Whatsapp icon Whatsapp

Absolutismo

Absolutismo: o regime que marcou a passagem da Idade Média para a Idade Moderna.
Absolutismo: o regime que marcou a passagem da Idade Média para a Idade Moderna.
No estudo da formação das monarquias nacionais européias, temos uma usual definição onde tentamos buscar nas mudanças do período medieval a principal fonte explicativa para a ascensão desse tipo de governo. Para tanto, realiza-se uma extensa discussão sobre a crise que assolou a Europa durante o século XIV e engendrou todo um contexto favorável para a ascensão política do monarca. Nesse contexto, dá-se destaque fundamental para os interesses da burguesia e da nobreza.

Em certo sentido, temendo a ascensão dos movimentos contrários à supremacia nobiliárquica, os grandes senhores feudais apoiaram politicamente a formação de grandes exércitos capazes de garantir-lhes a manutenção de seus privilégios econômicos. Durante tal processo, a figura política local do senhor de terras teve suas funções assumidas pela figura do rei, agora responsável único pelas tributações e ordenação dos serviços militares.
Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

No entanto, essa troca de papéis não significou necessariamente o início de um processo de marginalização política dos nobres. A nobreza representava uma forte base de sustentação política capaz de legitimar a autoridade do monarca. Por essa razão, os nobres foram amplamente privilegiados no interior do estado absolutista ao ter a isenção sobre diversos impostos, além do expressivo poder de barganha política para obter favores pessoais do rei.

Concomitantemente, a burguesia também apoiou a figura do rei absolutista ao perceber os problemas que o poder local e a falta de unidades fiscais e monetárias causavam aos seus negócios. Os diversos tributos pagos a cada um dos senhores feudais e a ausência de uma moeda com valor previamente definido causavam sérios contratempos no desenvolvimento das atividades comerciais. Por isso, a burguesia via com bons olhos a ascensão de uma autoridade capaz de estabelecer tais padrões.

Para sustentar seu poder e ampliar seu mecanismo de controle sobre o Estado, o rei aplicou pesados impostos sobre o campesinato e a burguesia. Ao mesmo tempo, o Estado preocupou-se em ampliar suas riquezas implementando práticas que pudessem, principalmente, ampliar o volume de negócios geridos pela própria burguesia. Em razão de tal fato, podemos apontar uma troca de favores entre o rei e a classe comerciante.
Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Excluindo as questões de ordem política e econômica, temos também que salientar que a vinculação a valores religiosos foi de grande importância para a consolidação da realeza. Nascendo em uma sociedade ainda visivelmente marcada por um imaginário de traço religioso, o rei também deveria demonstrar a natureza divina do seu poder. Sendo assim, os reis se cercaram de formas ritualizadas e comportamentos distintivos capazes de sacralizar sua própria imagem.

Por fim, ao contrário do que possa parecer, o Estado Absolutista encontrou grandes entraves na reafirmação de sua autoridade. À medida que visava impor sua vontade, o rei podia muitas vezes interferir nos interesses de determinadas classes ou causar sérios prejuízos à nação ao tomar certas decisões. Por isso, apesar de “absoluto”, o poder do rei teve que enfrentar diversas tensões para impor seu próprio poder.
Publicado por Rainer Gonçalves Sousa
Assista às nossas videoaulas

Artigos de Absolutismo

A militarização foi uma das principais características do Absolutismo na Prússia
Absolutismo na Prússia
Conheça algumas das características do absolutismo na Prússia
O absolutismo e o poder divino dos reis X ideias iluministas
Crise do absolutismo e do mercantilismo
Veja aqui a história da crise do absolutismo e do mercantilismo e saiba como as ideias iluministas contribuíram para a ascensão do liberalismo político e econômico.
A unificação da Espanha formalizou-se com o casamento entre Fernando de Aragão e Isabel de Castela
Formação da Monarquia Nacional Espanhola
Saiba como ocorreu a formação da Monarquia Nacional Espanhola durante o processo de guerras pela reconquista da Península Ibérica.
Rei Henrique VII, um dos responsáveis pela centralização monárquica na Inglaterra.
Formação da Monarquia Nacional Inglesa
O processo de consolidação da monarquia nacional inglesa.
Jean Bodin construiu seu pensamento a partir da reflexão sobre a idéia de soberania.
Jean Bodin
Um dos mais proeminentes defensores do Estado Absolutista moderno.
Jacques Bossuet, Thomas Hobbes e Nicolau Maquiavel: expoentes do pensamento absolutista.
Teóricos do Absolutismo
Os princípios e questões que nortearam a teoria absolutista.
Hobbes: o Estado visto como um contrato em que os homens superam seu “estado de natureza”.
Thomas Hobbes
O pensador que pensou o Estado por meio da noção de contrato.
video icon
Português
Ana Cristina Cesar
Nesta videoaula, você conhecerá um pouco mais sobre a vida de Ana Cristina Cesar, uma importante escritora brasileira da poesia marginal. Nesta videoaula, você conhecerá um pouco mais sobre a vida de Ana Cristina Cesar, uma importante escritora brasileira da poesia marginal. Confira nossa análise! Confira nossa análise!

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
Videoaula Brasil Escola
Inglês
Genitive Case
É hora de aperfeiçoar sua gramática na Língua Inglesa. Assista!
video icon
Videoaula Brasil Escola
Sociologia
Democracia racial
Você sabe o que significa democracia racial? Clique e nós te ensinamos!
video icon
Tigres Asiáticos
Geografia
Tigres Asiáticos
Assista à nossa videoaula sobre os Tigres Asiáticos, e conheça as razões do desenvolvimento rápido desses territórios.