Whatsapp icon Whatsapp

Meiose

Meiose é um processo de divisão celular que leva à formação de quatro células-filhas com metade do número de cromossomos da célula parental.
Esquema ilustra a ocorrência da meiose
A meiose é um tipo de divisão celular em que uma célula-mãe diploide dá origem a quatro células-filhas haploides.

Meiose é um tipo de divisão celular que se caracteriza pela formação de quatro células-filhas, as quais apresentam apenas a metade dos cromossomos da célula da qual se originaram. A meiose é um processo semelhante à mitose, entretanto, na meiose observam-se duas divisões celulares, as quais são chamadas de meiose I e meiose II.

A meiose I é dividida em prófase I, metáfase I, anáfase I e telófase I, enquanto a meiose II é dividida em prófase II, metáfase II, anáfase II e telófase II.

A meiose é um processo de divisão celular muto importante, pois atua garantindo a manutenção do número de cromossomos nas espécies e também relaciona-se com o aumento da variabilidade genética. Em animais, a meiose é a responsável pela formação dos gametas.

Leia também: Genes x cromossomos — qual a diferença?

Resumo sobre meiose

  • A meiose é uma divisão celular em que se formam quatro células-filhas com a metade dos cromossomos da célula que as originou.

  • A meiose é dividida em meiose I e meiose II.

  • Na meiose I, ocorre a prófase I, metáfase I, anáfase I e telófase I. Na meiose II, a prófase II, metáfase II, anáfase II e telófase II.

  • A meiose I é uma fase reducional, enquanto a meiose II é uma fase equacional.

  • O crossing-over é um importante fenômeno observado durante a prófase I e está relacionado com o aumento da variabilidade genética.

  • Em animais, a meiose é responsável pela formação dos gametas.

  • Na mitose, são formadas duas células-filhas geneticamente idênticas à célula que as originou. Na meiose são formadas quatro células-filhas com metade do número de cromossomos.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

O que é meiose?

A meiose pode ser definida como um tipo de divisão celular em que são formadas quatro células-filhas com metade dos cromossomos da célula parental.

Fases da meiose

A meiose é um processo de divisão celular que promove o surgimento de quatro células-filhas, as quais possuem metade do número de cromossomos da célula da qual foram originadas. Durante esse processo, observamos a ocorrência de duas divisões celulares consecutivas, que recebem os nomes meiose I e meiose II. Vale salientar que a meiose, assim como a mitose, é precedida da duplicação dos cromossomos, um processo que ocorre na chamada interfase.

Etapas da meiose
A meiose é dividida em meiose I e meiose II.

Meiose I

A meiose I caracteriza-se por ser a primeira divisão da meiose, sendo esta uma etapa chamada de reducional, pois ela originará duas células com metade do conjunto de cromossomos original. A meiose I pode ser dividida didaticamente em prófase I, metáfase I, anáfase I e telófase I.

  • Prófase I

A prófase I é a primeira etapa da meiose I, e, assim como na mitose, observa-se a movimentação do centrossomo, formação do fuso, quebra do envelope nuclear e condensação progressiva dos cromossomos. Didaticamente, costuma-se dividir a prófase I da meiose em cinco fases: leptóteno, zigóteno, paquíteno, diplóteno e diacinese.

Leptóteno: Durante essa etapa, observa-se a condensação dos cromossomos, os quais já estão duplicados. É possível observar o cromossomo formado por duas cópias unidas pelo centrômero. É importante salientar que as cópias do cromossomo duplicado que estão ligadas entre si são denominadas cromátides irmãs.

Zigóteno: Nessa etapa da prófase I, ocorre o pareamento dos cromossomos homólogos. À medida que os cromossomos homólogos duplicados se aproximam para o pareamento, observa-se que uma complexa maquinaria proteica (complexo sinaptonêmico) garante a conexão e alinhamento dos cromossomos. Devido ao fato de o cromossomo estar duplicado, o par de homólogos apresentará quatro cromátides. Essas cromátides constituem uma bivalente ou tétrade.

Paquíteno: Quando o complexo sinaptonêmico se forma e os cromossomos estão alinhados e conectados, dizemos que ocorreu a sinapse, sendo esse o ponto de início para a etapa conhecida como paquíteno. Os cromossomos em sinapse permitem a ocorrência de um fenômeno conhecido como crossing over, no qual ocorre a permuta de material genético entre os cromossomos homólogos. O crossing over é muito importante para o aumento da variabilidade genética.

Diplóteno: Nessa etapa, os cromossomos homólogos iniciam sua separação devido à dissociação do complexo sinaptonêmico. É possível perceber durante esse estágio uma conexão em forma de X entre os cromossomos homólogos pareados. Essas conexões são chamadas de quiasmas e representam um sítio de crossing over.

Ocorrência do crossing over
O crossing over garante o aumento da variabilidade genética.

Diacinese: Por fim, temos a última fase da prófase I, a qual se caracteriza pela separação definitiva dos homólogos, os quais permanecem ligados pelos quiasmas. Nessa etapa, observa-se a fragmentação do envelope nuclear.

  • Metáfase I

Na metáfase I, os cromossomos homólogos estão dispostos na região equatorial da célula, estando um cromossomo de cada par direcionado para um dos polos da célula.

  • Anáfase I

Na anáfase I, cada cromossomo homólogo se move em direção a polos opostos, sendo guiados pelas fibras do fuso. No centrômero, a coesão entre as cromátides irmãs permanece, garantindo, portanto, que elas se movimentem como uma unidade. Assim sendo, apenas cada par de cromossomo homólogo se separa durante essa fase, um processo que garante a redução do número de cromossomos.

