Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Gramática
  3. Classe de palavras
  4. Verbo
  5. Minúcias do verbo desculpar

Minúcias do verbo desculpar

Por certo você já utilizou expressões como:

Desculpe a insistência.

Como pôde também ter ficado em dúvida se o certo seria:

Desculpe-me pela insistência.

Caso sim ou não, o importante é que a partir de agora iremos fazer uma abordagem acerca do verbo desculpar, com vistas a descobrir se ele pode funcionar como transitivo ou como pronominal. Assim, vejamos.

A forma “desculpe” representa o imperativo afirmativo referente à terceira pessoa (você); e a forma “desculpa” faz referência à segunda pessoa (tu), também do mesmo tempo (imperativo). Dessa forma, discursos assim são perfeitamente aceitos:

Desculpe a insistência.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Desculpa a insistência.

Percebe-se que em ambos os casos o verbo “desculpar” se classifica como transitivo direto, haja vista que quando fazemos a pergunta ao verbo temos: desculpa o quê? Daí, tem-se o complemento.

Contudo, tal verbo pode também ser usado na forma pronominal, bastando para isso que uma preposição o acompanhe. Desse modo, temos:

Desculpe-me pela demora.
Desculpe pela insistência.
Desculpem-nos pelos transtornos (como também poderia ser usado como transitivo – desculpem os transtornos)

A conclusão a que chegamos é que o verbo em questão tanto pode ser usado na forma transitiva como na forma pronominal.

O verbo desculpar tanto pode se apresentar como transitivo direto, quanto como pronominal
O verbo desculpar tanto pode se apresentar como transitivo direto, quanto como pronominal
Publicado por: Vânia Maria do Nascimento Duarte
Assuntos relacionados
Relação de alguns verbos abundantes
São verbos que, no particípio, admitem duas formas de emprego!
São verbos que requerem o uso do pronome oblíquo
Verbos pronominais – traços peculiares
Clique aqui e conheça as principais características dos verbos pronominais!
Constituem-se de características específicas, que assim os denominam
Verbos terminados em “-iar” – regulares ou irregulares
Confira importantes pressupostos que a eles se referem!
O presente do subjuntivo e o imperativo afirmativo e negativo são derivados do presente do indicativo
Tempos derivados do presente do modo indicativo
Sua competência linguística pode se ampliar ainda mais, sabe como? Clicando e conferindo acerca dos tempos derivados do presente do modo indicativo!
Tanto a regência nominal quanto a verbal trata da relação que se estabelece entre termos em um dado contexto oracional
Regência nominal e regência verbal
Aprofunde seus conhecimentos acerca da regência nominal e da regência verbal. Clique e confira!
Verbos defectivos
Saiba mais sobre os verbos que não possuem todas as flexões!
Entre a irregularidade verbal e a discordância gráfica há diferenças
Irregularidade Verbal e Discordância Gráfica
Entre a irregularidade verbal e a discordância gráfica há diferenças, visto que a última representa apenas acomodações gráficas. Veja aqui mais detalhes!
O uso do se, salvo em exceções, não é permitido em verbos expressos no infinitivo impessoal
Infinitivo Impessoal e o Uso do Se
Deseja conhecer se o pronome se é aplicado ao verbo no infinitivo impessoal? Então não espere mais, clique e confira!