Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Química
  3. Tabela periódica
  4. Metais alcalinoterrosos

Metais alcalinoterrosos

Os metais alcalinoterrosos são todos os elementos químicos que compõem a família IIA da Tabela Periódica.

Os metais alcalinoterrosos são os elementos que compõem a família IIA ou grupo 2 da Tabela Periódica. Os elementos desse grupo receberam o nome alcalinoterroso porque são encontrados em vários minerais presentes na terra, além de formarem com muita frequência substâncias básicas.

Os elementos químicos que compõem a família dos metais alcalinoterrosos são:

  • Berílio (Be);

  • Magnésio (Mg);

  • Cálcio (Ca);

  • Estrôncio (Sr);

  • Bário (Ba);

  • Rádio (Ra).

As principais características físicas e químicas que os metais alcalinoterrosos apresentam são:

  • possuem característica metálica;

  • apresentam dois elétrons na camada de valência (última camada de uma distribuição eletrônica). Veja a distribuição eletrônica de três elementos para comprovar essa característica:

  • apresentam a tendência de perder dois elétrons (já que são metais e possuem dois elétrons na camada de valência);

Observação: Como são metais e apresentam a tendência de perder dois elétrons, os metais alcalinoterrosos são representados sempre da seguinte forma:

X+2

  • na natureza, são encontrados apenas associados a outros átomos e nunca na forma pura;

  • são metais de baixa dureza (capacidade de riscar outros materiais);

    Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)
  • apresentam cor branco-prateada;

  • formam óxidos, sais e bases em grande número;

  • formam compostos iônicos, com exceção do Berílio, que, por ter uma elevada energia de ionização, forma compostos covalentes;

  • apresentam raio atômico menor do que os metais alcalinos (IA), ou seja, seus átomos são menores;

  • apresentam energia de ionização maior do que os metais alcalinos;

  • possuem pontos de fusão e ebulição maiores do que os metais alcalinos;

  • são elementos mais densos do que os metais alcalinos;

  • são menos reativos do que os metais alcalinos.

Como os elementos alcalinoterrosos formam um grande número de substâncias, eles apresentam um grande número de aplicações, dentre as quais, destacamos:

  • Produção de materiais pirotécnicos, sendo responsáveis pelas colorações verde e vermelho em fogos de artifício (estrôncio e bário);

  • Produção de cimento (cálcio);

  • Produção de gesso (cálcio);

  • Produção de cal viva (cálcio);

  • Participam da composição de estruturas corporais como ossos, dentes etc. (cálcio);

  • Produção de ligas leves (para uso aeronáutico) (berílio e magnésio);

  • Produção de fertilizantes (cálcio);

  • Produção de medicamentos (estrôncio);

  • Tratamento do câncer (rádio e bário).

O cimento é composto por um óxido que apresenta na sua constituição o metal alcalinoterroso cálcio
O cimento é composto por um óxido que apresenta na sua constituição o metal alcalinoterroso cálcio
Publicado por: Diogo Lopes Dias
Assuntos relacionados
Botes salva-vidas podem ser inflados a partir de reações com hidróxidos
Reações com hidretos
Clique e aprenda os princípios e como devemos proceder na montagem de equações que representam reações com hidretos.
Bases
Conheça quais são as principais bases e como elas são classificadas. Aprenda como nomeiam-se os compostos alcalinos e quais são suas aplicações mais comuns.
Peróxido de hidrogênio: descolorante de cabelos
Óxidos
Óxidos ácidos, óxidos básicos, peróxido, pedra-pomes, limpeza dentária, dióxido de silício, óxido de alumínio, cristais, rochas, areia, peróxido de hidrogênio, água oxigenada, clarificadores, alvejantes, hidróxido de cálcio, óxido de cálcio, anidridos, trióxido de enxofre, ácido sulfúrico.
Utilizamos o sal para salgar alimentos.
Os sais
Sais, compostos iônicos, cloreto de sódio, sal de cozinha, cátion, ânion, base forte, ácido forte, hidróxido de sódio, ácido clorídrico, reação de neutralização, sabor salgado, dicromato de potássio, salinas, Sulfato de cobre.
Ilustração de um átomo com ênfase em seu núcleo
Raio atômico: o tamanho do átomo
O raio atômico (r) é a metade da distância (d) entre dois núcleos de átomos vizinhos. Neste caso, considera-se o átomo como uma esfera.
O sal, como todo composto iônico, apresenta-se na forma de um retículo cristalino
Características e Propriedades dos Compostos Iônicos
A forte ligação de natureza elétrica entre os íons dos compostos iônicos produz aglomerados com formas geométricas bem definidas, que são responsáveis por suas propriedades.
A grafita é uma exceção em relação aos outros compostos covalentes, quando se trata da propriedade de conduzir corrente elétrica
Características e Propriedades dos Compostos Covalentes
Conheça algumas das propriedades dos compostos covalentes ou moleculares, como estados físicos, pontos de fusão e ebulição, polaridade, condutividade, entre outras.
A energia de ionização é necessária para remover um elétron do átomo
Energia de Ionização
Leia aqui sobre a propriedade periódica da energia de ionização, grandeza que mede a energia recebida quando um átomo perde um elétron.
O tamanho do raio atômico muda se ele ganhar ou perder elétrons
Raio Atômico e Iônico
Descubra como ocorre a variação do tamanho do raio atômico quando o átomo perde ou ganha elétrons, transformando-se em um íon.