Whatsapp icon Whatsapp

Serotonina

Serotonina ou 5-hidroxitriptamina é um neurotransmissor muito importante para o nosso corpo. Está relacionada, entre outras funções, com a melhora do humor e do sono.
Ilustração da fórmula molecular da serotonina com rostos sorridentes desenhados.
A serotonina é um neurotransmissor que atua, entre outras funções, na regulação do humor. Sua fórmula molecular é C10H12N2O.

Serotonina ou 5-hidroxitriptamina é um neurotransmissor encontrado no sistema nervoso central, no trato gastrointestinal e nas plaquetas. Esse neurotransmissor é produzido por meio do triptofano, um aminoácido essencial que deve ser obtido na alimentação. A serotonina está relacionada com a nossa saúde física e também mental, atuando, entre outros aspectos, na regulação do humor, da temperatura corporal, da cognição e do comportamento alimentar.

Níveis baixos de serotonina estão relacionados com diferentes problemas, como o desenvolvimento de ansiedade. Para melhorar nossos índices de serotonina, é importante investir em uma alimentação rica em triptofano, o precursor desse neurotransmissor.

Leia também: Dopamina — outro neurotransmissor relacionado com o humor e a sensação de prazer

Resumo sobre serotonina

  • Serotonina é um neurotransmissor que atua em diferentes receptores, provocando uma série de efeitos importantes no organismo.

  • É produto da hidroxilação e carboxilação do aminoácido triptofano.

  • É encontrada no sistema nervoso, trato gastrointestinal e plaquetas.

  • Influencia em diferentes processos fisiológicos, estando relacionada, por exemplo, com a regulação do humor e percepção da dor.

  • Alterações nos níveis de serotonina estão relacionadas com o desenvolvimento de problemas sérios, tais como depressão e ansiedade.

  • Amêndoas, arroz integral, banana, chocolate amargo, grãos, leite, mel, nozes, ovo, queijo e sementes são alimentos ricos em triptofano, um aminoácido essencial para a produção da serotonina.

O que é a serotonina?

Serotonina, também conhecida como 5-hidroxitriptamina, é um neurotransmissor produzido por meio da hidroxilação e carboxilação do aminoácido triptofano e encontrado na maioria dos animais, incluindo seres humanos. Sua produção depende da ingestão alimentar do triptofano e de carboidratos. A serotonina é secretada por neurônios serotoninérgicos e age em receptores de neurônios pós-sinápticos. Por ser um neurotransmissor, a serotonina atua na condução do impulso nervoso de uma célula para outra.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Como o nosso corpo produz a serotonina?

Como dito anteriormente, a produção da serotonina depende da ingestão alimentar do triptofano e de carboidratos. A síntese no interior dos neurônios inicia no aminoácido triptofano, o qual é convertido em 5-hidroxitriptofano por meio da enzima triptofano hidroxilase. O 5-hidroxitriptofano é então descarboxilado pela enzima 5-hidroxitriptofano descarboxilase em serotonina. Por fim, a serotonina é estocada em grânulos secretórios e liberada na fenda sináptica por exocitose.

Apesar de, normalmente, focarmos nos mecanismos da serotonina no sistema nervoso central, esse local não é o maior produtor desse neurotransmissor. A serotonina, além de ocorrer no sistema nervoso central, pode ser observada no trato gastrointestinal e nas plaquetas.

É importante destacar que cerca de 95% da serotonina produzida no organismo humano é produzida no trato gastrintestinal, sendo cerca de 90% produzida por células enteroendócrinas e 10% produzida pelos neurônios entéricos.

Veja também: Química do amor como a ciência explica o que sentimos quando estamos apaixonados

Qual é a função da serotonina?

