI), o órgão que gere quais os esportes que participam dos jogos, assim como estabelece todo o protocolo que determina as regras das competições. Atualmente, o CPI atua em parceria com o Comitê Olímpico Internacional (COI), o órgão responsável pelas Olimpíadas.

Apesar dessa parceria, cada comitê é independente, possui sua autonomia e está sediado em locais diferentes. De toda forma, a parceria entre os dois foi responsável por avanços significativos na organização dos Jogos Paralímpicos. Essa cooperação, por exemplo, permitiu que eles pudessem ser realizados nas cidades-sede dos Jogos Olímpicos, utilizando a mesma estrutura.

Como mencionado, os Jogos Paralímpicos são organizados para atletas com algum tipo de deficiência física ou mental. As modalidades das Paralimpíadas incluem atletas com deficiências motoras, amputados, cegos e pessoas que sofreram paralisia cerebral. O evento também possui modalidades para atletas com deficiência mental.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Nas Paralimpíadas não existem modalidades específicas para atletas surdos, e esses atletas não podem participar do evento. Isso acontece porque o Comitê Internacional de Desportos de Surdos não é filiado do Comitê Paralímpico Internacional. Os surdos possuem o seu próprio evento polidesportivo, a Surdolimpíadas.

Nas Paralimpíadas, o Comitê Paralímpico Internacional possui um sistema de classificação, usado para definir o grau de funcionalidade de cada atleta. Isso visa a classificar a deficiência dos atletas para garantir que as competições sejam justas.

  • Modalidades das Paralimpíadas

Atualmente, o programa esportivo das Paralimpíadas possui 22 modalidades, que são:

  • Atletismo

  • Badminton

  • Basquetebol em cadeira de rodas

  • Bocha

  • Canoagem

  • Ciclismo

  • Esgrima em cadeira de rodas

  • Futebol de cinco

  • Goalball

  • Hipismo

  • Judô

  • Levantamento de peso

  • Natação

  • Remo

  • Rugby em cadeiras de rodas

  • Taekwondo

  • Tênis de mesa

  • Tênis em cadeira de rodas

  • Tiro

  • Tiro com arco

  • Triatlo

  • Voleibol sentado

Acesse também: Atentado terrorista nas Olimpíadas de Munique, em 1972

Quando surgiu as Paralimpíadas?

Nadador paralímpico nadando na piscina.
A natação é uma das 22 modalidades que fazem parte do programa esportivo das Paralimpíadas.[1]

Por meio de documentação, sabemos que a prática de esportes entre deficientes remonta à virada do século XIX para o século XX. A prática de esportes entre pessoas com alguma deficiência foi se tornando uma prática comum a partir do momento que a medicina passou a buscar formas de dar aos deficientes mais funcionalidade e melhor qualidade de vida.

Considera-se que o pontapé para isso foi realizado pelos britânicos na década de 1940. Em 1944, o Reino Unido estabeleceu um hospital, localizado em Stoke Mandeville, voltado para o tratamento dos soldados feridos na Segunda Guerra Mundial. Era um hospital que se dedicava a soldados com lesões medulares.

A instituição ficou conhecida como Spinal Injuries Centre ou Hospital de Lesionados Medulares, na tradução para o português. Era conduzida pelo médico alemão Ludwig Guttmann, que decidiu implantar práticas esportivas como ferramenta de reabilitação dos pacientes. A partir de 1948, ele estabeleceu uma competição que ficou conhecida como Stoke Mandeville Games.

Essa competição tornou-se anual e passou a receber atletas estrangeiros a partir da década de 1950. Em 1960, optou-se por levar os Jogos de Stoke Mandeville para Roma, cidade que sediava as Olimpíadas. Esse evento contou com 400 atletas de 23 países e é considerado o primeiro Jogos Paralímpicos da história.

Em 1964, a competição também foi realizada na cidade-sede da Olimpíadas, que naquele ano era Tóquio. Entre 1968 e 1984, os Jogos Paralímpicos foram realizados em cidades diferentes das cidades-sede dos Jogos Olímpicos porque os comitês dessas cidades não demonstraram interesse em organizar o evento paralímpico.

Foi a partir de Seul, em 1988, que os Jogos Paralímpicos ganharam maior visibilidade. Na capital coreana, os atletas paralímpicos foram permitidos a usar a mesma estrutura dos atletas olímpicos, e isso contribuiu para aumentar a atenção aos primeiros. A mudança de patamar foi tão expressiva que, já em 1989, surgiu o Comitê Paralímpico Internacional.

