Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Biologia
  3. Botânica
  4. Plantas e o meio terrestre

Plantas e o meio terrestre

Para a sua adaptação ao meio terrestre, as plantas desenvolveram algumas estratégias como a presença de cutículas, estômatos e raízes.

É impossível imaginarmos a Terra sem plantas, entretanto, há milhões de anos, a vida era restrita a mares e lagos. Acredita-se que as primeiras plantas terrestres tinham como ancestral um grupo de algas verdes. No grupo das algas verdes, destacam-se as carófitas (Charophyceae) como o grupo mais próximo das plantas terrestres.

Assim como os animais, as plantas também tiveram dificuldades para se fixar em terra firme. Os desafios eram muitos e as plantas precisavam enfrentar problemas, tais como: dessecação, trocas gasosas na atmosfera, sustentar-se fora da água e reprodução. Esses problemas foram os mesmos enfrentados pelos animais ao tentarem conquistar esse novo ambiente.

Para evitar a dessecação, o surgimento da cutícula foi essencial. A cutícula, que é encontrada recobrindo a epiderme das plantas, é formada por substâncias lipofílicas e tem por função diminuir a transpiração.

Para a realização de trocas gasosas, o aparecimento de estômatos foi de fundamental importância. Os estômatos são constituídos por duas células-guarda e um orifício denominado ostíolo. Algumas plantas possuem, ainda, células circundando as células-guarda denominadas de células subsidiárias. Os estômatos são estruturas que estão relacionados à respiração, transpiração e fotossíntese.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

O problema da sustentação foi resolvido com o surgimento de duas estruturas: raízes e tecidos vasculares. As raízes estão relacionadas à fixação da planta ao substrato e à absorção de nutrientes e água do solo. Os tecidos vasculares estão relacionados principalmente com o transporte de seiva bruta e seiva elaborada, entretanto, as células do xilema, por apresentarem paredes lignificadas, conferem também à planta certa sustentação.

O problema da reprodução foi solucionado com o surgimento de esporos, que são considerados uma grande adaptação ao meio terrestre. Essas estruturas reprodutivas, muito resistentes, são levadas pelo vento e pela água. Além disso, outra adaptação relacionada à reprodução é a capacidade do zigoto de permanecer retido por algum tempo no gametófito, o que confere proteção ao embrião.

O processo que levou as plantas a conquistarem o ambiente terrestre levou milhões de anos, e diferentes organismos surgiram e extinguiram-se até que a total conquista acontecesse. Sem dúvidas, sem essa conquista, seria impossível a sobrevivência de diversas espécies na Terra, inclusive a sobrevivência humana.

Quais características permitiram que as plantas conquistassem o meio terrestre?
Quais características permitiram que as plantas conquistassem o meio terrestre?
Publicado por: Vanessa Sardinha dos Santos
Artigo relacionado
Teste agora seus conhecimentos com os exercícios deste texto
Lista de Exercícios

Questão 1

Muitas estruturas surgiram nas plantas para possibilitar sua sobrevivência no ambiente terrestre. Analise as alternativas a seguir e marque aquela que indica uma adaptação que evita a dessecação.

a) Estômatos.

b) Raízes.

c) Cutícula.

d) Tecidos vasculares.

e) Esporos.

Questão 2

Analise as alternativas a seguir e marque aquela que representa uma importante estrutura presente nas plantas terrestres que auxilia nas trocas gasosas com o meio.

a) Estômatos.

b) Raízes.

c) Cutícula.

d) Tecidos vasculares.

e) Esporos.

Mais Questões
Assuntos relacionados
O caule constitui a estrutura física onde se inserem raízes e folhas
Caule
Clique aqui e saiba mais sobre a estrutura interna de um caule.
A epiderme, um dos tecidos de revestimento das plantas, é encontrada em órgãos com crescimento primário.
Tecidos de revestimento
Clique aqui e descubra mais sobre os tecidos de revestimento, importantes tecidos que envolvem a planta. Neste texto, abordaremos sobre as principais características da epiderme e da periderme. Além disso, falaremos sobre as funções desses tecidos vegetais.
Morfologia estomática, apresentando ostíolo fechado.
Estômatos
Fatores que regulam a abertura e o fechamento do ostíolo.
A variedade de espécimes botânicas.
Botânica
Botânica, Ciência dos vegetais, Plantas, Algas, Crescimento, Reprodução, Desenvolvimento, Metabolismo, Criptógamas, Fanerógamas, Gametas, Briófitas, Musgos, Hepáticas, Transporte de seiva, Pteridófitas, Samambaias e avencas, Xilema e floema, Gimnospermas, Pinheiro-do-paraná, Angiospermas, Frutos.
A flor da vitória-régia vive por apenas 48 horas.
Vitória-régia
Vitória-régia: um bom exemplo de adaptação da planta ao ambiente aquático.
As algas possuem características que as tornam semelhantes às plantas
Semelhanças entre as plantas e algas verdes
Conheça as semelhanças entre as plantas e as algas verdes, bem como entenda por que as algas são consideradas um grupo ancestral dos vegetais.
Os musgos são as briófitas mais conhecidas
Ciclo de vida das briófitas
Clique para entender o ciclo de vida das briófitas, que é marcado pela alternância de gerações.
A samambaia é um exemplo de pteridófita
Ciclo reprodutivo das pteridófitas
Saiba mais sobre o ciclo reprodutivo das pteridófitas, plantas que possuem como representante as samambaias.
Os tricomas evitam a perda de água por transpiração, além de garantirem proteção contra a herbivoria
Tricomas
Os tricomas são apêndices epidérmicos com várias funções, tais como proteção contra perda de água. Clique aqui e aprenda mais sobre essas estruturas!
A auxina está relacionada com a dominância apical em uma planta
A importância das auxinas para os vegetais
Veja por que as auxinas são tão importantes para as plantas e como elas atuam.
Flor
Saiba mais sobre a estrutura da flor e conheça seus aparelhos reprodutores masculino e feminino.
Fotossíntese
Que tal aprender sobre fotossíntese, o processo que ocorre em plantas, principalmente nas folhas, e em outros organismos? Entenda seu funcionamento e sua importância!
A samambaia pertence as pteridófitas
Pteridófitas
Pteridófitas, classificação das Pteridófitas, características das Pteridófitas, a reprodução das Pteridófitas, a estrutura das Pteridófitas, a importância das Pteridófitas.
Estas plantas carnívoras se fecham em resposta ao contato com a presa
Nastia
Saiba porque certas plantas carnívoras se fecham ao terem contato de suas presas.
A ação dos fitormonios a favor do comércio
Hormônios Vegetais
A ação dos hormônios no desenvolvimento da planta.