Whatsapp icon Whatsapp

Idade Moderna

Dentro da periodização clássica utilizada na História, a Idade Moderna é um dos períodos da história humana e sucedeu a Idade Média e antecedeu a Idade Contemporânea. Cronologicamente, a Idade Moderna começou com a conquista de Constantinopla pelos otomanos em 1453 e se encerrou com a tomada da Bastilha em 1789.

Acesse também: Idade Média — o período que antecedeu a Idade Moderna

O que é a Idade Moderna?

Cronologicamente falando, a Idade Moderna é o período que se estendeu de 1453 a 1789. A visão clássica dos historiadores determinou diversos marcos que são acontecimentos de passagem, isto é, que delimitam o fim de um período e o começo de outro. No caso da Idade Moderna, esses marcos são:

  • a conquista da cidade de Constantinopla pelos otomanos no ano de 1453;
  • A tomada da Bastilha pela população parisiense no ano de 1789.
A conquista de Constantinopla e o fim do Império Bizantino em 1453 configuram o marco que inicia a Idade Moderna.[1]
A conquista de Constantinopla e o fim do Império Bizantino em 1453 configuram o marco que inicia a Idade Moderna.[1]

Considerações sobre o conceito de Idade Moderna

Uma consideração importante a respeito desses marcos é o fato de que não podemos interpretá-los de maneira definitiva. Isso significa que a conquista de Constantinopla pelos otomanos em 1453 não fez com que todas as características da Idade Média desaparecessem da Europa em 1454.

Esse fato é entendido pelos historiadores como um marco que ocasionou mudanças significativas na Europa. Essas modificações podem ser percebidas no curto prazo, mas só no longo prazo que de fato as diferenças substanciais se tornaram perceptíveis. E mesmo com a mudança de período, muitas semelhanças perduraram.

Jacques Le Goff cunhou o termo “longa Idade Média”, usado por ele para se referir a fragmentos do período medieval que permaneceram no longo prazo. Alguns deles, inclusive, existiram até meados do século XIX, portanto Idade Contemporânea|2|.

[publicidade_omnia]

Outra observação importante é entendermos que esses marcos são balizadores que possuem um ponto de vista eurocêntrico, portanto tiveram impacto diretamente nas sociedades europeias e ignoraram os acontecimentos da história de outras sociedades que não a europeia e ocidental.

O conceito de Idade Moderna surgiu como uma necessidade de determinados intelectuais de diferenciar a época em que eles estavam inseridos do período medieval. A Idade Moderna, portanto, surgiu quando foi pensada a Idade Média. O primeiro erudito que pensou nisso foi um italiano do século XIV chamado Francesco Petrarca.

No século seguinte, essa ideia ganhou força, uma vez que muitos intelectuais, sobretudo na região da Itália, começaram a defender a ideia de que os valores de seu século eram diferentes dos valores existentes na Europa de séculos passados. Começava a ganhar espaço já nesse século a ideia de que a preeminência do homem tinha substituído a de Deus.

O raciocínio desses intelectuais partia da ideia de que existia uma antiguidade que encarnava os ideais de arte e conhecimento deles. Essa era a Antiguidade Clássica. A partir da derrocada dos romanos, iniciou-se um novo período, que se encerrou com a cultura do século XV, entendido por eles próprios como “moderno”. O período entre essa cultura moderna e essa Antiguidade Clássica ficou conhecido como Tempo Médio. Daí veio a Idade Média, expressão utilizada pela primeira vez em 1469, por Giovanni Andrea.

Os marcos estabelecidos também foram pensados por intelectuais dessa época. No caso da Idade Moderna, o historiador alemão Christopher Keller afirmou em um volume de uma enciclopédia escrita por ele e publicada em 1688 que a Idade Média tinha se encerrado com a conquista de Constantinopla em 1453.

Acesse também: Baixa Idade Média — a derrocada do feudalismo e a centralização do poder real

Acontecimentos marcantes da Idade Moderna

A Idade Moderna é considerada o período de transição do modo de produção feudal para o modo de produção capitalista. Essa transição se deu pelas práticas econômicas do mercantilismo, que contribuíram para a mundialização do comércio europeu. Essa mundialização do comércio tem relação direta com o colonialismo que se estabeleceu quando os europeus chegaram à América em 1492.

