Whatsapp icon Whatsapp

5 curiosidades sobre as ondas sonoras

Essas cinco curiosidades sobre as ondas sonoras mostram que os conceitos físicos, muitas vezes, opõem-se às percepções do senso comum.
A relação não correspondente entre altura e volume é uma das características das ondas sonoras
A relação não correspondente entre altura e volume é uma das características das ondas sonoras

O estudo das ondas sonoras revela algumas curiosidades que, na maioria das vezes, fogem daquilo que pensa o senso comum. Compreender de forma correta as características das ondas sonoras pode proporcionar um melhor entendimento a respeito de fenômenos ondulatórios e de expressões características da Física. Veja cinco curiosidades a respeito dessas ondas!

1) A altura do som não está relacionada com volume

Cotidianamente é comum relacionarmos as palavras alto e baixo ao volume de determinada fonte sonora. Do ponto de vista físico, a altura não está relacionada com o volume do som, mas, sim, com a frequência das ondas emitidas. Quanto maior for a frequência de uma onda sonora, mais agudo será o som, que será denominado de som alto. Em contrapartida, quanto menor for a frequência das ondas sonoras, mais grave será o som, que será denominado de som baixo.

Som alto = som agudo = alta frequência

Som baixo = som grave = baixa frequência

O volume está relacionado com a intensidade sonora, quantidade de energia emitida pela fonte sonora em determinado intervalo de tempo. Ao alterar o volume de uma fonte sonora, a única característica da onda que sofre mudança é a amplitude.

2) O som não pode ser polarizado

A polarização é o processo de “filtrar” a passagem de determinada onda por meio de um material seletor de ondas denominado de polarizador. Somente as ondas transversais podem ser polarizadas. O som é uma onda longitudinal, ou seja, possui a sua vibração paralela à propagação. Ondas longitudinais não podem sofrer polarização.

3) Existem sons que não podemos ouvir

O ouvido humano possui um limite inferior e superior de frequências audíveis. Qualquer frequência sonora entre 20 Hz e 20.000 Hz pode ser percebida pelo aparelho auditivo humano. Os sons abaixo de 20 Hz não sensibilizam o ouvido e são denominados de infrassons. Frequências maiores que 20.000 Hz são altas demais para serem captadas pelo ouvido e são denominadas de ultrassons.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

O espectro sonoro é variável para os diversos seres vivos. Sendo assim, o que não é audível para um ser humano pode ser perfeitamente audível para outro ser vivo. Os cães, por exemplo, possuem seus limites de audibilidade entre 15 Hz a 50.000 Hz aproximadamente.

4) O som é mais rápido nos sólidos

As ondas sonoras são mecânicas, o que significa que precisam de um meio de propagação. A proximidade das moléculas que compõem o meio de propagação influencia a velocidade do som. Assim sendo, a velocidade do som é maior em materiais sólidos, pois nesse estado físico a proximidade entre as moléculas é máxima.

VSÓLIDOS > VLÍQUIDOS > VGASES

Velocidade do som no ferro 5000 m/s
Velocidade do som na água ≈ 1500 m/s

Velocidade do som no ar ≈ 340 m/s


5) O som é 1 milhão de vezes mais lento que a luz

A velocidade da luz corresponde a 3 x 108 m/s, isto é, 300 milhões de metros são percorridos em apenas um segundo de deslocamento. A velocidade do som é incomparavelmente menor e atinge valores correspondentes a 340 m/s. A luz é aproximadamente 1 milhão de vezes mais rápida que o som.

A percepção clara dessa diferença está na observação dos raios e trovões. Sempre após um raio, vem o trovão. A luz emitida pela descarga elétrica chega aos nossos olhos em um tempo superior ao estrondo produzido pela expansão de massas de ar, por isso, sempre vemos o raio e, posteriormente, ouvimos o trovão.

