Whatsapp icon Whatsapp

Complemento nominal

Complemento nominal é um termo integrante da oração. Ele tem a função de integrar (completar) a significação dos nomes, ou seja, de substantivos, adjetivos e advérbios.
Complemento nominal é um termo integrante da oração.
Complemento nominal é um termo integrante da oração.

Complemento nominal é um termo integrante da oração; tem a função de completar a significação dos nomes, isto é, dos substantivos, adjetivos e advérbios. Difere-se do adjunto adnominal, o qual caracteriza um substantivo em vez de completar o seu sentido. Já o complemento verbal é outro termo integrante da oração e completa o significado de um verbo transitivo.

Leia mais: Regência nominal — a relação de dependência entre o substantivo, adjetivo e advérbio e o seu complemento

Resumo sobre complemento nominal

  • O complemento nominal completa o sentido de substantivos, adjetivos e advérbios.

  • O adjunto adnominal acompanha, qualifica, especifica ou quantifica o substantivo.

  • O complemento verbal completa o sentido de verbos transitivos.

  • Os termos integrantes da oração são: complemento nominal, complemento verbal e agente da passiva.

Videoaula sobre termos integrantes da oração: complemento nominal

O que é complemento nominal?

O complemento nominal tem a função de completar o sentido dos nomes (substantivos, adjetivos e advérbios). Assim, ele é unido ao nome por meio de uma preposição.

  • Exemplos de complemento nominal de substantivos

Ela sentia aversão a homofóbicos.

Tenho dúvida sobre uma questão.

Sua capacidade de memorização é admirável.

Observe que, nos enunciados, os substantivos “aversão”, “dúvida” e “capacidade” possuem, respectivamente, os seguintes complementos: “a homofóbicos”, “sobre uma questão” e “de memorização”.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

  • Exemplos de complemento nominal de adjetivos

Estou acostumado a isso.

Ficou descontente com a minha atitude.

Gioconda é suspeita de crimes contra o patrimônio público.

Note que, nos exemplos, os adjetivos “acostumado”, “descontente” e “suspeita” possuem, respectivamente, os seguintes complementos: “a isso”, “com a minha atitude” e “de crimes contra o patrimônio público”.

  • Exemplos de complemento nominal de advérbios

O posto de saúde fica longe daqui.

Paulo reagiu insensivelmente aos gritos de dor dos cães.

Decidiu favoravelmente ao meu pedido.

Perceba que, nas frases, os advérbios “longe”, “insensivelmente” e “favoravelmente” possuem, respectivamente, os seguintes complementos: “daqui”, “aos gritos de dor dos cães” e “ao meu pedido”.

Complemento nominal e adjunto adnominal

O adjunto adnominal é um artigo, numeral, pronome, adjetivo ou locução adjetiva que acompanha, caracteriza, especifica ou quantifica o substantivo:

Os cinco belos filhotinhos de gato sobreviveram.

Nesse enunciado, temos o substantivo “filhotinhos”, que é acompanhado dos seguintes adjuntos adnominais: “os” (artigo), “cinco” (numeral), “belos” (adjetivo) e “de gato” (locução adjetiva). No entanto, quando o adjunto adnominal é uma locução adjetiva, ele pode ser confundido com um complemento nominal devido à presença da preposição “de”.

O adjunto adnominal acompanha o substantivo, já o complemento nominal completa o sentido do substantivo. Desse modo, a expressão “de gato” pode ser um adjunto adnominal e acompanhar um substantivo: “filhotinhos de gato”, mas, também, pode exercer a função de complemento nominal:

Agenor não entendia por que o filho tinha tanto medo de gato.

Nesse exemplo, o substantivo “medo” exige um complemento, uma vez que quem tem medo, tem medo de alguém ou de alguma coisa, ou seja, tem medo de gato. Nesse caso, portanto, “de gato” não caracteriza o substantivo “medo”, mas completa o seu sentido. Caso queira saber mais sobre o tema deste tópico, leia: Complemento nominal e adjunto adnominal.

Complemento nominal e complemento verbal

Se o complemento nominal completa o sentido do nome, o complemento verbal completa o sentido do verbo transitivo. Assim, o verbo transitivo pode ser:

  • Direto (exige complemento sem preposição)

Amo Ney Matogrosso!

  • Indireto (requer complemento com preposição)

Assisti ao filme de Adélia Sampaio.

  • Direto e indireto (pede um complemento sem preposição e outro com preposição)

Contei tudo ao meu amigo.

Portanto, nessas frases, os verbos “amo”, “assisti” e “contei” possuem, respectivamente, os seguintes complementos verbais: “Ney Matogrosso”, “ao filme de Adélia Sampaio”, “tudo” e “ao meu amigo”.

Como se identifica o complemento nominal na oração?

Para identificar o complemento nominal na oração, você precisa localizar o nome (substantivo, adjetivo ou advérbio). Em seguida, é necessário conhecer a sua possível regência, isto é, saber qual preposição esse nome exige para se unir a um complemento.

Vejamos estes exemplos:

Tinha compaixão por todos.

Substantivo: compaixão

Preposição: por

Complemento: por todos

Carina estava alheia a tudo.

Adjetivo: alheia

Preposição: a

Complemento: a tudo

Não queria ficar perto de mim.

