Formação das Palavras

Palavras primitivas: são palavras que servem como base para a formação de outra e que não foram formadas a partir de outro radical da língua.
Exemplos: pedra, flor, casa.

Palavras derivadas: são palavras formadas a partir de outros radicais.
Exemplos: pedreiro, floricultura, casebre.

No português, os principais processos para formar palavras novas são dois: derivação e composição.

Derivação

É a formação de palavras a partir da anexação de afixos à palavra primitiva.
Exemplos: inútil = prefixo in + radical útil.
O processo de derivação pode ser prefixal, sufixal, parassintético, regressivo e impróprio.

Derivação Prefixal

Faz-se pela anexação de prefixo à palavra primitiva.
Exemplos: desfazer, refazer.

Derivação Sufixal

Faz-se pela anexação de sufixo à palavra primitiva.
Exemplos: alegremente, carinhoso.
Os sufixos são divididos em nominais, verbais e adverbiais.
Sufixos nominais são os que derivam substantivos e adjetivos;
Sufixos verbais são os que derivam verbos;
Sufixo adverbial é o que deriva advérbio, esse existe apenas um: -mente

Derivação Parassintética

Faz-se pela anexação simultânea de prefixo e sufixo à palavra primitiva.
Exemplos: desalmado, entristecer.
A derivação parassintética só acontece quando os dois morfemas (prefixo e sufixo) se unem ao radical simultaneamente. Note que na palavra desalmado houve parassíntese. É fácil perceber, pois não existe a palavra desalma, da qual teria vindo desalmado, da mesma forma não existe a palavra almado, da qual também teria vindo desalmado. Portanto, ocorreu anexação de prefixo e sufixo ao mesmo tempo.

Derivação Regressiva

Faz-se pela redução da palavra primitiva.
Exemplos: trabalho (trabalhar), choro (chorar).
O processo de derivação regressiva produz os substantivos deverbais, esses são substantivos derivados a partir de verbos.

Derivação Imprópria

Forma-se quando uma palavra muda de classe gramatical sem que a forma da primitiva seja alterada.
Exemplos: O infeliz faltou ao serviço hoje. (adjetivo torna-se substantivo).
Não aceito um não como resposta. (advérbio torna-se substantivo, o artigo um substantiva o advérbio).


Composição

O processo de composição forma palavras através da junção de dois ou mais radicais.
Exemplos: guarda-roupa, pombo-correio.

Há dois tipos de composição: aglutinação e justaposição.

Composição por Aglutinação

Ocorre quando um dos radicais, ao se unirem, sofre alterações.
Exemplos: planalto (plano + alto), embora (em + boa + hora).

Composição por Justaposição

Ocorre quando os radicais, ao se unirem, não sofrem alterações.
Exemplos: pé-de-galinha, passatempo, cachorro-quente, girassol.


Outros processos

Hibridismo

Ocorre quando os elementos que formam a palavra são de idiomas diferentes.
Exemplos: automóvel (auto= grego, móvel= latim), televisão (tele= grego, visão=latim).

Onomatopeia

Acontece nas palavras que simbolizam a reprodução de determinados sons.
Exemplos: tique-taque, zunzum.

Redução ou Abreviação

Esse processo se manifesta quando uma palavra é muito longa, pois forma novas palavras a partir da redução ou abreviação de palavras já existentes.
Exemplos: pornô (pornográfico), moto (motocicleta), pneu (pneumático).

Neologismo

É a criação de novas palavras para atender às necessidades dos falantes em contextos específicos.
Veja os neologismos num trecho do poema Amar, de Carlos Drummond de Andrade:

Que pode uma criatura senão,
senão entre criaturas, amar?
amar e esquecer,
amar e malamar,
amar, desamar, amar?
sempre, e até de olhos vidrados, amar?

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)
Formação de palavras
Formação de palavras
Publicado por: Marina Cabral
Artigo relacionado
Teste agora seus conhecimentos com os exercícios deste texto
Assista às nossas videoaulas
Lista de Exercícios

Questão 1

(UFSC) Aponte a alternativa cujas palavras são respectivamente formadas por justaposição, aglutinação e parassíntese:

a) varapau - girassol - enfaixar

b) pontapé - anoitecer - ajoelhar

c) maldizer - petróleo - embora

d) vaivém - pontiagudo - enfurece

e) penugem - plenilúnio - despedaça

Questão 2

O mesmo processo de formação da palavra "feminismo” é observado em:

a) envelhecer

b) envergonhados

c) desapontado

d) cruelmente

e) infraestrutura

Mais Questões
Assuntos relacionados
As abreviaturas dos internautas remontam um passado histórico
A origem das abreviaturas
Tal prática não é exclusividade dos tempos atuais. Em apenas um clique, descubra o porquê!
As abreviaturas de horas se relacionam a pressupostos específicos
Abreviatura de horas
As abreviaturas de horas seguem alguns pressupostos específicos, tendo em vista os fatos que norteiam a língua.
Os hibridismos são palavras formadas por elementos provenientes de línguas diferentes
Hibridismos
Os hibridismos são palavras formadas por elementos provenientes de línguas diferentes. Confira alguns exemplos!
Um adulto quando está com um brinquedo começa a usar as palavras no diminutivo, uma forma carinhosa de interagir com um bebê através do uso do sufixo
Valor semântico dos sufixos
Você sabia que o sufixo pode ser usado com a intenção de desprestígio ou ironia? Confira!
As palavras cognatas são aquelas que “nasceram juntas”, apresentando assim aspectos morfológicos e semânticos parecidos
Palavras cognatas
Desde o nascimento, elas são inseparáveis! Saiba mais sobre as palavras cognatas!
Os topônimos estão relacionados à filologia, à história e à geografia. Investigar suas origens é um trabalho complexo e minucioso
Topônimos
A história por trás dos nomes dos lugares: Clique e descubra o que são topônimos!
As composições por justaposição e por aglutinação são processos de composição de novas palavras
Composição
Aprenda as composições por justaposição e aglutinação e amplie seus conhecimentos sobre os processos de formação das palavras.
A derivação é realizada pela união de morfemas aos radicais das palavras primitivas
Derivação
Neste artigo você vai estudar sobre os processos de derivação para a formação de novas palavras na Língua Portuguesa.
A vogal temática tem a função de ligar o radical às desinências, formando o tema
Vogal temática
Leia este artigo sobre vogal temática e fique por dentro dos processos de estrutura e formação das palavras da Língua Portuguesa.
Os morfemas são classificados em desinência, raiz, radical, afixo, tema e vogal temática
Morfemas
Leia este artigo para saber mais sobre os morfemas, as menores unidades de significação que formam as palavras.
Processo de formação das palavras
Derivação? Sufixação? Como realmente isso se dá?