Descoberta da célula

A descoberta da célula foi possível graças aos avanços na área de microscopia, que permitiram uma melhor visualização de estruturas microscópicas.

As células foram descobertas pelo biólogo Robert Hooke, em 1665, que observava cortes de cortiça (material de origem vegetal utilizado para fazer rolhas). Esse importante pesquisador analisou o corte em um aumento de 270 vezes e verificou a presença de compartimentos, os quais chamou de célula (do latim cella, que significa câmara).

Como foi possível observar as células?

Como todos sabemos, as células são as menores unidades funcionais e estruturais dos organismos vivos. Elas são estruturas, geralmente, microscópicas e complexas que não podem ser analisadas a olho nu. É por isso que o primeiro registro de uma célula foi feito apenas após a criação dos microscópicos.

Acredita-se que o primeiro microscópio foi inventado na Holanda, por volta de 1590, por Zacharias Jansen e seu pai, Hans Jansen. Nessa época, o aparelho não apresentava nenhuma relevância para a ciência, sendo utilizado como uma espécie de brinquedo que possibilitava a observação de objetos de pequenas dimensões.

Com o tempo, os microscópicos foram aprimorados e, com isso, tornaram-se fundamentais para os estudos científicos. Acredita-se que os primeiros materiais biológicos foram observados por Antoni Van Leeuwenhoek (1632-1723), pesquisador que observou, entre outras estruturas, protozoários, bactérias e espermatozoides.

Apesar de os primeiros materiais biológicos terem sido observados por Leeuwenhoek, foi Robert Hooke (1635-1703) que observou pela primeira vez a estrutura a qual chamou de célula. Seus estudos foram publicados no livro Micrographia, e o termo célula ficou conhecido mundialmente, sendo até hoje utilizado.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Vale frisar que o termo célula foi utilizado porque Hooke observou cortes de cortiça, nos quais foi possível observar apenas paredes celulares vegetais de células mortas. Por achar que aquelas estruturas eram apenas pequenas cavidades, denominou-as de célula. Hoje, no entanto, sabe-se que as células apresentam um interior rico em estruturas e que, portanto, não são cavidades vazias.

Teoria celular

Com o avanço da ciência, vários pesquisadores perceberam que diversos organismos eram formados por células. Entre esses pesquisadores, destacam-se o botânico Matthias Schleiden e o fisiologista Theodor Schwann, que chegaram a conclusões importantes a respeito das células.

Schleiden, em 1838, descreveu que a célula era a unidade básica dos vegetais. Um ano mais tarde, ele observou que essa premissa também era verdadeira para animais. Surgia aí a Teoria Celular, que afirma que todos os seres vivos são formados por células.

A Teoria Celular, posteriormente, foi complementada pelas ideias do patologista Rudolf Virchow, que ficou conhecido por sua frase Omnis cellula ex cellula”, que significa toda célula se origina de outra célula”. Atualmente, a Teoria Celular é baseada em três pilares básicos: Todos os organismos vivos são formados por células; as células são as unidades morfológicas e funcionais dos organismos vivos e todas as células surgem de outra preexistente.

A descoberta da célula foi fundamental para o rumo dos estudos em Biologia
A descoberta da célula foi fundamental para o rumo dos estudos em Biologia
Publicado por: Vanessa Sardinha dos Santos
Assuntos relacionados
A configuração das células
Tamanho e Forma das Células
Clique aqui e entenda como são determinados o tamanho e a forma das células.
Algumas etapas da respiração ocorrem nas mitocôndrias
Respiração aeróbica
Entenda as principais etapas da respiração aeróbica e suas diferenças quando comparada à respiração anaeróbica.
De acordo com a teoria celular, todos os seres vivos são compostos por células
Teoria Celular
Você já ouviu falar a respeito da teoria celular? Clique aqui e descubra por que essa teoria é tão importante para a Biologia!
O transporte ativo de substâncias
Transporte Ativo
Transporte de substâncias iônicas e moleculares com gasto energético.
Vesículas citoplasmáticas esféricas.
Peroxissomos
Vesículas que realizam a degradação do peróxido de hidrogênio.
O Ciclo de krebs e a produção de energia para o trabalho celular.
Ciclo de Krebs
A produção de ATP, molécula que fornece energia para a célula.
Microscópio de luz e Eletrônico
A diferença entre ambos e as características de cada um.
Mecanismo de difusão facilitada.
Difusão Facilitada
O transporte passivo de substâncias pela membrana plasmática, regulado por enzimas carreadoras.
A célula eucarionte animal.
Células Eucariontes
Células eucariontes são células com núcleo individualizado e um rico sistema de membranas.
Escherichia coli
Procariontes
Organismos unicelulares com organização citoplasmática rudimentar.
O duplo filamento complementar da molécula de DNA.
Ácidos Nucleicos
Saiba mais sobre o ácido desoxirribonucleico (DNA) e o ácido ribonucleico (RNA).
Robert Hooke: uma vida entregue às mais diversas faces da ciência.
Robert Hooke
Robert Hooke, Hooke, Sir Peter Leiy, Westminster School, Universidade de Oxford, Dr. Busby, Robert Boyle, bomba de ar, pressão e volume dos gases, Denis Papin, panela de pressão, Lei de Hooke, Issac Newton, leis gravitacionais, Royal Society.
Ilustração representando o transporte passivo (moléculas amarelas) e ativo (moléculas alaranjadas).
Transporte passivo
Transporte de substâncias pela membrana plasmática, a favor do gradiente de concentração.
Diferença entre células procarióticas e eucarióticas
Você sabe a diferença entre células procarióticas e eucarióticas? Clique aqui e amplie seus conhecimentos sobre esses dois tipos celulares e conheça suas diferenças.
As células animais e vegetais são células do tipo eucarionte, ou seja, possuem um núcleo definido.
Diferenças entre célula animal e vegetal
Clique aqui e descubra quais são as diferenças entre a célula animal e a vegetal, dois tipos de células eucariontes, ou seja, células que possuem núcleo definido.