Whatsapp icon Whatsapp

Curva de aquecimento

Gráfico (diagrama) de temperatura em função da quantidade de calor absorvida
Gráfico (diagrama) de temperatura em função da quantidade de calor absorvida

Ao estudarmos os conceitos de Calor, vimos que quando dois corpos com temperaturas diferentes são colocados em contato térmico, a temperatura do corpo mais quente começa a diminuir enquanto a do corpo mais frio começa a aumentar. Dessa forma, dizemos que o corpo mais quente perde energia na forma de calor para o corpo com menor energia térmica. Vimos também que a quantidade de calor que um corpo recebe ou perde (calor sensível) é proporcional à sua massa e à variação de temperatura. Já a quantidade de calor que um corpo perde ou cede para fazê-lo mudar de fase é diretamente proporcional à sua massa.

Todos esses processos, trocas de calor e mudanças de fase necessitam de acréscimo ou perda de energia térmica na forma de calor. Com informações da quantidade de calor sensível e calor latente de uma substância, temos condições de montar o diagrama de temperatura em função da quantidade de calor absorvida.

Imaginemos que, de uma forma constante, fornecemos calor a uma substância de m gramas, que inicialmente encontra-se na fase sólida. As etapas a que esta substância está sujeita são, em ordem:

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

- Aquecimento na fase sólida, desde a temperatura inicial θ0 até seu ponto de fusão (P.F.).

- Fusão da substância, ocorre com a temperatura constante no ponto de fusão (P.F.).

- Aquecimento na fase líquida, do ponto de fusão (P.F.) até o ponto de vaporização ou ebulição (P.E.).

- Vaporização da substância, ocorre com a temperatura constante no ponto de ebulição (P.E.).

- Aquecimento na fase gasosa, do ponto de vaporização ou ebulição (P.E.) até uma temperatura final θ.

Essas etapas, colocadas no diagrama de temperatura em função da quantidade de calor absorvida, correspondem à curva de aquecimento da substância representada na figura acima. Para se calcular as quantidades de calor absorvidas pela substância, é necessário levar em conta os trechos em que há variação da temperatura (quantidade de calor sensível) ou mudança de fase (quantidade de calor latente). Assim, temos:

trecho AB: QS= Q1-0=m .cs  .(P.F.- θ0 )
trecho BC: Q1= Q2-Q1=m .LF 
trecho CD: Q'S= Q3-Q2=m .cL  .(P.E.- P.F.)
trecho DE: Q'L= Q4-Q3=m .LV  
trecho EF: Q''S= Q5-Q4=m .cv  .(θ-P.E.)

Publicado por Domiciano Correa Marques da Silva

Artigos Relacionados

Entendendo a diferença entre as radiações
A cor do Calor
Temperatura e emissão de radiação
Diagrama da pressão versus volume
A primeira lei para processos adiabáticos
Veja aqui como se comporta a primeira lei da termodinâmica para processos adiabáticos, ou seja, processos durante os quais não há transferência de calor.
Medição do volume de um determinado líquido em um recipiente graduado.
Dilatação Aparente dos Líquidos
Quando há variação na temperatura há também variação no volume do líquido
Representação de um estado termodinâmico
Estado termodinâmico
O conjunto dos valores das propriedades de um sistema denomina-se estado termodinâmico ou estado do sistema.
Boyle foi um dos responsáveis pelo estabelecimento da Química como ciência
Transformação isotérmica
As características de um gás em uma transformação isotérmica.
Volatilidade
Você sabe o que é volatilidade ou substâncias voláteis? Clique e confira!

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
videoaula brasil escola
Química
Cinética química
Se ainda tem dúvidas quanto a velocidade das reações, essa videoaula é para você!
video icon
videoaula brasil escola
Português
Redação
Entenda como realizar argumento por causa e consequência com a nossa aula.
video icon
videoaula brasil escola
História
Crise de 1929
A quebra da bolsa de valores de Nova Iorque afetou não só os EUA, como o mundo. Entenda!