Whatsapp icon Whatsapp

Orações coordenadas

Orações coordenadas não dependem de outra oração para serem entendidas no contexto. São classificadas como assindéticas ou sindéticas, tendo subclassificações.
Esquema sobre as classificações das orações coordenadas.
Esquema sobre as classificações das orações coordenadas.

As orações coordenadas são aquelas que não dependem de outra oração para terem sentido no enunciado. Podem ser classificadas como assindéticas ou sindéticas. As orações coordenadas sindéticas podem ser subclassificadas em aditivas, adversativas, alternativas, conclusivas ou explicativas. São diferentes das orações subordinadas, que dependem de uma oração principal para fazerem sentido.

Saiba mais: Conjunções coordenativas — têm a função de conectar duas orações coordenadas

Resumo sobre orações coordenadas

  • Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

    Orações coordenadas são independentes entre si, podendo ser entendidas mesmo quando aparecem isoladas no enunciado.

  • Podem ser classificadas em sindéticas, ao serem introduzidas por conjunções, ou assindéticas, caso contrário.

  • As orações coordenadas sindéticas são subclassificadas de acordo com o sentido que têm em relação a outra oração coordenada, podendo ser aditivas, adversativas, alternativas, conclusivas ou explicativas.

  • As orações coordenadas se diferem das subordinadas, que dependem de uma oração principal, sem a qual não fazem sentido.

Videoaula sobre orações coordenadas

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

O que são orações coordenadas?

As orações são classificadas como coordenadas quando são independentes entre si, ou seja, quando não precisam de outra oração para serem completamente compreensíveis. Mesmo que apareçam junto de outra oração, podem ser entendidas sem ela. Veja:

Comi o almoço e descansei depois.

Nesse exemplo, há duas orações (uma para cada verbo). Observe:

Comi o almoço e descansei depois.

As duas orações podem ser entendidas mesmo se estiverem separadas uma da outra.

Comi o almoço. Descansei depois.

Desse modo, trata-se de duas orações coordenadas.

Classificação das orações coordenadas

As orações coordenadas podem ser classificadas em assindéticas ou sindéticas.

→ Orações coordenadas assindéticas

São aquelas que não são introduzidas por nenhuma conjunção, estando justapostas sem nenhum conectivo (ou seja, uma ao lado da outra sem nenhuma palavra ligando-as). Veja alguns exemplos:

Avancei lentamente até o bueiro, sentei-me.

(Graciliano Ramos)

Jonas o sinal de partida, as lanchas se movimentam lentamente, os saveiros acompanham.

(Jorge Amado)

Uma chuva de pedras cortou-lhe a palavra; alguém lhe passou uma rasteira; seus óculos voaram.

(Rubem Braga)

Perceba como, embora as orações estejam relacionadas por conta do sentido, não há nenhuma palavra que faça a “ponte” entre uma oração e a outra.

→ Orações coordenadas sindéticas

São aquelas introduzidas por conjunções, ou seja, iniciadas com uma palavra que as liga à oração anterior. Veja:

Como essa fruta agora ou guardo para mais tarde?

Nesse exemplo, há duas orações:

  • “Como essa fruta agora” é uma oração coordenada assindética, pois é independente e não tem nenhuma conjunção ligando-a a outra oração.

  • “ou guardo para mais tarde?” é uma oração coordenada sindética, pois é independente e iniciada pela conjunção “ou”, que a liga à primeira oração.

As orações coordenadas sindéticas são classificadas de acordo com o tipo de relação estabelecida entre elas e a oração à qual se ligam. Quando as orações coordenadas sindéticas são ligadas a outras, elas criam um efeito de sentido. Tendo isso em vista, as orações coordenadas sindéticas possuem subclassificações. Vejamos a seguir.

Orações coordenadas sindéticas aditivas

São aquelas que têm sentido de adição, incluindo ou somando uma ideia à primeira oração. Veja:

Brincamos muito e rimos mais ainda!

Não apenas completamos a tarefa mas também tivemos uma excelente nota.

Não me queixei nem me exaltei.