Publicado por Joab Silas da Silva Júnior
Assista às nossas videoaulas

Artigos Relacionados

É possível determinar a posição de cardumes por meio da reflexão de ondas sonoras captadas por um sonar
A Reflexão do Som
Clique aqui e leia sobre a reflexão do som, que determina fenômenos como eco, reverberação e efeito Doppler.
Sistema auditivo humano
A Sensibilidade Auditiva
Você sabia que existem sons tão altos que o ouvido humano não é capaz de detectar? Clique aqui e conheça mais sobre a sensibilidade auditiva.
Ao superar a velocidade do som, os aviões supersônicos geram um estrondo *
Barreira do som
Clique aqui para entender melhor do que se trata a barreira do som!
Ilustração de difração em ondas.
Difração
Clique aqui e saiba mais sobre o fenômeno da difração. Descubra como ele ocorre e quais são os seus tipos.
Imagem da artéria carótida feita por um exame que envolve o efeito Doppler
Efeito Doppler e os diagnósticos por imagem
Você sabia que o efeito Doppler pode ser aplicado no diagnóstico feito por imagens? Clique aqui e entenda o Ecodoppler!
A lei de Taylor pode ser aplicada às cordas tensionadas de um violão
Fórmula de Taylor
Você conhece a fórmula de Taylor? Clique aqui e entenda a lei que determina a velocidade das ondas em cordas tensionadas.
Intensidade do som
Você sabe o que é intensidade sonora? Aprenda a calculá-la, saiba quais são os limites da audição humana e confira exercícios resolvidos.
Decibelímetro: aparelho digital que mede os níveis sonoros
Medindo a Intensidade dos Sons
Determinando a intensidade auditiva ou níveis sonoros.
A figura acima mostra a intensidade de uma onda sonora em relação ao tempo.
O que é som?
Você sabe o que é o som? Veja a definição, como ele se propaga e quais são as suas características mais importantes.
Onda mecânica é uma perturbação que se propaga em um meio material e é capaz de transportar energia.
Ondas mecânicas
Descubra o que são as ondas mecânicas, bem como veja como elas se propagam e os tipos de ondas que existem.
A persistência auditiva torna possível ouvirmos ecos
Persistência da audição
Conheça o fenômeno da persistência da audição e quais são as suas consequências para a captação dos sons.
O som não se propaga no espaço porque as ondas sonoras são do tipo mecânicas e precisam de um meio de propagação
Por que o som não se propaga no espaço?
Você sabe por que o som não se propaga no espaço? Clique aqui e entenda por que as ondas sonoras não se difundem no vácuo.
Decibilímetro, medidor da intensidade sonora.
Qualidades do Som
Clique aqui para entender o que é altura, timbre e intensidade, as três qualidades fisiológicas que caraterizam as ondas sonoras.
Na ultrassonografia, a reflexão de ultrassons é captada para a formação de imagens de fetos e órgãos do corpo
Som, Infrassom e Ultrassom
Você sabia que existem sons tão altos que o ouvido humano não pode captar? Clique aqui e saiba a diferença entre som, infrassom e ultrassom.
Instrumento de sopro aberto
Tubos sonoros
Ao soprar um tubo sonoro, a coluna de ar vibra, havendo assim a produção de som.
video icon
Português
Verbos pronominais
“Arrepender-se”, “zangar-se”, “pentear-se”, “sentar-se”, “enganar-se”... Esses são alguns verbos pronominais, isto é, verbos acompanhados de pronomes oblíquos átonos em todas as conjugações. Assista a esta videoaula e aprenda um pouco mais sobre esse assunto!

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
Sigmund Freud
Filosofia
Sigmund Freud
Nessa videoaula você conhecerá mais sobre a vida e estudos do "pai" da psicanálise.
video icon
Thumb Brasil Escola
Literatura
Realismo fantástico
Trazemos uma análise sobre realismo fantástico. Assista já!
video icon
Thumb Brasil Escola
Química
Funções orgânicas
Tire um tempo para entender melhor o que são as amidas