Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Física
  3. Eletricidade
  4. Corrente elétrica

Corrente elétrica

Corrente elétrica é o fenômeno físico em que os portadores de carga elétrica, como elétrons, são conduzidos pelo interior de algum material em razão da aplicação de uma diferença de potencial elétrico. A capacidade de condução elétrica dos materiais depende diretamente da intensidade do potencial elétrico que lhes é aplicado, bem como da sua natureza: enquanto os materiais condutores são facilmente percorridos por correntes elétricas, materiais isolantes oferecem grande resistência a elas.

A corrente elétrica é uma grandeza escalar. Sua unidade de medida, segundo o Sistema Internacional de Unidades, é o ampère (A). Essa unidade mede o módulo da carga elétrica que atravessa a secção transversal de um condutor a cada segundo e, por isso, também pode ser escrita como coulombs por segundo (C/s).

O aparelho acima, chamado de filtro de linha, serve para distribuir a corrente elétrica.

Veja também: Aprenda a fazer conversões de unidades

Fórmula da corrente elétrica

A corrente elétrica é definida pela razão entre o módulo da carga elétrica que passou através do condutor e o intervalo de tempo em que essa corrente elétrica foi mantida. Confira a fórmula da corrente elétrica a seguir:

i – corrente elétrica (A)

ΔQ – carga elétrica (C)

Δt – intervalo de tempo (s)

É possível relacionar a corrente elétrica com o número de elétrons que atravessam um corpo condutor durante um determinado intervalo de tempo. Observe:

Raios são gerados por correntes elétricas intensas que tanto podem descer como subir do solo.

n – número de elétrons

e – carga elétrica fundamental (e = 1,6.10-19 C)

Sentido convencional e sentido real da corrente elétrica

A corrente elétrica em condutores ocorre pela movimentação de elétrons. Estes, por sua vez, apresentam cargas de sinal negativo, por esse motivo, quando conduzidos, sempre caminham em direção ao potencial elétrico positivo (mais alto). Esse sentido de corrente elétrica é conhecido como sentido real.

Por questões de simplificação, adota-se o sentido convencional da corrente elétrica. De acordo com o sentido convencional, atribuímos à carga dos elétrons o sinal positivo, desse modo, os elétrons devem sempre se mover em direção ao polo negativo (mais baixo).

Raios são gerados por correntes elétricas intensas que tanto podem descer como subir do solo.
Raios são gerados por correntes elétricas intensas que tanto podem descer como subir do solo.

O motivo de se utilizar essa convenção é intuitivo: quando os elétrons movem-se no interior dos condutores, seu potencial elétrico deve cair, uma vez que, em virtude das frequentes colisões com os átomos, eles dissipam parte de sua energia durante sua condução.

Resumindo:

O movimento dos elétrons ocorre da seguinte forma:

  • Sentido real: menor potencial → maior potencial
  • Sentido convencional: maior potencial → menor potencial

Veja também: Fatos curiosos sobre os raios

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Tipos de corrente elétrica

Existem dois tipos de corrente elétrica: corrente direta e corrente alternada. A corrente direta é aquela na qual os elétrons movem-se em um único sentido. Esse tipo de corrente é comum em dispositivos que utilizam baixas tensões, como eletrônicos em geral.

A corrente alternada é caracterizada pelo movimento oscilatório dos elétrons. Nesse tipo de corrente, uma rápida inversão de polaridade do potencial elétrico faz com que os elétrons movam-se em vai e vem em torno de uma posição fixa. A corrente elétrica alternada é utilizada principalmente em motores elétricos e na transmissão de eletricidade: a corrente elétrica que chega às nossas residências, disponibilizada nas tomadas, é uma corrente elétrica alternada.

A transmissão de eletricidade é feita em corrente alternada por efeito da vantagem que esse tipo de corrente apresenta em relação à corrente direta. Em razão do menor caminho percorrido pelos elétrons, as perdas por efeito Joule são menores quando se utiliza a corrente alternada.

Leia também: Qual é a velocidade da corrente elétrica?

