Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Biologia
  3. Genética
  4. Gregor Mendel

Gregor Mendel

Gregor Mendel (1822-1884) foi um monge nascido na Morávia que ficou conhecido como o pai da genética. Seus incríveis trabalhos com o cruzamento de ervilhas forneceram informações valiosas sobre hereditariedade. Mesmo sem conhecimento a respeito de divisão celular e material genético, Mendel foi capaz de propor como as características eram transmitidas aos descendentes de maneira correta e até hoje aceita.

Leia também: Hereditariedade – transmissão de características de pais para filhos

Vida de Gregor Mendel

Gregor Johann Mendel nasceu no dia 20 de julho de 1822, na Morávia, que, até o momento, era parte no Império Austro-Húngaro e posteriormente foi incorporada à República Tcheca. Seus pais eram agricultores, e Mendel não dispunha de grande quantidade de dinheiro para investir em sua educação. A fim de conseguir completar o seus estudos, foi enviado para o Monastério de Brunn da ordem de Santo Agostinho. No monastério muitas atividades científicas e educacionais eram realizadas, incluindo, por exemplo, experimentos voltados ao cruzamento de plantas.

O abade Franz Cyril Napp era um naturalista e diretor do monastério em que Mendel vivia. Ele foi seu mentor e extremamente importante para o desenvolvimento do seu trabalho com ervilhas. Napp enviou Mendel para a Universidade de Viena, onde estudou física, matemática e história natural durante os anos de 1851 e 1853, conhecimentos esses que foram essenciais para o desenvolvimento de seu trabalho. Quando retornou, Napp construiu uma estufa onde Mendel pôde continuar seus trabalhos iniciados na graduação. Ao voltar, Mendel também exerceu a docência, ensinando física e história natural em uma escola local.

Mendel morou em um monastério, onde desenvolveu seu famoso trabalho com ervilhas.
Mendel morou em um monastério, onde desenvolveu seu famoso trabalho com ervilhas.

Os trabalhos de Mendel baseavam-se no cruzamento de variedades de ervilhas e nas análises de como as características eram passadas adiante de uma geração para outra. Seus resultados foram apresentados em duas conferências da Sociedade de História Natural de Brunn no ano de 1865, e o trabalho impresso foi publicado, em 1866, nos anais da sociedade.

A princípio a pesquisa de Mendel não gerou grande impacto e seu reconhecimento não veio de imediato. Ele chegou a enviar seu estudo para vários pesquisadores, incluindo Charles Darwin, mas, aparentemente, não foi lido. Na realidade, seus trabalhos só foram prestigiados cerca de 35 anos após a publicação, quando Hugo de Vries, Carl Correns e Erich Tschermak-Seysenegg, de maneira independente, redescobriram-nos. Mendel morreu aos 61 anos de idade, em 6 de janeiro de 1884, sem saber que ficaria conhecido como o pai da genética.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Leis de Mendel

Mendel ficou conhecido pelo seu estudo com a espécie Pisum sativum (ervilha), no qual ele analisou sete características distintas dessa planta: altura da planta, posição da flor, cor da flor, cor da semente, forma da semente, cor da vagem e forma da vagem. Cada uma delas apresentava duas variações. A cor da semente, por exemplo, poderia ser amarela ou verde, enquanto sua forma poderia ser lisa ou rugosa.

Mendel fez diversos cruzamentos até obter linhagens puras, ou seja, que tinham seus descendentes sempre com a mesma característica. Uma planta com semente amarela, por exemplo, só teria descendentes com essa característica.

Ele então fez o cruzamento entre as variantes, por exemplo, uma planta pura de semente amarela com uma planta pura de semente verde. Ele obteve, então, uma primeira geração, que chamou de F1, em que observou apenas sementes amarelas. Então cruzou entre si as plantas da geração F1 e observou que os descendentes apresentavam sementes amarelas e verdes em uma proporção de 3:1.

Mendel realizou um estudo com ervilhas que proporcionou o seu reconhecimento como pai da genética.
Mendel realizou um estudo com ervilhas que proporcionou o seu reconhecimento como pai da genética.

Com esses resultados, Mendel observou que existiam fatores que condicionavam uma determinada característica e que eles eram fornecidos pelo pai e pela mãe. Também pôde concluir que existiam fatores que dominavam sobre outros. A primeira lei de Mendel pode ser enunciada da seguinte forma: as características dos indivíduos são determinadas por um par de fatores, os quais se segregam na formação dos gametas, nos quais ocorrem em doses simples.