  • Telófase I e citocinese

Ao ter início a telófase I, verifica-se que cada metade da célula apresenta um conjunto haploide completo de cromossomos duplicados. Nessa etapa pode ocorrer de os cromossomos se descondensarem e o envelope nuclear se formar novamente, entretanto, são processos que nem sempre acontecem. Simultaneamente à telófase I, observa-se a ocorrência da citocinese, ou seja, da divisão do citoplasma da célula e a formação de duas células-filhas haploides.

Meiose II

A meiose II inicia-se após o fim da meiose I, e entre as meioses I e II não ocorre nenhuma duplicação do DNA. É considerada uma fase equacional dessa divisão celular, uma vez que o número de cromossomos das células iniciais é igual ao observado nas células que serão formadas. O processo de meiose II é bastante semelhante à mitose.

  • Prófase II

Na prófase II formam-se as fibras do fuso, e o envelope nuclear se desfaz, caso esteja presente. No final da prófase II, os cromossomos movimentam-se em direção à região equatorial da célula.

  • Metáfase II

Na metáfase II, os cromossomos estão posicionados na região equatorial da célula.

  • Anáfase II

Nessa etapa, ocorre a separação das cromátides irmãs, as quais são puxadas em direção aos polos opostos da célula.

  • Telófase II e citocinese

Na telófase II, o envelope nuclear se forma novamente, e os cromossomos começam a se descondensar. Observa-se também a ocorrência da citocinese. Ao final dessa etapa, teremos quatro células-filhas.

Leia também: Diferença entre células haploides, diploides e poliploides

Importância da meiose

A meiose é extremamente importante, pois garante a formação de células com metade do número de cromossomos. Em animais, a meiose é responsável por produzir os gametas, que, ao se fundirem, formam um indivíduo diploide, garantindo, desse modo, a manutenção do número de cromossomos da espécie. Em plantas, a meiose promove a produção de esporos. Além de garantir a formação de células com metade do número de cromossomos, a meiose é importante no que diz respeito à variabilidade genética.

Fecundação
Os gametas, ao se fundirem, têm seu número completo de cromossomos restabelecido.

Diferenças entre a mitose e meiose

A meiose e a mitose caracterizam-se por serem processos de divisão celular, entretanto, esses dois processos apresentam algumas diferenças. Uma das principais delas está no fato de que a mitose conserva o número de conjuntos de cromossomos, enquanto a meiose produz células com metade dos cromossomos da célula parental. Enquanto na mitose são formadas duas células-filhas, na meiose são originadas quatro células.

Além disso, na meiose ocorre a sinapse dos cromossomos homólogos e o processo de crossing over, um fenômeno não observado na mitose. Não podemos nos esquecer também de que a mitose ocorre em células diploides e haploides, enquanto a meiose ocorre apenas em células diploides. Para saber mais sobre essas diferenças, leia: Meiose x mitose.

Publicado por Vanessa Sardinha dos Santos
Assista às nossas videoaulas

Artigos Relacionados

A aneuploidia é um tipo de alteração numérica em que ocorre o aumento ou diminuição de um tipo de cromossomo
Aneuploidias
Entenda as aneuploidias, alterações cromossômicas numéricas que levam ao aumento ou diminuição de um tipo específico de cromossomo.
O citoesqueleto é uma estrutura presente em células eucarióticas que pode ser definida como uma rede de filamentos proteicos.
Citoesqueleto
Aprenda um pouco mais a respeito do citoesqueleto. Saiba o que é essa estrutura, em que células ela está presente e qual é a sua constituição e função.
Células
Cliquei aqui e aprenda mais sobre as células lendo nosso texto. Falaremos aqui sobre a classificação das células e suas principais partes, e aprenderemos sobre as organelas.
Nossos gametas são exemplos de células haploides
Células haploides, diploides e poliploides
Aprenda a diferença entre células haploides, diploides e poliploides e conheça quais delas estão presentes naturalmente em seres humanos.
Alterações cromossômicas numéricas ocorrem quando o número de cromossomos em uma espécie apresenta-se maior que o normal
Euploidias
Compreenda o que são euploidias, seus principais tipos e como essas alterações numéricas surgem nos organismos.
Nos cromossomos estão localizados os genes que determinam nossas características
Linkage
Entenda o que é linkage e aprenda como diferenciá-lo de um caso de segregação independente.
Fases da mitose da raiz de cebola. (1) interfase (2) prófase, (3) metáfase, (4) anáfase e (5) telófase. Fonte: Atlas de Histologia do ICB – UFG.
Mitose
Processo de divisão celular que ocorre entre uma interfase e outra, compreendida nas fases: prófase, metáfase, anáfase e telófase. Resulta em duas células idênticas entre si e a célula-mãe.
A mitose e a meiose são processos de divisão celular.
Mitose e meiose
Conheça as principais diferenças entre a mitose e a meiose, os dois processos de divisão celular que ocorrem nas células eucariontes.
As plantas possuem um ciclo com alternância de gerações.
Tipos de ciclos de vida
Conheça os três tipos de ciclos de vida existentes entre os seres vivos sexuados e aprenda as diferenças entre cada um deles.
video icon
Sociologia
O que é tirania?
O que é tirania? Como podemos entender a tirania como uma forma política comum na história da humanidade? Veja tudo isso e muito mais nesta videoaula.

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
Videoaula Brasil Escola
Matemática
Área da esfera
Clique para aprender a calcular a área da esfera.
video icon
Videoaula Brasil Escola
Inglês
Estrangeirismo
Nessa videoaula você entende sobre o estrangeirismo na música "Samba do Approach."
video icon
videoaula brasil escola
História
Crise de 1929
A quebra da bolsa de valores de Nova Iorque afetou não só os EUA, como o mundo. Entenda!