Efeitos da corrente elétrica           

A passagem da corrente elétrica pode causar diversos efeitos diferentes de acordo com o meio que a conduz. Confira alguns dos efeitos mais comuns:

  • Efeito térmico: Quando a corrente elétrica encontra alguma resistência a sua passagem, ocasiona aquecimento, em razão do efeito Joule.
  • Efeito magnético: Condutores atravessados por uma corrente elétrica produzem campos magnéticos, como no caso das bobinas usadas em ímãs artificiais.
  • Efeito luminoso: Quando algum condutor sofre grandes aquecimentos, é possível que passe a emitir luz visível, como no caso das lâmpadas incandescentes.           

Corrente elétrica e potência elétrica

A partir da intensidade da corrente elétrica e da resistência elétrica de algum material, é possível calcular a quantidade de calor que é dissipada em razão do efeito Joule. Confira as fórmulas que são usadas para o cálculo da potência dissipada:

P – potência elétrica (W)

R – resistência elétrica (Ω)

i – corrente elétrica (A)

U – tensão elétrica (V)           

Veja também: O que é resistividade elétrica?

Condutores e isolantes

Materiais que são bons condutores, tais como os metais de transição (cobre, prata, ouro, platina, por exemplo), apresentam um grande número de elétrons que são fracamente atraídos pelos seus núcleos atômicos. Essa propriedade possibilita que esses elétrons movam-se no interior dos metais com relativa facilidade, podendo ser conduzidos apenas pela aplicação de uma pequena diferença de potencial.

Os materiais isolantes oferecem uma grande resistência à passagem de corrente elétrica,  principalmente pelo baixo número de elétrons livres disponíveis para a condução. Para que se formem correntes elétricas nesse tipo de materiais, é necessário que se apliquem potenciais elétricos de altíssimas intensidades, até que o meio passe a se comportar como um condutor. Nesse caso, dizemos que ocorreu uma ruptura dielétrica.

Veja também: O que são condutores e isolantes?

Exercícios resolvidos sobre corrente elétrica

Questão 1) Determine a intensidade de corrente elétrica que percorre um fio condutor sabendo que, durante um intervalo de tempo de 2,0 s, esse condutor foi atravessado por um total de 4,0.1020 elétrons.

a) 1,6 A

b) 3,2 A

c) 16 A

d) 32 A

e) 20 A

Gabarito: Letra D

Resolução:

Para resolvermos esse exercício, faremos uso da fórmula da corrente elétrica quantizada.

De acordo com o cálculo realizado, a corrente elétrica no fio tem intensidade de 32 A.
De acordo com o cálculo realizado, a corrente elétrica no fio tem intensidade de 32 A.

Questão 2) De acordo com o sentido convencional da corrente elétrica, podemos dizer que:

a) os elétrons só se movem devido à agitação térmica.

b) os elétrons movem-se do potencial mais baixo para o mais alto.

c) os elétrons movem-se do potencial mais alto para o mais baixo.

d) os elétrons movem-se em movimentos oscilatórios de vai e vem.

e) os elétrons permanecem nas proximidades dos núcleos atômicos.

Gabarito: Letra C

Resolução:

De acordo com o sentido convencional da corrente elétrica, os elétrons movem-se a partir do potencial elétrico mais alto em direção ao potencial elétrico mais baixo. Portanto, a alternativa correta é a letra C.

Questão 3) Calcule o módulo de carga elétrica que atravessa um fio condutor percorrido por uma corrente elétrica de 3,0 A durante um intervalo de tempo de 2,0 s.

a) 3,0 C

b) 6,0 C

c) 1,5 C

d) 0,5 C

e) 2,0 C

Gabarito: Letra B

Resolução:

Para calcularmos o módulo da carga elétrica, é necessário utilizarmos a fórmula de corrente elétrica. Observe:

De acordo com o cálculo e com os dados do exercício, durante o intervalo de tempo de 2,0 s, uma carga elétrica de 6,0 C atravessou o fio condutor.


Publicado por: Rafael Helerbrock
Artigo relacionado
Teste agora seus conhecimentos com os exercícios deste texto
Assista às nossas videoaulas
Lista de Exercícios

Questão 1

(UEL-PR) Leia o texto a seguir.

