Whatsapp icon Whatsapp

Ilusão de ótica

A ilusão de ótica é um fenômeno capaz de enganar a nossa percepção visual. É frequentemente utilizada nas artes com o intuito de confundir o observador.
Pulso psicodélico colorido, um exemplo de ilusão de ótica.
A ilusão de ótica pode ser literal, fisiológica ou cognitiva.

Ilusão de ótica é uma ilusão visual gerada naturalmente ou criada por artistas com o intuito de nos confundir, com isso interpretamos as imagens por outra perspectiva ou enxergamos imagens que não foram criadas.

Leia também: O que é uma miragem?

Resumo sobre ilusão de ótica

  • A ilusão de ótica ocorre em razão do limite funcional do sistema sensorial do cérebro.
  • Os tipos de ilusão de ótica são literal, cognitivo e fisiológico.
  • A ilusão de ótica literal ocorre quando dois objetos de uma imagem se juntam formando um terceiro objeto.
  • A ilusão de ótica cognitiva ocorre pela distorção de um conhecimento ou percepção concebida pelo observador.
  • A ilusão de ótica cognitiva pode ser ficcional, ambígua, paradoxal ou geométrica-ótica.
  • A ilusão de ótica fisiológica ocorre quando temos estímulos através do movimento, luz, brilho e cor que atrapalham o sistema visual.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

O que é ilusão de ótica?

A ilusão de ótica, ou ilusão de óptica, é um fenômeno capaz de enganar nossa percepção visual, despertando muito interesse, já que possibilita múltiplas interpretações, desde vermos figuras que não estão na imagem ou vê-las de outra forma.

Nas ilusões de ótica temos os elementos perceptíveis ao primeiro olhar e elementos inesperados que surgem ao observar atentamente a imagem, como na imagem abaixo, em que inicialmente percebemos linhas tortas, mas ao observar atentamente vemos que na verdade as linhas são retas.

Linhas pretas e brancas em exemplo de ilusão de ótica.
As linhas paralelas parecem tortas, mas não estão.

Como ocorre a ilusão de ótica?

Para compreendermos como a ilusão de ótica ocorre é necessário explicarmos brevemente como vemos as imagens. As imagens que enxergamos se originam quando a luz as ilumina e depois as reflete até nossos olhos, atingindo a retina (parte detrás do globo ocular, que é sensível à luz). A retina é composta por células bastonetes e cones, capazes de transformar a luz recebida em impulsos nervosos que serão interpretados pelo cérebro da forma mais simples e coerente possível dentro de suas limitações.

Então, a fim de compensar esse limite, o cérebro distorce as nossas percepções visuais:

  • completando partes que faltam em um objeto;
  • julgando e juntando objetos pela sua proximidade ou similaridade;
  • interpretando objetos que foram cortados por linhas ou curvas como não interrompidos;
  • observando uma parte da imagem bem delimitada e o restante não;
  • vendo figuras que não estão presentes na imagem, enxergando cores diferentes dependendo da iluminação incidida sobre ela e da cor da qual ela foi fabricada.

Assim, as ilusões de ótica são geradas.

Veja também: Como a imagem se forma no olho humano?

Tipos e exemplos de ilusão de ótica

Os tipos de ilusões de ótica mais empregados no meio artístico são ilusão literal, ilusão cognitiva e ilusão fisiológica.

  • Ilusão de ótica literal

A ilusão de ótica literal é aquela em que a combinação de dois objetos diferentes em uma imagem cria a impressão de que existe um terceiro objeto. Por exemplo, abaixo temos o quadro O sol se põe às velas (em inglês, The sun sets sail), de Rob Gonsalves, em que a combinação das nuvens com o navio cria a impressão de que existe uma ponte.

Navios no mar em pintura “The Sun Sets Sail”, de Rob Gonsales, uma ilusão de ótica literal.
The sun sets sail, de Rob Gonsales. (Créditos: Rob Gonsales / Instagram @gonsalves_rob | Reprodução).
  • Ilusão de ótica cognitiva

A ilusão cognitiva é aquela que distorce o conhecimento, suposições e percepções que já são concebidas pela mente dos observadores. Existem quatro tipos de ilusão cognitiva: a ficcional, a ambígua, a paradoxal e a geométrica-ótica. Por exemplo, na imagem abaixo, dependendo do ponto em que olhamos, podemos enxergar duas pessoas nas laterais ou um cálice no centro.