A chegada dos europeus na América por meio da expedição de Colombo em 1492 é um dos marcos desse período.
A chegada dos europeus na América por meio da expedição de Colombo em 1492 é um dos marcos desse período.

No campo político, mudanças significativas também aconteceram. O rei se fortaleceu e as nações que surgiram se estruturaram ao redor desse monarca absoluto. É, portanto, o período do absolutismo e de reis imponentes, como Luís XIV, que se autodefinia como Rei Sol. Significativo também foi o papel de muitos intelectuais que criaram construções ideológicas para sustentar o poder dos reis.

É um período também de agitação popular e da consolidação burguesa. As camadas populares, lutando por seus direitos, posicionaram-se durante a Revolução Puritana, que aconteceu na década de 1640, na Inglaterra, por exemplo. Os diggers e levellers defenderam os interesses do povo e tinham ideias republicanas e coletivistas, mas foram esmagados pelo poder burguês.

A mundialização do comércio permitiu a acumulação do capital, e essa ação se fortaleceu principalmente depois que a Reforma Religiosa levou ao surgimento dos protestantes. A Igreja perdeu força, assim como a fé, que deu espaço à predominância da razão, sobretudo quando surgiram os iluministas.

O desenvolvimento da ciência e a acumulação do capital permitiram o desenvolvimento da indústria na Inglaterra, local que reuniu as condições para a Revolução Industrial. Esta, por sua vez, trouxe mudanças significativas nas relações de trabalho, nas formas de produção, e resultou no surgimento do capitalismo.

A passagem da Idade Moderna para a Idade Contemporânea se deu quando o Iluminismo passou da discurso intelectual e se tornou ação política. A Revolução Francesa foi a revolução burguesa e liberal por essência e marcou o início do fim do absolutismo e do Antigo Regime em toda a Europa.

Acesse também: A queda do absolutismo na Inglaterra

Por que dividimos a História em períodos?

Todo estudante que se forma em uma escola brasileira aprende que a História é dividida em cinco grandes períodos (que veremos quais são mais abaixo no texto). Essa periodização da história é algo comum para nós que estamos no século XXI, mas nem sempre foi assim, porque ela é uma criação recente.

O historiador francês Jacques Le Goff fala que a utilização da periodização é uma forma encontrada pelo homem para dominar o tempo, ou seja, a criação de períodos foi a forma que encontramos para organizar nossa vida cotidiana e entendermos as mudanças que ocorrem com o passar do tempo|1|.

Ao longo da história humana, várias nomenclaturas diferentes foram utilizadas para periodizar o tempo, e essa ação se consolidou como uma necessidade, sobretudo quando a História se tornou uma área do saber profissional e uma matéria de ensino escolar. Esse processo aconteceu na passagem do século XVIII para o XIX, embora desde a Antiguidade já existam registros que mostram a utilização da periodização por diferentes intelectuais.

A periodização da forma como utilizamos hoje nos permite identificar momentos marcantes que serviram como catalisadores de transformações das sociedades. Dentro da lógica do século XIX, a periodização incluía muito a ideia de evolução da humanidade ao longo do tempo, mas, atualmente, os historiadores também defendem a ideia de que a periodização nos permite visualizar momentos de retração e que nem só de progressos vive o homem.

A partir do século XIV, principalmente a partir do século XVI, começou a se formar uma ideia que dividia o mundo em três grandes eras: a era antiga, a medieval e a era moderna. A periodização atual que temos se estruturou a partir do século XIX e dividiu a história em cinco períodos:

Notas

|1| LE GOFF, Jacques. A História deve ser dividida em pedaços? São Paulo: Editora Unesp, 2015, p. 11.

|2| LE GOFF, Jacques. Uma longa Idade Média: Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2011.

Créditos da imagem

[1] Lestertair e Shutterstock

Publicado por Daniel Neves Silva

Seções de Idade Moderna

Absolutismo: o regime que marcou a passagem da Idade Média para a Idade Moderna.
Absolutismo
Absolutismo, Idade Média, Idade Moderna, entraves comerciais, centralização do poder político, sociedade feudal, ampliação comercial, Estado Absolutista, nobreza, burguesia, rei, autoridade monárquica, monarquia.
Reforma Protestante
Acesse este texto para saber mais detalhes sobre a Reforma Protestante. Entenda o contexto e as motivações que levaram ao início dessa reforma.