Um raio é uma descarga elétrica na atmosfera. Geralmente, ele começa com pequenas descargas elétricas dentro da nuvem, que liberam os elétrons para iniciar o caminho de descida em direção ao solo. A primeira conexão com a terra é rápida e pouco luminosa para ser vista a olho nu. Quando essa descarga, conhecida como “líder escalonado”, encontra-se a algumas dezenas de metros do solo, parte em direção a ela outra descarga com cargas opostas, chamada de “descarga conectante”. Forma-se então o canal do raio, um caminho ionizado e altamente condutor. É neste momento que o raio acontece com a máxima potência, liberando grande quantidade de luz e som.

(Adaptado de: SABA, M. M. F. A Física das Tempestades e dos Raios.
Física na Escola. v.2. n.1. 2001.)

Com base no texto e nos conhecimentos sobre eletrostática, atribua V (verdadeiro) ou F (falso) às afirmativas a seguir.

( ) A maioria das descargas elétricas atmosféricas ocorre quando o campo elétrico gerado pela diferença de cargas positivas e negativas é próximo de zero.

( ) A corrente elétrica gerada pelo raio produz um rápido aquecimento do ar, e sua inevitável expansão produz o som conhecido como trovão.

( ) A corrente elétrica gerada a partir de um raio pode ser armazenada e utilizada, posteriormente, para ligar o equivalente a 1000 lâmpadas de 100 watts.

( ) Para saber a distância aproximada em que um raio caiu, é preciso contar os segundos entre a observação do clarão e o som do trovão. Ao dividir o valor por 3, obtém-se a distância em quilômetros.

( ) A energia envolvida em um raio produz luz visível, som, raios X e ondas eletromagnéticas com frequência na faixa de AM.

Assinale a alternativa que contém, de cima para baixo, a sequência correta.

a) V, V, F, F, V.

b) V, F, V, V, F.

c) V, F, F, F, V.

d) F, V, F, V, V.

e) F, F, V, V, F.

Questão 2

(Uncisal) Em um “Carregador de Baterias para Tablet”, encontram-se as seguintes informações.

Quanto tempo esse carregador levaria para preencher totalmente a carga de uma bateria nova, completamente descarregada e de capacidade 7000 mAh? (Desconsidere as perdas por efeito Joule)

