Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Química
  3. Química Geral
  4. Alotropia do Carbono

Alotropia do Carbono

A alotropia do carbono consiste na união de vários átomos de carbono que podem formar diferentes substâncias.

O fato de a grafite e o diamante terem o mesmo elemento (carbono) como constituinte pode causar dúvidas como: por que materiais que possuem a mesma constituição atômica são tão diferentes na consistência?

Enquanto a grafite risca suaves traços no papel, o diamante perfura dentes. As brocas usadas pelos dentistas são diamantadas, ou seja, são recobertas por diamantes. Para se ter ideia da dureza do diamante, ele é utilizado para cortar blocos de granito.

A Alotropia é o conceito que explica por que os átomos de Carbono podem se unir de várias formas diferentes formando inúmeras substâncias.

O diamante e a grafite são alótropos do carbono e se diferem pelo arranjo geométrico:

- A grafite de que estamos falando é aquele sólido macio e cinza presente na ponta do lápis, que possui densidade = 2,25 g/cm3.

- O diamante é transparente (com brilho característico) e duro. Sua densidade é 3,51 g/cm3.

Vejamos as estruturas moleculares dos alótropos do carbono:


As duas formas são substâncias simples formadas apenas por carbono, mas que devido ao rearranjo dos átomos se transformam em substâncias com propriedades completamente diferentes. É o que chamamos de rearranjo dos átomos.

Veja mais!

Estudo do carbono

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)
Rearranjo entre átomos origina diferentes compostos.
Rearranjo entre átomos origina diferentes compostos.
Publicado por: Líria Alves de Souza
Assista às nossas videoaulas
Assuntos relacionados
Na imagem vemos “cavalos de pau” extraindo petróleo e uma refinaria ao fundo de onde se obtêm os seus derivados, que são frações de hidrocarbonetos
Hidrocarbonetos
Conheça o grupo funcional dos hidrocarbonetos e suas especificidades.
A cola derivada da resina epóxi e poliamida é cinza e resistente.
Epóxidos
Polímeros Epóxidos, derivados de poliéteres, reação do bis-fenol com epóxi, éter cíclico, cola do tipo epóxi, mistura de poliamida e resina epóxi, fibras de carbono, polímeros sintéticos, composites, fibras de grafite.
Número de nuvens eletrônicas e a hibridização
Nuvens eletrônicas ao redor do átomo central.
Apesar de ter a altura de um átomo, a camada de grafeno é visível a olho nu em virtude de efeitos relativísticos que surgem em sua estrutura.
Grafeno
Já ouviu falar do grafeno? Clique aqui e confira as incríveis características desse material que o tornam tão especial. Algumas de suas propriedades físicas fazem dele o material do futuro, com potencial para ser usado na construção de superbaterias, painéis solares eficientes, telas dobráveis, entre outros.
Os compostos orgânicos, que compõem a maioria das substâncias ao nosso redor e até mesmo dentro de nós, são formados por diferentes tipos de cadeias c
Classificação das Cadeias Carbônicas
Na classificação das cadeias carbônicas, é necessário observar os tipos de ligações, o fechamento da cadeia, a natureza dos átomos e as suas disposições na cadeia.
Enxofre sendo processado de forma industrial
Enxofre
Clique e conheça tudo (características atômicas, formas de obtenção, propriedades) sobre o elemento químico enxofre.
O carbono é o elemento-base da Química Orgânica.
Carbono
Aprenda um pouco mais sobre o carbono e suas formas alotrópicas, onde é encontrado e suas aplicações no dia a dia.
Formação de polímeros: montagem de um quebra-cabeça.
Como se formam os polímeros?
Visão dos polímeros como peças de um quebra-cabeça.
Nas décadas de 1920 e 1930 a baquelite foi muito utilizada para produzir telefones.
Polímero baquelite
A baquelite é um polímero do tipo polifenol. Descubra por que ela foi o primeiro polímero de importância industrial e conheça sua constituição e aplicações.
Embora tenham a mesma fórmula molecular e ambas sejam glicídios, a frutose e a glicose são oses de classes diferentes.
Classificação dos Glicídios
Conheça a classificação dos glicídios, que apresenta como critério principal a ocorrência ou não de hidrólise de seus compostos.
O polímero poliéster é usado na produção de fibras têxteis
Poliéster
O polímero PET do qual são feitas as garrafas de água e refrigerantes é um poliéster. Saiba mais sobre a composição e as aplicações desse polímero.