BRICS

BRICS é um acrônimo formado pelas iniciais dos países Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul (do inglês South Africa).

Em 2001, essa expressão foi criada pelo economista Jim O’Neill sob a forma de “BRIC” (sem a África do Sul) para designar aqueles países emergentes com grande capacidade de investimento e que se transformariam em potências econômicas até 2050.

Em 2006, o BRIC deixou de ser apenas um termo e se tornou um acordo internacional entre os países, mas sem a configuração de um bloco econômico. A partir de 2011, os sul-africanos ingressaram nesse acordo inter-regional, com o acréscimo do “S” maiúsculo ao final da sigla.

Vale lembrar que os BRICS não formam um bloco econômico. Portanto, não há mercado comum, acordos comerciais e alfandegários e, tampouco, uma política necessariamente comum entre os seus integrantes.

Os BRICS representam mais de 40% da população mundial e mais da metade do número de pessoas sofrendo com a fome e a miséria. Por outro lado, esses países apresentam sucessivos aumentos no IDH (Índice de Desenvolvimento Humano), no PIB (Produto Interno Bruto) e na renda per capita. Nos últimos anos, foram responsáveis por cerca de 55% do crescimento econômico mundial, cenário no qual os países desenvolvidos contribuíram apenas com 20%.

Localização dos países que compõem o BRICS
Localização dos países que compõem o BRICS

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Desde o início da década de 2010, assiste-se a certa desaceleração do crescimento dos BRICS, com destaque para os baixos índices de crescimento brasileiro e pela desaceleração do crescimento econômico chinês. A isso soma-se a redução dos investimentos estrangeiros, que se direcionam novamente aos países desenvolvidos e a outros emergentes, com destaque para México e Coreia do Sul.

Por outro lado, observa-se que o crescimento dos BRICS continua acontecendo e que, nos últimos anos, os seus governos priorizaram algumas ações mais específicas, como a melhoria das condições de suas populações e o combate a problemas econômicos internos, a exemplo da inflação. Além disso, a baixa na queda de investimentos se justifica, sobretudo, pelo protecionismo adotado por esses países em tempos de crise econômica e pela ampliação dos direitos trabalhistas. Como o capital estrangeiro está sempre em busca de baixos salários, é natural que os investidores procurem outros países que tenham as leis trabalhistas mais “frouxas”.

No plano político, os países do BRICS estão cada vez mais próximos e apresentando atuações conjuntas. Em março de 2013, os países-membros debateram sobre a criação do Banco do BRICS, que será criado para fortalecer as suas economias e a de outros países subdesenvolvidos, em concorrência direta com o Banco Mundial (administrado pelo Reino Unido) e pelo FMI (comandado pelos EUA).

BRICS: Associação inter-regional formada por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul
BRICS: Associação inter-regional formada por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul
Publicado por: Rodolfo F. Alves Pena
Artigo relacionado
Teste agora seus conhecimentos com os exercícios deste texto
Lista de Exercícios

Questão 1

 “A ideia dos BRICS foi formulada pelo economista-chefe da Goldman Sachs, Jim O'Neil, em estudo de 2001, intitulado “Building Better Global Economic BRICs”. Fixou-se como categoria da análise nos meios econômico-financeiros, empresariais, acadêmicos e de comunicação. Em 2006, o conceito deu origem a um agrupamento, propriamente dito, incorporado à política externa de Brasil, Rússia, Índia e China. Em 2011, por ocasião da III Cúpula, a África do Sul passou a fazer parte do agrupamento, que adotou a sigla BRICS”.

(IPEA. Conheça os BRICS. Disponível em: <http://www.ipea.gov.br/>).

Sobre o BRICS, assinale o que for correto:

a) corresponde a um bloco econômico em processo de formação.

b) é um agrupamento informal de cunho diplomático.

c) é um organismo internacional paralelo à ONU.

d) representa todos as nações emergentes do planeta sob a liderança de cinco países.

Questão 2

Nesta terceira semana de julho, a partir do dia 15, terça-feira, acontece em Fortaleza mais uma das chamadas reuniões da Cúpula de Líderes dos BRICS (...), quando se espera ser formalizada a criação de um Banco de Desenvolvimento com capital de 100 bilhões de dólares para financiar investimentos nos países do bloco. E simultaneamente avançar na organização de um fundo denominado Arranjo Contingente de Reservas para atuar em momentos de crise concedendo linhas de crédito a países que sofram dificuldades em seus balanços de pagamentos”.

(NETTO, D. O Banco dos BRICS. Carta Capital, 14/07/2014. Disponível em: <http://www.cartacapital.com.br>).

A adoção das medidas mencionadas no texto coloca o BRICS na posição de:

a) mediador internacional entre os agentes financeiros desenvolvidos e os países subdesenvolvidos.

b) confrontador a organismos internacionais, como o FMI e o Banco Mundial, ao estabelecer uma concorrência a esses órgãos no processo de auxílio a países pobres.

c) ratificador das propostas elaboradas no contexto da ONU com o intuito de evitar crises internacionais geradas por problemas financeiros e riscos de moratória.

d) pacificador das desavenças internacionais envolvendo países do sul e do norte, o que poderá evitar a emergência de futuros conflitos bélicos.

Mais Questões
Assuntos relacionados
Bandeira com a logomarca da Otan
Otan
Conheça a Otan, um tratado militar envolvendo as principais potências do mundo capitalista.
Logomarca da APEC
Apec
Saiba mais sobre a Cooperação Econômica da Ásia e do Pacífico, a Apec.
OECD corresponde à sigla em inglês para a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico. *
OCDE
Conheça a OCDE, saiba quais são seus principais objetivos, quem são seus países-membros e como a organização foi formada. Saiba qual é a relação com o Brasil.
Símbolo com as bandeiras dos países integrantes do BRICS
Geopolítica dos BRICS
Algumas considerações sobre a Geopolítica dos BRICS e a ameaça que esse grupo poderá representar às potências internacionais nos próximos anos.
A importância do Brasil no contexto mundial
Brasil na Nova Ordem Mundial
Alguns aspectos referentes à atuação do Brasil na Nova Ordem Mundial.
Países emergentes possuem ampla mão de obra e mercado consumidor, a exemplo da China
Países emergentes
Você já ouviu falar em países emergentes? Sabe o que isso significa e quais são esses países? Clique e tire suas dúvidas sobre o tema!