Artigos de Idade Moderna

A saída de Portugal era apenas o primeiro passo de uma desafiadora aventura.
A aventura das grandes navegações
Os infortúnios e rotinas que marcaram essa aventura histórica.
Vasco da Gama, navegante que concretizou a circunavegação do continente africano.
A expansão marítima portuguesa
Expansão marítima portuguesa, Expansionismo marítimo português, Conquista de Ceuta, Sagres, circunavegação do continente africano, colonização da Costa Africana.
Estátua de Santa Teresa de Ávila em um convento português
A mística católica de Santa Teresa e São João da Cruz
Saiba que importância teve e ainda tem a mística católica de Santa Teresa e São João da Cruz para a história intelectual e religiosa moderna.
O pintor italiano Piero della Fracesca revolucionou a pintura ao introduzir nela o princípio da perspectiva
A pintura de Piero della Francesca
Entenda a importância da pintura de Piero della Francesca e como ela foi desenvolvida no século XV.
Oliver Cromwell — Lorde Protetor inglês e principal figura da Revolução Puritana
A trajetória de Oliver Cromwell
Conheça a vida de Oliver Cromwell, o Lorde Protetor dos ingleses.
A abolição da escravatura aconteceu em 1888, mas alguns estados brasileiros, como o Amazonas, aboliram a escravidão em 1884.*
Abolição da escravatura
Clique aqui para saber mais como ocorreu o processo de abolição da escravatura, que aconteceu em 1888. Entenda como se mobilizou o movimento abolicionista.
A Europa majestosa e a América selvagem: um exemplo da visão de mundo do colonizador.
As visões do Novo Mundo
A representação e os valores do europeu sobre as novas terras descobertas.
Acima, emblema do Império Otomano *
Ascensão do Império Otomano
Entenda como se efetivou a ascensão do Império Otomano na transição da Idade Média para a Idade Moderna.
Os limites do Tratado de Tordesilhas: Portugal já havia encontrado as terras brasileiras?
Bula Inter Coetera e Tratado de Tordesilhas
Expansão marítimo-comercial, Portugal, Espanha, Costa Africana, Bula Inter Coetera, Tratado de Tordesilhas, papa Alexandre VI, Açores, Cabo Verde, grandes navegações, Brasil.
O capitalismo começou a se expandir ao fim da Idade Média, criando inúmeras instituições, como os bancos
Capitalismo e seu desenvolvimento
Conheça as principais características do capitalismo e como ele se desenvolveu em sua história.
Retrato equestre de Carlos I, feito por Anthonis van Dyck (1599-1641).*
Carlos I e o declínio do Absolutismo na Inglaterra
Neste link você encontrará informações sobre a vida de Carlos I e os acontecimentos de seu reinado.
A reunião do Concílio de Trento foi importante para o processo de ação contrarreformista da Igreja Católica
Concílio de Trento
Saiba mais sobre o Concílio de Trento e as suas consequências para o contexto da Europa do século XVI.
O rei de Portugal, Manuel I, foi o responsável pela medida de manter à força em território lusitano os cristãos-novos
Cristãos-novos
Saiba quem foram os cristãos-novos, por que recebiam esse nome e que tipo de perseguição sofreram em terreno português durante a Idade Moderna.
Oliver Cromwell e Carlos I morto, tela de Paul Delaroche (1797-1856)
Cromwell e a Revolução Puritana Inglesa
A Revolução Puritana foi o processo histórico que garantiu a consolidação da revolução burguesa na Inglaterra.
Elmo arrendondado que deu origem ao apelido detido pelos membros do Exército de Novo Tipo
Cromwell e o Exército de Novo Tipo
Saiba o que foi o Exército de Novo Tipo e sua participação na Revolução Puritana.
Catarina II foi uma monarca visivelmente influenciada pelos princípios iluministas.
Despotismo Esclarecido
O movimento que empreendeu a influência do Iluminismo nas monarquias nacionais.
Colombo: o primeiro navegador a estipular as conquistas marítimas da Coroa Espanhola.
Expansão Marítima Espanhola
Clique aqui e entenda como ocorreu a expansão marítima espanhola!
O Renascimento está dividido em fases marcadas por diferentes artistas e traços.
Fases do Renascimento Italiano
