Escassez hídrica e segurança alimentar

Há uma direta relação entre escassez hídrica e segurança alimentar, no sentido de que a falta de água pode comprometer a produção de alimentos e o seu acesso pela população.
A falta de água compromete os solos e a produção de alimentos
A falta de água compromete os solos e a produção de alimentos

Existe uma relação nem sempre muito perceptível entre a disponibilidade de água e a produção de alimentos. Afinal, tudo o que consumimos demanda a utilização de uma grande quantidade de água em seu processo produtivo, a chamada água virtual, ou seja, aquela que você consome indiretamente e não percebe. Por exemplo: na produção de um quilo de carne, 15 mil litros de água são utilizados.

Diante disso, é óbvio que existe uma grande questão envolvendo várias localidades do Brasil e do mundo referente à escassez hídrica e à segurança alimentar. A falta de água vai além da dificuldade no acesso a esse recurso natural, pois ocasiona um problema socioeconômico de graves impactos.

O que é segurança alimentar?

O conceito de segurança alimentar refere-se à capacidade das sociedades de garantirem aos seus habitantes o acesso a alimentos em quantidades e qualidades suficientes sem comprometer a realização de outras atividades e direitos essenciais com respeito à saúde pública, ao meio ambiente, à cultura, à educação e ao lazer. A alimentação adequada, por esse princípio, é considerada como um direito humano fundamental que deve estar acima de qualquer realidade econômica, social ou política nacional e internacional.

A falta de água afeta a segurança alimentar?

Não há dúvidas de que a escassez hídrica prejudica e ameaça a segurança alimentar em várias partes do planeta, interferindo, consequentemente, no nível de desenvolvimento humano. Em vários países – como no Oriente Médio e na África, a exemplo do Qatar, do Kuwait, da Líbia, da Mauritânia, dentre muitos outros – existem registros de insegurança alimentar causada pela falta de água.

Em alguns casos, a insegurança alimentar é ocasionada pelo estresse hídrico, ou seja, quando o consumo de água é superior à capacidade de renovação cíclica e natural desse recurso. Em outros, a ocorrência de secas ou as condições climáticas naturais são as principais causas. Mas as situações mais preocupantes são de ordem econômica e estrutural, quando a gestão pública e a renda dos países e governos não são capazes de fornecer água tanto para a população quanto para as atividades produtivas, afetando, desse modo, a produção de alimentos.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Mesmo aqueles países com maior abundância de recursos hídricos não estão livres da insegurança alimentar causada pela falta de água, com destaque para o Brasil. Embora o nosso país disponha das maiores reservas hídricas internacionais, existem algumas áreas no território que sofrem com o problema, que pode se generalizar.

Segundo o Fundo das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO), o Brasil encontra-se ameaçado por esse problema, que precisa ser combatido por meio de medidas de estocagem de alimentos e adoção de métodos de economia de água no campo, nas indústrias e nas cidades, isso sem falar da conservação dos cursos d'água.

A FAO também realizou algumas previsões sombrias para o planeta em seu relatório “Mudança Climática, Água e Segurança Alimentar”, produzido no ano de 2011 e que ainda se encontra atual. Segundo o documento, o mundo conhecerá casos cada vez mais frequentes de ameaça ou interrupção da segurança alimentar em vários lugares em razão das transformações climáticas, que gerarão impactos sobre aquíferos, cursos d'água e bacias hidrográficas em geral.

Por esse motivo, são necessárias não só a conservação e utilização racional das reservas hídricas, mas também a preservação do meio ambiente, que deve envolver o solo, a vegetação e a natureza como um todo. Além disso, técnicas alternativas na produção de alimentos também são necessárias, como a dessalinização da água do mar, o combate à desertificação e o emprego da água de reúso na agricultura.

Publicado por Rodolfo F. Alves Pena

Artigos Relacionados

Água: abundante no planeta, escassa para o homem
A distribuição da água no mundo
A distribuição da água no mundo em termos quantitativos e geográficos.
O Brasil vive, atualmente, uma de suas maiores crises de água
Crise da água no Brasil
Entenda a questão da crise de água no Brasil a partir do levantamento de seus principais fatores, causas e consequências.
Aspecto de uma área desertificada
Desertificação
As causas e consequências do fenômeno responsável pela perda da capacidade produtiva do solo.
Usina de dessalinização da água do mar em Dubai
Dessalinização da água
Conheça três métodos de dessalinização da água do mar: destilação, congelamento e osmose reversa.
Tratar águas residuárias pode ajudar no abastecimento da população
Diferentes estratégias para enfrentar a crise de água
Conheça algumas estratégias para enfrentar a crise de água e descubra se elas são ou não viáveis.
Rio Eufrates, um dos recursos mais estratégicos do Oriente Médio *
Escassez de Água no Oriente Médio
Compreenda a importância da Água no Oriente Médio, um dos principais elementos geopolíticos da região.
Um elevado número de pessoas que vivem na África enfrenta sérios problemas ligados à falta de água.
Escassez de água na África
Além de problemas socioeconômicos, o continente enfrenta a falta de água.
A água pode transformar-se em um grande fator geopolítico de guerras no mundo
Geopolítica da água
Confira uma análise geral sobre a geopolítica da água com alguns comentários sobre os principais conflitos por esse recurso em âmbito internacional.
O aumento na temperatura média do planeta pode desencadear longos períodos de estiagem no futuro.
Mudanças climáticas
Amplie seus conhecimentos sobre mudanças climáticas conhecendo melhor o que é esse fenômeno, bem como suas principais causas e consequências para o planeta.
Região desértica no Oriente Médio com severa escassez hídrica
Países com escassez de água
Confira quais são os principais países com escassez de água e algumas medidas possíveis para combater esse problema.
video icon
História
Guerra dos Cem Anos (1337-1453)
Assista a nossa videoaula para conhecer um pouco da história da Guerra dos Cem Anos (1337-1453). Confira também, no nosso canal, outras informações sobre a Baixa Idade Média.

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
Videoaula Brasil Escola
Guia de Profissões
Publicidade e Propaganda
Que tal conhecer um pouco mais sobre as funções de um publicitário?
video icon
Videoaula Brasil Escola
Inglês
Genitive Case
É hora de aperfeiçoar sua gramática na Língua Inglesa. Assista!
video icon
Videoaula Brasil Escola
Português
Preposições
Vamos aprender mais sobre essa classe conectiva de termos?