Whatsapp icon Whatsapp

Raios e trovões

Os raios são descargas elétricas geradas pelo atrito de massas de ar nas nuvens, e os trovões resultam da expansão de massas de ar aquecidas pelos raios.
Os raios originam-se a partir do atrito de massas de ar, o que causa a eletrização das nuvens
Os raios originam-se a partir do atrito de massas de ar, o que causa a eletrização das nuvens

Os raios e trovões são fenômenos que sempre ocorreram em nosso planeta e que antigamente eram associados a ações de deuses, como Zeus, para os gregos, e Thor, para a mitologia nórdica. Veja quais são os processos físicos envolvidos na formação desses fenômenos:

Raios

Os raios são formados a partir da eletrização de nuvens muito altas, que pairam a cerca de 4 km do solo e chegam a possuir 12 km de espessura. O movimento intenso de massas de ar no interior das nuvens gera atrito entre moléculas de água e gelo, causando a eletrização da nuvem, que terá as cargas elétricas separadas de modo que a sua base e o topo possuirão cargas elétricas de sinais opostos.

À medida que o acúmulo de cargas nas extremidades da nuvem cresce, a diferença de potencial (ddp) entre essas regiões torna-se cada vez maior, ao ponto de o ar entre as camadas superior e inferior da nuvem ser ionizado e conduzir corrente elétrica. Nesse momento dizemos que a rigidez dielétrica do ar, que é um tipo de isolante elétrico, foi rompida e uma enorme descarga elétrica é criada.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

A descarga elétrica criada pode viajar entre a nuvem e a Terra. Nesse caso, qualquer corpo em destaque no solo, como morros, pessoas de pé, árvores, prédios, antenas, etc., pode ser utilizado como ponto de contato.

→ Curiosidade

O Brasil é um dos países mais atingidos por raios no mundo e apresenta uma taxa média de 50 milhões de raios por ano!

Trovões

No momento em que os raios são criados, eles geram aumento significativo de temperatura, aquecendo o ar em suas proximidades. Essas massas de ar aquecidas expandem-se e chocam-se com massas de ar frio, gerando um estrondo intenso denominado de trovão.

Como a velocidade de propagação da luz é muito superior à velocidade de propagação do som no ar, sempre perceberemos o raio primeiro e só posteriormente ouviremos o trovão.

Publicado por Joab Silas da Silva Júnior

Artigos Relacionados

Modelo planetário para representação do átomo
Carga Elétrica
Confira aqui o conceito de eletrostática e as características da carga elétrica.
Corrente elétrica
Você sabe o que é corrente elétrica? Conheça o conceito, as fórmulas, os tipos de corrente e exercícios resolvidos.
Ao passar pelo corpo, a corrente elétrica pode gerar, dependendo do seu valor, desde formigamentos até a morte
Efeitos da Corrente Elétrica no Corpo Humano
Você sabe quais são os efeitos da corrente elétrica no corpo humano? Descubra aqui o que acontece com o corpo quando levamos um choque elétrico.
Eletricidade estática
Eletricidade
A eletricidade estuda os fenômenos da carga elétrica. Clique e entenda!
Manifestação da eletricidade estática
Manifestações da Eletricidade Estática
Conheça alguns locais onde a eletricidade estática se manifesta.
Para-raios
Você sabe o que são para-raios, para que servem, quais os seus tipos e quando eles devem ser usados? Acesse o artigo e confira essas e outras informações.
video icon
Português
Marquês de Pombal
Nesta videoaula, você conhecerá melhor o Marquês de Pombal, a figura que se tornou um marco na história de Portugal e, consequentemente, na história do Brasil. A aula discutirá o despotismo esclarecido em Portugal, o tempo de Pombal e suas reformas.

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
videoaula brasil escola
Química
Cinética química
Se ainda tem dúvidas quanto a velocidade das reações, essa videoaula é para você!
video icon
videoaula brasil escola
Português
Redação
Entenda como realizar argumento por causa e consequência com a nossa aula.
video icon
videoaula brasil escola
História
Crise de 1929
A quebra da bolsa de valores de Nova Iorque afetou não só os EUA, como o mundo. Entenda!