Whatsapp icon Whatsapp

Como resolver problemas que envolvem força

Em uma competição de cabo de guerra, a corda fica tensionada
Em uma competição de cabo de guerra, a corda fica tensionada

Em nosso dia a dia podemos dizer que estamos constantemente fazendo uso da força, seja quando estamos puxando ou empurrando objetos. Quando levantamos do chão uma sacola cheia de produtos de limpeza, por exemplo, estamos exercendo força sobre a sacola. Ao empurrar um automóvel, seja ele grande ou pequeno, estamos fazendo força.

Sendo assim, podemos concluir que a força atua sempre entre dois corpos causando mudança na velocidade ou também causando uma deformação. E não podemos nos esquecer de que força se trata de uma grandeza vetorial, portanto a força apresenta módulo, direção e sentido.

Vejamos então uma básica estratégia que pode ser usada na resolução de problemas que envolvem corpos sujeitos a forças:

1) ler com atenção todo o enunciado e identificar o que está sendo solicitado;

2) fazer um esquema da situação;

3) identificar os objetos envolvidos na situação;

4) desenhar todas as forças que atuam em cada objeto;

   4.1)  inicialmente colocar a força peso dirigida para baixo;

   4.2)  identificar as forças de contato com outros objetos. Essas forças sempre atuam perpendicularmente à superfície de contato;

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

   4.3) quando houver cordas, lembrar que elas sempre exercem forças de tensão, que tendem a puxar o objeto pelo ponto de aplicação e na direção da corda. O valor do módulo da tensão em uma corda é igual em todos os pontos: quando dois objetos estão conectados por uma corda, a tensão que ela exerce sobre qualquer um deles tem o mesmo módulo. Roldanas apenas mudam a direção da corda;

5) fazer um desenho, em separado, para cada objeto. Colocar nesse desenho um esquema de todas as forças que atuam sobre o objeto. Esse esquema é conhecido como diagrama de corpo livre;

6) escolher um sistema de referência;

7) aplicar a Segunda Lei de Newton para cada um dos objetos e para as componentes x e y das forças.

Fr=m.a

∑Fx =F1x+F2x+⋯=m.ax

∑Fy =F1y+F2y+⋯=m.ay

Se necessário, usar as equações da cinemática para encontrar as quantidades solicitadas pelo enunciado.

Publicado por Domiciano Correa Marques da Silva

Artigos Relacionados

Trena comum para metragem aberta sobre uma plana superfície branca.
Algarismos significativos
Clique aqui, entenda o que são os algarismos significativos e saiba as regras relacionadas a eles e as operações que podem ser realizadas.
Carro de fórmula Indy
Carro em uma pista inclinada
Estudo das trajetórias curvas de um carro em uma pista inclinada.
Conservação da energia mecânica
Descubra o que é conservação da energia mecânica. Aprenda as fórmulas usadas para calcular a energia mecânica, confira também exemplos e exercícios resolvidos.
O astronauta possui a mesma velocidade v da estação espacial
Corpos em órbitas circulares
Estudo do comportamento dos corpos em órbitas circulares.

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
Sigmund Freud
Filosofia
Sigmund Freud
Nessa videoaula você conhecerá mais sobre a vida e estudos do "pai" da psicanálise.
video icon
Thumb Brasil Escola
Literatura
Realismo fantástico
Trazemos uma análise sobre realismo fantástico. Assista já!
video icon
Thumb Brasil Escola
Química
Funções orgânicas
Tire um tempo para entender melhor o que são as amidas.