Whatsapp icon Whatsapp

Bacias Sedimentares

As bacias sedimentares levam milhões de anos para se formarem e são as grandes responsáveis pela formação de petróleo e alguns tipos de fósseis.
Nas bacias sedimentares, as rochas organizam-se em camadas
Nas bacias sedimentares, as rochas organizam-se em camadas

Bacias Sedimentares são formações rochosas localizadas em áreas de depressões relativas ou absolutas, que acumulam espessas camadas ou estratificações formadas por rochas sedimentares. Caracterizam-se por serem formadas a partir da deposição de material sedimentar que, ao longo de milhões de anos, consolida-se e transforma-se em formações rochosas.

Sabemos que quando as rochas e o relevo desgastam-se, eles transformam-se em sedimentos, que são pequenas partículas rochosas, como a poeira e pequenos detritos. Esses sedimentos são levados até o fundo dos oceanos, carregados pelos ventos e, principalmente, pelas águas das chuvas e dos rios.

Esses sedimentos acumulam-se lentamente nas depressões dos oceanos. Em alguns lugares, a pressão das águas dos mares é tão forte que exerce uma força sobre eles capaz de transformá-los em composições de rochas. Enquanto isso acontece, novas camadas de sedimentos são “jogadas” por cima desses locais, formando, assim, várias e várias camadas de rochas sedimentares.

Essas camadas formadas nesse processo são, justamente, as Bacias Sedimentares. Observe o quadro com a síntese:

Síntese da formação das bacias sedimentares
Síntese da formação das bacias sedimentares

E como as bacias sedimentares foram parar nos continentes?

Como já dissemos, a formação das bacias sedimentares levou milhões de anos para se concretizar. Enquanto isso acontecia, as placas tectônicas continuavam se movimentando e a dinâmica da Terra seguia o seu curso. Com isso, áreas que antes se encontravam no fundo dos oceanos transformaram-se em áreas continentais, incluindo as zonas em que se formaram as bacias sedimentares, apesar de a maior parte delas ainda se encontrar no fundo dos oceanos.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

As bacias sedimentares e a origem do petróleo e dos fósseis

Durante o processo de constituição das bacias sedimentares acima explicitado, muitos corpos ou restos de animais mortos e materiais orgânicos foram “enterrados” pelos sedimentos que foram depositados no fundo dos oceanos. Assim, dependendo das condições de temperatura e pressão, parte dos restos desses materiais foi conservada, dando origem aos fósseis.

No entanto, quando a pressão e as temperaturas (geralmente influenciadas pelo aquecimento provocado pelas camadas mais baixas da Terra) são elevadas, a tendência é que esses restos orgânicos passem pelo processo de litificação (tornam-se líquidos). Assim, conforme as condições de armazenamento, esse material acumula-se e transforma-se em petróleo.

Muitos estudiosos afirmam que as bacias sedimentares compõem a memória do planeta, pois à medida que elas vão se formando, fragmentos do período em que elas se formaram são conservados. Assim, o estudo dessas formações rochosas torna-se fundamental para conhecer um pouco mais sobre o passado geológico da Terra.

Publicado por Rodolfo F. Alves Pena

Artigos Relacionados

Aquífero Guarani
Leia sobre as principais características do aquífero Guarani. Veja uma análise sobre as fragilidades econômicas e ambientais dessa importante reserva de água doce.
Buraco negro
Saiba quais são as principais características do buracos negros. Veja detalhes da formação e propriedades dessas grandes estruturas espaciais.
Movimento das águas oceânicas
Como as águas dos oceanos se movem e suas características.
Movimentos da Terra
Aprenda mais sobre os movimentos da Terra. Descubra quais são os principais movimentos realizados pelo planeta e suas principais características.
video icon
Escrito"“To” e “for”: qual a diferença e como usar?" em fundo azul e vermelho.
Inglês
“To” e “for”: qual a diferença e como usar?
Assista à videoaula e aprenda a diferenciar as preposições “to” e “for”. Entenda como elas podem ser usadas nas frases.