Desde então, os Jogos Paralímpicos têm ganhado mais espaço na mídia, mais atenção do público, e o financiamento aos atletas paralímpicos cresceu consideravelmente. Além dos Jogos Olímpicos de Verão, são realizados, desde 1976, edições dos Jogos Paralímpicos de Inverno. A primeira participação brasileira nos Jogos Paralímpicos de Inverno aconteceu em 2014.

Acesse também: Você sabe quando surgiram as Olimpíadas?

Como foram as participações brasileiras nas Paralimpíadas?

As práticas esportivas entre deficientes físicos passaram a ser realizadas no Brasil durante a década de 1950, mas a primeira participação brasileira em uma paralimpíada aconteceu somente em 1972. A primeira medalha brasileira foi obtida por Robson Sampaio Almeida e Luís Carlos Coutinho na Bocha, na Paralimpíada de 1976.

A partir da década de 1980, o interesse pelos esportivos paralímpicos cresceu bastante no Brasil, e as primeiras associações desportivas para atletas deficientes começaram a surgir. Entretanto, um Comitê Paralímpico Brasileiro só surgiu em 1995. O investimento em atletas paralímpicos fez do Brasil uma potência na competição.

Desde os Jogos Paralímpicos de Pequim, em 2008, o Brasil ocupou o top 10 no quadro de medalhas, obtendo 47 medalhas em Pequim; 43 em Londres (2012) e 72 no Rio de Janeiro (2016). A participação nos Jogos Paralímpicos de 2016 foi o grande destaque da trajetória brasileira, pois nosso país conquistou 14 medalhas de ouro, 29 medalhas de prata e 29 medalhas de bronze. Terminou na oitava posição no quadro geral.

Créditos das imagens

[1] A.RICARDO e Shutterstock

Publicado por Daniel Neves Silva

Artigos Relacionados

As Olimpíadas de Munique ficaram marcadas pelo terrível ataque promovido pelo grupo Setembro Negro
Atentado terrorista nas Olimpíadas de Munique
Veja como ocorreu o atentado terrorista nas Olimpíadas de Munique e quais foram as suas consequências. Descubra qual foi a reação de Israel.
Copa do Mundo é realizada a cada quatro anos, com título disputado por 32 seleções
Copa do Mundo
Clique neste link do Mundo Educação e tenha acesso a uma série de informações sobre a Copa do Mundo de Futebol. Neste texto você poderá ver uma rápida definição da competição e de sua importância esportiva assim como acompanhar a evolução do evento e ter acesso a informações básicas.
Mascote da 21ª edição da Copa do Mundo*
Copa do Mundo Rússia 2018
Saiba tudo sobre a Copa do Mundo 2018, que será realizada em onze cidades da Rússia, de 14 de junho a 15 de julho. O Mundial de Futebol contará com a participação de 32 seleções. Serão disputados 64 jogos em doze estádios. A final acontecerá dia 15 de julho, em Moscou.
Os jogos olímpicos tiveram origem na Grécia Antiga e eram celebrados na cidade de Olímpia
História das Olimpíadas
Conheça a história das Olimpíadas para entender como elas eram realizadas na Grécia Antiga e também como foram recuperadas na Idade Contemporânea.
Monumento do símbolo olímpico e o novo estádio construído para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. [1]
Olimpíadas de Tóquio 2020
Saiba tudo sobre as Olimpíadas de Tóquio 2020: datas, esportes, mascotes e medalhas.
video icon
Matemática
Como resolver questões de triângulo retângulo no Enem?
Nesta aula teremos uma revisão sobre triângulos retângulos envolvendo relações angulares, teorema de Pitágoras e terno pitagórico. Além disso, veremos como são cobradas questões desse assunto no Enem.

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
Videoaula Brasil Escola
Inglês
Genitive Case
É hora de aperfeiçoar sua gramática na Língua Inglesa. Assista!
video icon
Videoaula Brasil Escola
Sociologia
Democracia racial
Você sabe o que significa democracia racial? Clique e nós te ensinamos!
video icon
Tigres Asiáticos
Geografia
Tigres Asiáticos
Assista à nossa videoaula sobre os Tigres Asiáticos, e conheça as razões do desenvolvimento rápido desses territórios.