Whatsapp icon Whatsapp

Minúcias do verbo desculpar

O verbo desculpar tanto pode se apresentar como transitivo direto, quanto como pronominal
O verbo desculpar tanto pode se apresentar como transitivo direto, quanto como pronominal

Por certo você já utilizou expressões como:

Desculpe a insistência.

Como pôde também ter ficado em dúvida se o certo seria:

Desculpe-me pela insistência.

Caso sim ou não, o importante é que a partir de agora iremos fazer uma abordagem acerca do verbo desculpar, com vistas a descobrir se ele pode funcionar como transitivo ou como pronominal. Assim, vejamos.

A forma “desculpe” representa o imperativo afirmativo referente à terceira pessoa (você); e a forma “desculpa” faz referência à segunda pessoa (tu), também do mesmo tempo (imperativo). Dessa forma, discursos assim são perfeitamente aceitos:

Desculpe a insistência.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Desculpa a insistência.

Percebe-se que em ambos os casos o verbo “desculpar” se classifica como transitivo direto, haja vista que quando fazemos a pergunta ao verbo temos: desculpa o quê? Daí, tem-se o complemento.

Contudo, tal verbo pode também ser usado na forma pronominal, bastando para isso que uma preposição o acompanhe. Desse modo, temos:

Desculpe-me pela demora.
Desculpe pela insistência.
Desculpem-nos pelos transtornos (como também poderia ser usado como transitivo – desculpem os transtornos)

A conclusão a que chegamos é que o verbo em questão tanto pode ser usado na forma transitiva como na forma pronominal.

Publicado por Vânia Maria do Nascimento Duarte

Artigos Relacionados

O uso do se, salvo em exceções, não é permitido em verbos expressos no infinitivo impessoal
Infinitivo Impessoal e o Uso do Se
Deseja conhecer se o pronome se é aplicado ao verbo no infinitivo impessoal? Então não espere mais, clique e confira!
Entre a irregularidade verbal e a discordância gráfica há diferenças
Irregularidade Verbal e Discordância Gráfica
Entre a irregularidade verbal e a discordância gráfica há diferenças, visto que a última representa apenas acomodações gráficas. Veja aqui mais detalhes!
Tanto a regência nominal quanto a verbal trata da relação que se estabelece entre termos em um dado contexto oracional
Regência nominal e regência verbal
Aprofunde seus conhecimentos acerca da regência nominal e da regência verbal. Clique e confira!
O presente do subjuntivo e o imperativo afirmativo e negativo são derivados do presente do indicativo
Tempos derivados do presente do modo indicativo
Sua competência linguística pode se ampliar ainda mais, sabe como? Clicando e conferindo acerca dos tempos derivados do presente do modo indicativo!
Estudante segurando dois livros e sorrindo enquanto aponta para o escrito “Verbos abundantes”.
Verbos abundantes
Clique aqui e saiba o que são os verbos abundantes. Entenda também sua classificação e possíveis conjugações.
Verbos defectivos
Saiba mais sobre os verbos que não possuem todas as flexões!
Verbos pronominais
Descubra o que são verbos pronominais e aprenda mais sobre as suas classificações. Entenda como se dá a conjugação reflexiva e a recíproca desses verbos.
Constituem-se de características específicas, que assim os denominam
Verbos terminados em “-iar” – regulares ou irregulares
Confira importantes pressupostos que a eles se referem!
video icon
Geografia
O que é o Hamas?
Assista à nossa videoaula e entenda o que é o Hamas. Conheça o histórico de formação desse grupo político palestino, bem como compreenda quais são os seus objetivos e suas formas de atuação.

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
Sigmund Freud
Filosofia
Sigmund Freud
Nessa videoaula você conhecerá mais sobre a vida e estudos do "pai" da psicanálise.
video icon
Thumb Brasil Escola
Literatura
Realismo fantástico
Trazemos uma análise sobre realismo fantástico. Assista já!
video icon
Thumb Brasil Escola
Química
Funções orgânicas
Tire um tempo para entender melhor o que são as amidas