Para chegar aos resultados da sua segunda lei, Mendel passou a cruzar plantas que apresentavam duas características distintas. Em um desses cruzamentos, ele avaliou plantas com sementes amarelas e lisas e plantas com sementes verdes e rugosas. Na geração F1 desse cruzamento, Mendel observou que todas as plantas eram amarelas e lisas, e na geração F2, observou plantas com ervilhas amarelas e lisas, verdes e lisas, amarelas e rugosas, e verdes e rugosas, em um proporção de 9:3:3:1.

Com esses resultados, ele formulou sua segunda lei, que pode ser enunciada da seguinte forma: os fatores que determinam diferentes características distribuem-se independentemente para os gametas e combinam-se ao acaso.

Publicado por: Vanessa Sardinha dos Santos
Artigo relacionado
Teste agora seus conhecimentos com os exercícios deste texto
Assista às nossas videoaulas
Lista de Exercícios

Questão 1

Gregor Mendel foi reconhecido como o pai da Genética pelo seu importante trabalho com ervilhas. O trabalho de Mendel foi muito bem executado e parte disso deve-se ao fato de ele ter escolhido rigorosamente o material a ser analisado. Entre as características a seguir, qual é a única não apresentada pelas ervilhas e que poderia afetar negativamente o trabalho de Mendel?

a) Realizam autofecundação.

b) Possuem ciclo de vida longo.

c) São facilmente cultivadas.

d) Possuem um grande número de descendentes.

e) Possuem características fáceis de se observar.

Questão 2

Gregor Mendel realizou vários experimentos com ervilhas a fim de compreender melhor a hereditariedade. Para isso, ele usou plantas consideradas por ele puras. O que significa esse termo?

a) Plantas puras possuem características diferentes daquela que as originou.

b) Plantas puras são homozigotas recessivas.

c) Plantas puras são homozigotas dominantes.

d) Plantas puras resultam da autofecundação por várias gerações.

e) Plantas puras possuem características exclusivamente dominantes.

Mais Questões
Assuntos relacionados
A fecundação garante a transmissão de características aos descendentes
Hereditariedade
Entenda o que é a hereditariedade e conheça um pouco da história do conhecimento a respeito desse importante tema da Genética.
Para estudar a hereditariedade, Mendel analisou ervilhas
Segunda lei de Mendel
Compreenda o que é a segunda lei de Mendel, também chamada de Lei da Segregação Independente. Neste texto falaremos sobre o enunciado dessa importante lei para a Genética e analisaremos o cruzamento entre ervilhas que auxiliou Gregor Mendel na compreensão da herança de duas ou mais características.
Nos cromossomos estão localizados os genes que determinam nossas características
Linkage
Entenda o que é linkage e aprenda como diferenciá-lo de um caso de segregação independente.
Mais de um gene pode estar relacionado com a determinação de apenas uma característica
Interação gênica
Entenda o que é a interação gênica, sua importância na determinação do fenótipo e a diferença entre interações epistáticas e não epistáticas.
Reprodução sexuada
Vários organismos reproduzem-se sexualmente. Clique aqui e conheça as características da reprodução sexuada bem como seus tipos.
O ovócito e os espermatozoides são formados por meio do processo de gametogênese.
Gametogênese
Amplie seus conhecimentos a respeito da gametogênese, processo que leva à formação dos gametas masculinos e femininos. Neste texto, abordaremos os principais pontos da ovogênese e da espermatogênese e a diferença entre esses dois processos. Além disso, resolveremos um exercício a respeito desse importante tema.
A primeira lei de Mendel nos diz que os descendentes recebem um alelo do par de genes que determina uma característica
Primeira Lei de Mendel
Entenda a primeira lei de Mendel e como Gregor Mendel fez seus experimentos e quais resultados ele obteve.
Entender os conceitos básicos de Genética ajuda-nos a resolver atividades relacionadas a essa área
Conceitos básicos de Genética
Conheça alguns conceitos básicos de Genética e descubra que esse conteúdo pode ser muito mais fácil do que você imagina.
Analisando o histórico familiar de um indivíduo, podemos entender melhor suas características
Heredogramas
Entenda o que são heredogramas, conheça as simbologias utilizadas neles e saiba como determinar o tipo de herança que aparece nessas representações.
Genótipo e Fenótipo
Clique e entenda as particularidades e relações entre genótipo e fenótipo.
Os cromossomos apresentam genes que determinam nossas características
Homozigoto e heterozigoto
Entenda o significado dos termos homozigoto e heterozigoto e amplie seus conhecimentos em Genética, a ciência que estuda a hereditariedade.