Os distintos períodos que marcam o Renascimento na Itália.
Para os fisiocratas, como Quesnay, a terra era a gênese de toda riqueza produzida.
Fisiocracia
As diretrizes de uma importante teoria econômica do pensamento iluminista.
O processo de formação das Monarquias Nacionais atribuiu novas feições à Europa.
Formação das Monarquias Nacionais
Monarquia, Monarquias Nacionais, formação das monarquias nacionais, instalação do poder monárquico, crise do feudalismo, instalação do poder real, Baixa Idade Média, Europa, Mercantilismo, Idade Moderna, Revoluções Liberais, Absolutismo.
Estátua do lendário Pachacuti, primeiro imperador inca
Francisco Pizarro e a conquista dos incas
Saiba como Pizarro liderou os espanhóis na conquista dos incas aproveitando-se da guerra entre Atahualpa e Huáscar.
Guerra das Rosas
Saiba os motivos que ocasionaram a Guerra das Rosas. Entenda o porquê do nome desse conflito. Acompanhe as disputas pelo poder inglês entre os York e os Lancaster.
Guerra dos Trinta Anos
Clique no link e veja como as disputas religiosas motivaram a Guerra dos Trinta Anos. Acompanhe os períodos da guerra, os principais países em disputa e como acabou.
Historiador Henri Pirenne (1862-1935)
História do Capitalismo
A História do Capitalismo sempre apresentou discordância entre historiadores e sociólogos.
O parto em cesariana remete a diversas fontes históricas, mas tem sua história associada diretamente a Júlio César
História do parto por “cesariana”
Saiba mais sobre a história do parto por “cesariana” e descubra o porquê desse nome e qual é a sua procedência.
O Humanismo foi uma das questões que marcaram profundamente o Renascimento.
Humanismo
Clique e entenda o que foi e quais são as características do humanismo!
Diderot foi um dos responsáveis pela difusão do pensamento iluminista.
Iluminismo
Iluminismo, princípios iluministas, ideário iluminista, René Descartes, Isaac Newton, John Locke, Montesquieu, Voltaire, Jean-Jaques Rousseau, Diderot, D’Alembert, Enciclopedismo, liberalismo.
Selo retrata a Festa do Chá de Boston, episódio em que colonos destruíram caixas de chá no porto dessa cidade*
Independência dos Estados Unidos
Entenda o processo de independência dos Estados Unidos, realizado pela elite colonial insatisfeita com a metrópole.
Johann Gutenberg foi o responsável pela invenção da imprensa no século XV
Invenção da Imprensa
Saiba mais sobre a Invenção da Imprensa e que impacto essa invenção ocasionou na sociedade moderna.
John Wycliffe é considerado um dos precursores da Reforma Protestante na Europa
John Wycliffe, precursor da Reforma
Saiba quem foi John Wycliffe e que importância ele teve para as teses reformistas do cristianismo.
Liberalismo
Clique aqui para entender o conceito de liberalismo, a sua história e as aplicações do liberalismo nos campos político e econômico.
Maria Stuart
Saiba mais sobre a vida de Maria Stuart ao acessar este texto. Veja detalhes sobre sua infância, seus casamentos e os motivos de sua morte precoce.
Martinho Lutero foi o precursor da Reforma Protestante
Martinho Lutero
Saiba quem foi Martinho Lutero e quais impactos seu pensamento produziu no mundo a partir da Reforma Protestante.
Mercantilismo
Acesse o site e saiba mais sobre o mercantilismo. Conheça as suas origens e suas principais características, bem como entenda seus tipos e sua aplicação no Brasil.
Os holandeses desenvolveram atividades mercantis de natureza comercial e industrial.
Mercantilismo Holandês
Clique aqui e conheça as características do mercantilismo holandês!
O metalismo foi um dos pilares do sistema mercantilista
Metalismo
Saiba o que foi o Metalismo, ou bulionismo, e a importância que isso tinha para a economia durante a Idade Moderna.
Luís XIV foi o paradigma do monarca absolutista
O direito divino dos reis absolutistas
Entenda o que foi o direito divino dos reis absolutistas e o modo como esse modelo jurídico exerceu influência no início da modernidade.
Denis Diderot, um dos criadores do enciclopedismo
O enciclopedismo