A serotonina atua no sistema nervoso desempenhando diferentes funções, estimulando alguns neurônios e inibindo outros. Algumas das funções atribuídas a ela são:

  • liberação de certos hormônios;

  • regulação do sono;

  • regulação da temperatura corporal;

  • regulação do apetite;

  • regulação do humor;

  • regulação da atividade motora;

  • regulação do comportamento sexual;

  • percepção da dor;

  • funções cognitivas.

Não podemos deixar de citar que a serotonina também está relacionada com modulação da motilidade gastrointestinal, tônus vascular cerebral, tônus vascular periférico e função plaquetária.

Sintomas relacionados ao nível baixo de serotonina

É importante destacar que níveis baixos de serotonina podem desencadear sintomas como:

  • dificuldade para dormir;

  • ansiedade;

  • depressão;

  • fobias;

  • estresse pós-traumático;

  • mau humor.

Alguns trabalhos demonstram que níveis muito baixos podem ser responsáveis até mesmo por comportamento suicida.

Serotonina e o seu papel na saciedade

A serotonina apresenta importante papel na saciedade. Quando esse neurotransmissor aparece em níveis normais no organismo, a pessoa se sente satisfeita com mais facilidade e reduz, de maneira mais fácil, a ingestão de açúcares, tendo maior controle no consumo de doces.

Devido ao seu papel no controle da ingestão de alimentos, o mecanismo de funcionamento da serotonina tem sido amplamente estudado para que possa ser aplicado no tratamento da obesidade. Um exemplo importante é a chamada sibutramina, que atua como inibidor da recaptação da serotonina, sendo um importante medicamento para inibir o apetite e aumentar a sensação de saciedade.

Saiba mais: Benefícios do chocolate para o nosso corpo — humor, memória, energia e muito mais

Alimentos que ajudam a aumentar os níveis de serotonina

Bananas, queijo, peixe, nozes, maçã e chocolate, alimentos que ajudam a aumentar os níveis de serotonina.
Alimentar-se bem é fundamental para manter os níveis de serotonina adequados e garantir uma vida mais saudável.

A produção da serotonina é dependente do fornecimento do aminoácido triptofano ao organismo, o qual deve ser obtido por meio da dieta. Alguns dos alimentos ricos nesse aminoácido são: amêndoas, arroz integral, banana, chocolate amargo, grãos, leite, mel, nozes, ovo, queijo e sementes.

Publicado por Vanessa Sardinha dos Santos

Artigos Relacionados

Alimentação saudável
Você sabe como ter uma alimentação saudável? Neste texto, traremos algumas dicas sobre alimentação saudável e citaremos alguns erros quando o assunto é alimentação.
Aminoácidos
Descubra o que são aminoácidos, suas estruturas e os 20 aminoácidos-padrão. Entenda também a diferença entre aminoácido essencial e não essencial.
Ansiedade
Conheça mais sobre ansiedade, um sentimento vivido por várias pessoas no mundo. Neste texto abordaremos o que ela é, seus sintomas e formas de evitar suas crises.
Benefícios do chocolate
Você conhece todos os benefícios do chocolate e quais são os chocolates realmente benéficos à saúde? Clique aqui e amplie seus conhecimentos sobre o tema.
Dopamina
Saiba mais sobre a dopamina, um importante neurotransmissor produzido em nosso corpo que tem papel no desenvolvimento da doença de Parkinson e da esquizofrenia.
Neurotransmissor
Entenda o que é um neurotransmissor e suas principais características e conheça algumas dessas importantes moléculas e suas funções no organismo.
Química do amor
Saiba qual é a "química" do amor e descubra quais substâncias estão envolvidas nesse fascinante e complexo fenômeno.
video icon
"Matemática do Zero | Classificação de triângulos" escrito sobre fundo azul
Matemática do Zero
Matemática do Zero | Classificação de triângulos
Nessa aula veremos que um triângulo pode ser classificado quanto às medidas dos lados (isósceles, equilátero e escaleno) e quanto às medidas dos ângulos (acutângulo, retângulo e obtusângulo).