Whatsapp icon Whatsapp

Derivação

A derivação ocorre quando morfemas (prefixos e sufixos) são unidos ao radical da palavra primitiva para originar outras palavras na língua portuguesa.
A derivação é realizada pela união de morfemas aos radicais das palavras primitivas
A derivação é realizada pela união de morfemas aos radicais das palavras primitivas

A derivação é realizada pela junção de morfemas derivacionais (prefixos e sufixos) aos radicais das palavras primitivas. As palavras da Língua Portuguesa são primitivas ou derivadas, ou seja, aquelas que dão origem a outras palavras ou aquelas que são originadas de outras palavras. Nesse sentido, são consideradas palavras derivadas aquelas que se formam a partir de outras palavras da língua por meio da junção de prefixos e/ou sufixos ao radical das palavras primitivas.

Observe como podem ocorrer os casos de derivação de palavras:

Derivação prefixal

Ocorre quando um prefixo é unido anteriormente ao radical da palavra primitiva. A derivação prefixal ocasiona sempre alteração no sentido do radical da palavra primitiva.

Veja os exemplos:

  • Desgostar – des (prefixo) + gostar (radical). Nesse caso, o prefixo 'des' causa um efeito de negação ao conteúdo semântico do verbo 'gostar'.

  • Descontente – des (prefixo) + contente (radical). Nesse caso, o prefixo 'des' causa um efeito de negação ao conteúdo semântico do adjetivo 'contente'.

Derivação Sufixal

Ocorre quando um sufixo é unido posteriormente ao radical da palavra primitiva. A derivação sufixal também ocasiona alteração no sentido do radical.

Veja os exemplos:

  • Falazada – fala (radical) + ada (sufixo);

  • Beleza – belo (radical) + eza (sufixo).

A derivação sufixal pode ser classificada em: nominal, Verbal e Adverbial. Observe cada um dos processos:

Sufixos nominais

São aqueles que formam substantivos e adjetivos.

Veja os exemplos:

  • Beleza (substantivo) – bel (radical) + eza (sufixo);

  • Luterano (adjetivo) – Luter (radical) + ano (sufixo).

    Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Sufixos verbais

Os sufixos verbais juntam-se aos radicais nominais para formar verbos.

Veja os exemplos:

  • Chuviscar – chuva (radical) + iscar (sufixo);

  • Canalizar – canal (radical) + izar (sufixo).

Os sufixos verbais também podem formar novos verbos quando acrescidos a radicais verbais.

Veja os exemplos:

  • Cantarolar – cantar (radical) + olar (sufixo)

  • Bebericar – beber (radical) + icar (sufixo);

Sufixo adverbial

É aquele que forma advérbios (-mente).

Veja os exemplos:

  • Ferozmente – feroz (radical) + mente (sufixo);

  • Sabiamente – sabe (radical) + mente (sufixo).

Outros processos de Derivação

A Língua Portuguesa conta também com outros processos de derivação: Parassintética, Regressiva e Imprópria. Vejamos cada um desses processos.

Derivação parassintética

Ocorre quando um radical junta-se a um prefixo e a um sufixo simultaneamente.

Veja o exemplo:

  • Desavisadodes (prefixo) + aviso (radical) + ado (sufixo).

Derivação regressiva

Ocorre pela redução da forma fonológica da palavra primitiva. A derivação regressiva produz novos substantivos derivados de verbos.

Veja o exemplo:

  • Venda – do verbo 'vender'

Derivação Imprópria

Ocorre quando há mudança de classe gramatical sem que haja alteração da palavra primitiva. Essa transformação ocorre pela anteposição de um artigo ou pronome adjetivo à palavra.

Veja o exemplo:

  • Os bons serão recompensados. (Note que o adjetivo torna-se um substantivo).

Publicado por Luciana Kuchenbecker Araújo

Artigos Relacionados

Derivação imprópria
Saiba qual é a definição de derivação imprópria. Veja alguns exemplos desse fenômeno linguístico e, além disso, faça exercícios para fixar o conteúdo.
Derivação parassintética
Saiba qual é a definição de derivação parassintética e veja alguns exemplos desse fenômeno linguístico. Resolva também exercícios para fixar o conteúdo.
Derivação prefixal (prefixação)
Saiba qual é a definição de derivação prefixal. Veja alguns exemplos desse fenômeno linguístico e faça exercícios para fixar o conteúdo.
Derivação regressiva
Saiba qual é a definição de derivação regressiva. Veja também alguns exemplos desse fenômeno linguístico e faça exercícios para fixar o conteúdo.
Derivação sufixal (sufixação)
Saiba o que é a derivação sufixal e veja alguns exemplos desse fenômeno linguístico. Entenda também a diferença entre sufixo nominal, verbal e adverbial.
Estrutura das palavras
Conceitos básicos e classificação dos morfemas.
Os fonemas são classificados em Vogal, Semivogal e Consoante
Fonemas
Neste artigo você encontrará tudo o que você precisar sobre os fonemas, as menores unidades sonoras das palavras de uma língua. Vamos lá?
Formação de palavras
Formação das Palavras
Os principais processos de formação de palavras.
As sílabas são classificadas em tônicas ou átonas e sua base são as vogais
Sílabas
Neste artigo você vai estudar a respeito das sílabas, sua estrutura e classificação. Vamos lá?
video icon
Geografia
OTAN – Organização do Tratado do Atlântico Norte
Assista à nossa videoaula sobre OTAN - Organização do Tratado do Atlântico Norte, e entenda o que é essa organização internacional. Conheça seu histórico e sua importância no mundo.

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
Videoaula Brasil Escola
Inglês
Genitive Case
É hora de aperfeiçoar sua gramática na Língua Inglesa. Assista!
video icon
Videoaula Brasil Escola
Sociologia
Democracia racial
Você sabe o que significa democracia racial? Clique e nós te ensinamos!
video icon
Tigres Asiáticos
Geografia
Tigres Asiáticos
Assista à nossa videoaula sobre os Tigres Asiáticos, e conheça as razões do desenvolvimento rápido desses territórios.