Orações coordenadas sindéticas adversativas

São aquelas que têm sentido de oposição, contradizendo a primeira oração. Veja:

É dura a vida, mas aceitem-na.

(Cecília Meireles)

As opções eram poucas, porém eram muito boas.

Não tenho um gato, e sim cuido do gato da minha amiga.

Orações coordenadas sindéticas alternativas

São aquelas que têm sentido de alternância, sendo uma alternativa em relação à primeira oração. Veja:

Você vai para casa, ou dormirá aqui?

Nem fomos ao cinema, nem ficamos no shopping.

Ora me seguia, ora sumia da minha vista.

Orações coordenadas sindéticas conclusivas

São aquelas que têm sentido de conclusão, sendo uma consequência da primeira oração. Veja:

Lia muitos livros, então era uma pessoa muito criativa.

Era perfeccionista, logo se dava bem na profissão.

Ele já vivera muito, portanto todos seguiam seus conselhos.

Orações coordenadas sindéticas explicativas

São aquelas que têm sentido de explicação, sendo uma causa da primeira oração. Veja:

Comeu muito rápido, porque estava com muita fome.

A mim ninguém engana, que não nasci ontem.

(Érico Veríssimo)

Não se falavam, pois perderam contato.

Diferenças entre orações coordenadas e subordinadas

As orações coordenadas são independentes entre si, podendo ou não ter conectivos. Essas orações têm o mesmo nível sintático no enunciado, não havendo uma principal entre elas, então elas podem ser entendidas aparecendo juntas ou isoladas.

Por sua vez, as orações subordinadas são dependentes de outra oração no enunciado, chamada de oração principal. Dessa forma, as orações subordinadas não aparecem isoladas, pois só fazem sentido quando estão acompanhadas das orações principais. Assim, essas orações subordinadas tendem a ter conectivos, que as ligam à oração principal.

Saiba também: Complemento nominal — o termo que tem a função de completar a significação dos substantivos

Exercícios resolvidos sobre orações coordenadas

Questão 1

Leia a primeira estrofe de “Póetica”, de Vinicius de Moraes:

De manhã escureço

De dia tardo

De tarde anoiteço

De noite ardo.

Como se pode ver, a estrofe é composta por quatro orações coordenadas. Assinale abaixo a alternativa que classifica corretamente essas orações.

A) Orações coordenadas sindéticas aditivas

B) Orações coordenadas sindéticas alternativas

C) Orações coordenadas sindéticas adversativas

D) Orações coordenadas assindéticas

Resolução:

Alternativa D

Como não há conjunção em nenhuma das orações, todas são assindéticas.

Questão 2

(Cespe/Cebraspe – adaptado)

Texto de Dioclécio Campos Júnior, disponível no site Correio Braziliense, sobre a importância da leitura.

O processo interativo de leitura está descrito, entre as linhas 2 e 6, por meio de uma sequência de orações coordenadas.

( ) Certo

( ) Errado

Resolução:

Certo

Entre o trecho “o leitor elabora mentalmente os cenários” (l. 3) e “e vive, a seu modo, o prazer”, há uma sequência de orações coordenadas, independentes entre si.

Publicado por Guilherme Viana
Assista às nossas videoaulas

Artigos de Orações coordenadas

A vírgula entre as orações coordenadas
Apreenda acerca de todas as circunstâncias de uso!
As orações coordenadas assindéticas e sindéticas compõem o período composto por coordenação
Orações coordenadas assindéticas e orações coordenadas sindéticas
Orações coordenadas assindéticas? Orações coordenadas sindéticas? Simples, para conhecê-las um clique somente basta!
O período composto por coordenação é formado pelas orações coordenadas
Período composto por coordenação
Conheça, por meio de apenas um clique, o período composto por coordenação!

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
Videoaula Brasil Escola
Matemática
Área da esfera
Clique para aprender a calcular a área da esfera.
video icon
Videoaula Brasil Escola
Inglês
Estrangeirismo
Nessa videoaula você entende sobre o estrangeirismo na música "Samba do Approach."
video icon
videoaula brasil escola
História
Crise de 1929
A quebra da bolsa de valores de Nova Iorque afetou não só os EUA, como o mundo. Entenda!