Advérbio: perto

Preposição: de

Complemento: de mim

Percebemos que: quem tem compaixão, tem compaixão por alguém; quem está alheio, está alheio a alguma coisa; e quem fica perto, fica perto de alguém. Portanto, ao localizar o nome na oração, precisamos buscar a expressão que completa o seu sentido. Teremos, assim, o complemento nominal.

Leia mais: Locuções prepositivas — grupos de palavras que, juntas, têm a função de preposição

Os termos integrantes da oração

Os termos integrantes da oração têm a função de integrar (completar) a significação de nomes ou verbos. São eles:

  • complemento verbal

  • objeto direto

  • objeto indireto

Exercícios sobre complemento nominal

Questão 01 (Unimontes)

Leia a seguinte definição de complemento nominal, a qual, juntamente com os seus conhecimentos a respeito desse termo oracional, deverá auxiliá-lo na resposta à questão.

Complemento nominal é o termo complementar reclamado pela significação transitiva, incompleta, de certos substantivos, adjetivos e advérbios. Vem sempre regido de preposição.

CEGALLA. Novíssima Gramática da Língua Portuguesa — Companhia Editora Nacional, 2001, p. 324.

Com base na definição acima e nos seus conhecimentos a respeito do assunto, identifique o termo sublinhado abaixo que NÃO é complemento nominal.

a) “Demonstrações de crueldade não têm idade para vir à tona.”

b) “...elas estão, sim, em plena cruzada de combate ao bullying.”

c) “O bullying nada mais é do que uma demonstração exacerbada da aversão às diferenças.”

d) “...os eventuais episódios de agressão que protagonizam fora de casa.”

Resolução:

Alternativa “d”

O substantivo “episódios” não pede um complemento, de forma que a locução adjetiva “de agressão” apenas acompanha e caracteriza tal nome. Portanto, a expressão “de agressão” é um adjunto adnominal.

Questão 02 (Unimontes)

Releia a seguinte passagem, para responder à questão.

“Somos impelidos a focalizar o que nos prejudica — impelidos por um gozo masoquista ao qual temos de nos opor continuamente.”

O pronome relativo “(a)o qual”, na passagem acima, substitui “gozo masoquista” e exerce a função sintática de

a) objeto direto.

b) objetivo indireto.

c) complemento nominal.

d) adjunto adnominal.

Resolução:

Alternativa “b”

No fragmento de texto, “ao qual” é complemento verbal de “opor” e não do adjetivo “impelido”. Como apresenta a preposição “a”, a expressão “ao qual” é um objeto indireto.  

Publicado por Warley Souza
Assista às nossas videoaulas

Artigos Relacionados

Adjunto Adnominal e Complemento Nominal
Conceitos e exemplos.
Complemento nominal e Adjunto adnominal – traços distintivos
Interagindo-se com o assunto, saberá como distingui-los!
Os complementos verbais ligam-se a verbos transitivos
Complementos verbais
Aprenda mais sobre os termos que integram o sentido do verbo transitivo, conhecidos como complementos verbais.
As conjunções subordinativas podem ter diferentes classificações
Conjunções subordinativas
Conheça as conjunções subordinativas, palavras responsáveis pela construção do período composto por subordinação.
O objeto direto integra o sentido de um verbo transitivo direto
Objeto direto
Aprenda o que é objeto direto e entenda a sua função como termo integrante da oração.
Em geral, o objeto direto não é antecedido de preposição, mas existem casos especiais em que seu uso é obrigatório
Objeto direto preposicionado
Conheça os casos em que o objeto direto pode ser preposicionado e amplie seus conhecimentos sobre esse termo integrante da oração.
O objeto indireto integra o sentido de verbos transitivos indiretos
Objeto indireto
Conheça o objeto indireto, complemento que se liga a um verbo transitivo indireto por meio de uma preposição.
A oração sem sujeito é aquela que apresenta verbos impessoais, os quais não se referem a uma pessoa do discurso
Oração sem sujeito
Neste artigo refletimos a respeito da oração sem sujeito e dos verbos impessoais que dispensam a existência de sujeito do discurso.
O predicativo do sujeito é um termo localizado no predicado da oração que serve para qualificar ou classificar o sujeito.
Predicativo do sujeito
Aprenda o que é predicativo do sujeito e qual é a função sintática desse termo na oração. Entenda como ele é formado e pratique o que aprendeu com exercícios.
Os termos constituintes da oração comportam os chamados essenciais, integrantes e acessórios
Termos constituintes da oração
Não deixe de conhecer esta seção, a qual irá tratar dos termos constituintes da oração!!!
video icon
Português
Bons dias, de Machado de Assis
Assista a nossa videoaula para conhecer um pouco mais sobre o livro de crônicas Bons dias, do escritor Machado de Assis. Confira nossa análise!

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
Videoaula Brasil Escola
Filosofia
Anaxágoras
Assista nossa videoaula para entender mais sobre o pensamento pluralista de Anaxágoras.
video icon
Videoaula Brasil Escola
Guia de Profissões
Publicidade e Propaganda
Que tal conhecer um pouco mais sobre as funções de um publicitário?
video icon
Videoaula Brasil Escola
Inglês
Estrangeirismo
Nessa videoaula você entende sobre o estrangeirismo na música "Samba do Approach."