O enciclopedismo foi criado no intuito de agrupar os princípios dos ideais iluministas.
O infante Dom Henrique teve grande papel no desenvolvimento marítimo de Portugal.
O pioneirismo português
Os fatores que contribuíram para a inserção de Portugal nas Grandes Navegações.
O Reino do Congo teve importante participação no desenvolvimento do tráfico de escravos.
O Reino do Congo
Uma das mais complexas civilizações africanas do período moderno.
Gravura de Bartholomaeus Anglicus (Jean Corbechon), de 1482, mostrando o trabalho de tintura em uma manufatura de tecidos *
Origem do capitalismo e fim do feudalismo
A origem do capitalismo é encontrada no processo de desintegração do feudalismo. Clique e saiba mais!
O Pacto colonial foi firmado entre metrópoles europeias e colônias americanas
Pacto Colonial
Saiba o que era e que importância tinha o Pacto Colonial no contexto da política econômica mercantilista.
Selo nigeriano com imagem de uma máscara de madeira típica do reino de Benin *
Reino de Benin
Saiba mais a respeito do Reino de Benin e o seu desenvolvimento na África durante a modernidade.
Detalhe do teto da Capela Sistina, pintado por Michelangelo Buonarroti
Renascimento Cultural
Conheça as principais características do Renascimento Cultural e o que ele significou para a Idade Moderna.
À esquerda, pintura medieval em formato plano; à direita, pintura renascentista com abordagens a partir do perspectivismo (profundidade, racionalidade
Renascimento e utopias
Saiba mais sobre o Renascimento e como os pensadores e a sociedade renascentista permaneceram permeados por utopias que eram criadas como forma de fuga do mundo.
Acima, quadro representando o julgamento de Galileu a propósito da tese referente ao movimento da Terra em torno do Sol
Revolução Científica do século XVII
Saiba mais a respeito do contexto em que a Revolução Científica do século XVII aconteceu e de sua importância para a concepção atual de ciência.
Com a Revolução Gloriosa, Maria Stuart, filha de Jaime II, foi coroada rainha da Inglaterra.
Revolução Gloriosa
Clique e acesse este texto para ter informações sobre a Revolução Gloriosa, a primeira revolução burguesa da história e que marcou a queda da dinastia Stuart.
Operários belgas em greve, em mina de Haazard, em gravura do século XIX
Revolução Industrial e início do capitalismo
Saiba mais sobre a origem da Revolução Industrial e suas consequências.
Revolução Inglesa
Acesse o site e saiba mais sobre a Revolução Inglesa. Entenda os eventos que desencadearam essa revolução e as suas consequências para a Europa.
Acima, “A Batalha de Alexandre”, de Altdorfer, 1529
Tempos históricos no quadro “A Batalha de Alexandre”
Entenda como se confluem os tempos históricos no quadro “A Batalha de Alexandre”, de Albrecht Altdorfer, pintado em 1529 para o Duque da Baviera.
O tráfico negreiro transatlântico durou mais de 300 anos
Tráfico negreiro transatlântico
Fique sabendo como funcionava e que importância tinha o tráfico negreiro transatlântico na Idade Moderna.
Tratado de Methuen: o acordo que marcou a história econômica portuguesa no século XVIII.
Tratado de Methuen
O acordo comercial que marcou a história econômica lusitana.
Selo espanhol com imagem do rei Felipe V *
Tratado de Utrecht
Saiba por que e o que foi estabelecido no Tratado de Utrecht, assinado em 1713.
video icon
Sociologia
O que é comunismo?
O termo comunismo ganhou nos últimos anos uma revitalização, seja crítica, seja de apoio. Com esta videoaula, você entende melhor esse conceito e seus múltiplos significados.

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
Videoaula Brasil Escola
Inglês
Genitive Case
É hora de aperfeiçoar sua gramática na Língua Inglesa. Assista!
video icon
Videoaula Brasil Escola
Sociologia
Democracia racial
Você sabe o que significa democracia racial? Clique e nós te ensinamos!
video icon
Tigres Asiáticos
Geografia
Tigres Asiáticos
Assista à nossa videoaula sobre os Tigres Asiáticos, e conheça as razões do desenvolvimento rápido desses territórios.