Um cálice entre dois rostos, exemplo de ilusão de ótica cognitiva.
A ilusão de ótica cognitiva distorce a percepção concebida pela mente de quem observa a imagem.

A ilusão de ótica cognitiva ficcional é aquela em que observamos um objeto que não está na imagem, como se fosse uma alucinação. A ilusão de ótica cognitiva ambígua é aquela em que, dependendo do ponto em que focamos nossos olhos, observamos dois objetos completamente distintos em uma mesma imagem.

Já a ilusão de ótica cognitiva paradoxal é aquela em que observamos imagens criadas através de objetos paradoxais ou impossíveis. A ilusão de ótica cognitiva geométrica-ótica é aquela que nos causa a sensação de distorções geométricas no comprimento, forma, tamanho, posição e/ou curvatura de uma imagem.

  • Ilusão de ótica fisiológica

A ilusão fisiológica é aquela que provoca um desequilíbrio fisiológico no cérebro, ocasionado pelo excesso de algum tipo de estímulo, como inclinação, brilho, cor, movimento, luz, assim percebemos objetos que não estão na imagem.

Por exemplo, na imagem abaixo, temos a ilusão de ótica da grelha (em inglês, Hermann grid illusion), em que observamos pontos cinza nas intersecções. Isso ocorre devido ao contraste dos quadrados pretos com as linhas brancas.

Linhas brancas cruzadas em exemplo de ilusão de ótica fisiológica.
Os pontos cinza que enxergamos na imagem são um tipo de ilusão de ótica fisiológica.

Fontes

HALLIDAY, David; RESNICK, Robert; WALKER, Jearl. Fundamentos da Física: Ótica e Física Moderna. 8. ed. Rio de Janeiro, RJ: LTC, 2009.

NUSSENZVEIG, Herch Moysés. Curso de física básica: Ótica, Relatividade, Física Quântica (vol. 4). Editora Blucher, 2015.

COMO A MENTE FUNCIONA. A ilusão de ótica é um bug do cérebro? Explicação científica. YouTube, 21, mar. 2022. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=ymdPc4QfBts

Publicado por Pâmella Raphaella Melo

Artigos Relacionados

A Polarização da Luz
A polarização da luz só pode ocorrer em luzes formadas por ondas eletromagnéticas. Entenda!
A Óptica e as cores dos objetos
Você sabe como nossos olhos são capazes de perceber as diferentes cores? Clique aqui e veja a relação da Óptica com esse fenômeno.
Arco-íris
Clique aqui, entenda como ocorre a formação do arco-íris e saiba quais são as cores que compõem esse fenômeno da natureza.
Conceitos importantes de Óptica
Você tem dificuldade para entender alguns conceitos relativos à óptica? Clique aqui e entenda alguns dos principais tópicos desse ramo da Física.
Defeito da visão chamado Miopia
Entenda aqui como ocorre o defeito visual conhecido como miopia e o que pode ser feito para corrigi-lo.
Espelhos Esféricos: Como são feitos?
Quais as principais características dos espelhos esféricos?
Formação de imagens em espelhos esféricos
Como se dá a formação de imagens frente a espelhos esféricos?
Formação de imagens nas lentes esféricas
Saiba como as imagens das lentes divergentes e convergentes são formadas e conheça exemplos da utilização delas em aparelhos.
Hipermetropia
Veja aqui a definição do defeito visual conhecido como hipermetropia e veja também como ele pode ser corrigido.
Luz
Entenda o que é a luz, conheça seus princípios e meios de propagação e saiba quais são suas principais características e fontes.
Natureza da luz
Conheça as diversas teorias a respeito da natureza da luz e qual é a mais aceita atualmente.
video icon
"Matemática do Zero | Classificação de triângulos" escrito sobre fundo azul
Matemática do Zero
Matemática do Zero | Classificação de triângulos
Nessa aula veremos que um triângulo pode ser classificado quanto às medidas dos lados (isósceles, equilátero e escaleno) e quanto às medidas dos ângulos (acutângulo, retângulo e obtusângulo).