a) 1,00 h

b) 1,40 h

c) 2,00 h

d) 2,45 h

e) 3,50 h

Mais Questões
Assuntos relacionados
A equação acima é reconhecida como sendo a 1ª Lei de Ohm, mas ela pode ser aplicada a elementos não ôhmicos
Primeira lei de Ohm
Clique aqui e entenda a Primeira lei de Ohm, que mostra a relação diretamente proporcional entre a corrente elétrica e a diferença de potencial (ddp).
Os resistores são empregados em circuito elétricos para dimensionar a tensão e a corrente elétrica.
Associação de resistores
Que tal saber o que é associação de resistores e para o que servem? Aprenda quais são os tipos de associações e conheça as fórmulas utilizadas para calculá-las.
Os pássaros tocam o fio em dois pontos, assim, não há diferença de potencial que faça surgir uma corrente elétrica
Por que os pássaros não tomam choque em fios elétricos?
Você sabe por que os pássaros não tomam choque em fios elétricos? Descubra como esses animais conseguem pousar em fio de alta-tensão sem sofrer danos.
De acordo com a Segunda Lei de Ohm, a resistência de um fio será tão menor quanto maior for a sua espessura.
Segunda Lei de Ohm
Você conhece a Segunda Lei de Ohm? Essa lei relaciona a resistividade, comprimento e área transversal de um corpo para calcular o valor da resistência elétrica. Clique aqui para visualizar a fórmula da Segunda Lei de Ohm e também conferir uma explicação sobre a Primeira Lei de Ohm e exercícios resolvidos sobre o tema.
Os circuitos elétricos da iluminação pública devem ser todos em paralelo, pois, se uma lâmpada queimar, as outras continuarão funcionando
Associação de resistores em paralelo
Clique e saiba mais sobre a associação de resistores em paralelo e conheça as suas aplicações e propriedades.
Os raios originam-se a partir do atrito de massas de ar, o que causa a eletrização das nuvens
Raios e trovões
Clique aqui para entender como ocorrem os raios e trovões, fenômenos que estão muito presentes no nosso cotidiano!
A diferença de potencial (ddp) motiva o movimento ordenado das cargas elétricas
O que é diferença de potencial?
Clique aqui e entenda o que é a diferença de potencial elétrico e descubra ainda se a tensão de 220 V é melhor que a de 110 V!
A Eletricidade é o ramo da Física que estuda os fenômenos elétricos
Equações da Eletricidade
Clique e conheça as principais equações da Eletricidade, ramo da Física que se dedica ao estudo de fenômenos de natureza elétrica.
Os fios de alta-tensão geralmente estão em potenciais elétricos de até 13.800V
Cinco coisas que você provavelmente não sabia sobre a eletricidade
Que tal conhecer algumas curiosidades sobre a eletricidade? Confira cinco fatos interessantes sobre esse fenômeno de grande importância em nossas vidas.
Existem alguns cuidados simples que podem evitar acidentes na hora de carregar seu celular.
Riscos ao carregar a bateria do celular
Você sabia que algumas medidas de segurança devem ser tomadas ao carregar a bateria do seu celular? Os carregadores originais dos celulares modernos são dispositivos bastante seguros, no entanto, são necessários alguns cuidados na hora de usá-los. Entre eles, destaca-se não utilizar o celular enquanto está sendo carregado.
A luz do globo de plasma surge em decorrência de uma grande excitação promovida por campo elétrico oscilante sobre gases nobres e rarefeitos.
Curiosidades sobre eletricidade
A eletricidade está quase sempre presente em nosso cotidiano. Você sabia que conceitos como plasma, efeito Corona e fibrilação muscular estão relacionados à eletricidade? Confira este texto e saiba mais sobre algumas curiosidades a respeito desse conjunto de fenômenos físicos, químicos e biológicos.
Para funcionar corretamente, o galvanômetro no centro da ponte de Wheatstone deve indicar uma corrente elétrica nula.
Ponte de Wheatstone
Você sabe o que é e para que serve uma ponte de Wheatstone? Acesse o artigo e conheça mais detalhes sobre esse tipo de circuito.
Lei de Pouillet
Acesse o texto e conheça a definição da lei de Pouillet. Aprenda a calcular a corrente elétrica em circuitos simples com ela e com nossos exercícios resolvidos sobre o tema.
Transformadores
Acesse e entenda o que são e como funcionam os transformadores. Aprenda também as fórmulas usadas para calcular a tensão e a corrente elétrica em transformadores.
Modelo planetário para representação do átomo
Carga Elétrica
Confira aqui o conceito de eletrostática e as características da carga elétrica.
Lâmpada, fonte de energia luminosa.
Lâmpada, uma fonte de energia luminosa
energia luminosa, lâmpada, quando foi criada a lâmpada, energia, lâmpada incandescente, filamento de tungstênio, resistência elétrica, filamento, fonte de energia luminosa.
Esquema de um transformador
O Transformador de Tensão
Saiba como ocorre o processo de transformação de tensão.
Eletrodinâmica
Clique aqui e compreenda um pouco mais sobre a eletrodinâmica!
Equação para o cálculo do potencial elétrico
Gráfico do potencial elétrico
Construindo o gráfico do potencial elétrico gerado num ponto P por uma carga elétrica puntiforme.
Os condutores possuem facilidade para transportar cargas elétricas, e os isolantes oferecem dificuldade para o transporte das cargas
Condutores e isolantes
Saiba mais sobre os condutores e isolantes, materiais que, a partir da quantidade de elétrons livres, possuem facilidade ou dificuldade para conduzir eletricidade.
Efeito Joule é o fenômeno que causa o aquecimento e derretimento da camada protetora dos fios.
Efeito Joule
Você sabe o que é efeito Joule? Conheça as suas utilidades, fórmulas usadas para calculá-lo, os riscos relacionados a ele e também alguns exercícios resolvidos.
Os dielétricos são colocados em volta de fios de alta tensão para que se evite a ruptura dielétrica do ar ao seu redor.
Dielétricos
Você sabe o que são dielétricos e quais são as suas principais aplicações? Acesse este texto e aprenda mais sobre esses importantes materiais isolantes.
A lâmpada é acesa devido a passagem de corrente elétrica
Cargas Elétricas em movimento
Definição de corrente elétrica e seus efeitos.