Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Física
  3. Ondulatória
  4. Notas e escalas musicais

Notas e escalas musicais

Hoje sabemos que a possibilidade de utilizar as ondas sonoras para transmitir informações levou o ser humano a desenvolver habilidades e instrumentos para a produção de sons. Sons que conseguimos ouvir (audíveis) são usados para nossa comunicação direta, através da fala e também através da música. Os sons inaudíveis têm diversas aplicações em engenharia, ciências básicas e medicina, principalmente na forma de ultrassom.

Podemos dizer que a música é um perfeito exemplo da integração da arte com a matemática e a tecnologia. As notas musicais são sons com frequências determinadas, de tal forma que existe uma relação matemática exata entre elas.

A escala musical nada mais é do que uma sequência de sons, disposta de forma ascendente ou descendente, de acordo com a frequência, na qual se fundamenta a música. As escalas musicais são obtidas por meio de uma relação matemática bem definida entre as frequências de cada nota musical.

Frequências das notas das escalas musicais

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

A divisão em intervalos com relação matemática é utilizada desde a época de Pitágoras, embora as escalas sejam diferentes, pois a audição humana percebe como agradáveis sons simultâneos que tenham frequências múltiplas umas das outras. Isto é, uma frequência de 261,6 Hz quando tocada simultaneamente com uma frequência de 523,3 Hz produz um efeito agradável.

Os gregos utilizavam uma escala de cinco notas, que também foi usada pelos chineses e mais tarde pelos escoceses. Por isto, é possível tocar música destas culturas usando somente as teclas pretas de um piano. Os chineses também criaram uma escala com doze notas.

Na cultura ocidental, também usamos uma escala com doze notas. A música árabe usa uma escala com 16 notas e a música indiana, com 22 notas. As escalas usadas hoje em dia tem uma frequência básica (440 Hz) e, a partir desta, as demais notas são obtidas pela multiplicação ou divisão da nota anterior por um fator constante como em uma progressão geométrica.

Notas musicais e partituras
Notas musicais e partituras
Publicado por: Domiciano Correa Marques da Silva
Assuntos relacionados
A figura acima mostra a intensidade de uma onda sonora em relação ao tempo.
O que é som?
Você sabe o que é o som? Veja a definição, como ele se propaga e quais são as suas características mais importantes.
Onda sendo polarizada por duas fendas.
Ondas polarizadas
Polarização das ondas eletromagnéticas.
Som automotivo utilizando vários alto-falantes
Alto-falantes
Conhecendo o funcionamento e os componentes de um alto-falante
Avião se deslocando com a velocidade do som. As cristas das ondas tangenciam o mesmo ponto
Estrondos sonoros
Estrondos sonoros ou ondas de choque são ondas mecânicas com frequência e densidade de energia alta.
Trabalhadores submetidos a determinados tipos de ruídos devem utilizar protetores auriculares
Intensidade, altura e timbre
Clique aqui para conhecer mais sobre intensidade, altura e timbre, as três qualidades fisiológicas das ondas sonoras.
Partícula de massa m presa a uma mola helicoidal de constante elástica k
Oscilador harmônico
Veja aqui o que é um oscilador harmônico e conheça suas principais características.
Os instrumentos musicais funcionam de acordo com os fenômenos ondulatórios, que são estudados pela Acústica.
Física e música: curiosidades
Leia este texto e saiba algumas curiosidades sobre a Física e a música. Os instrumentos musicais funcionam de acordo com a Acústica, uma das áreas da Física.