Whatsapp icon Whatsapp

Partilha da África

Um conjunto de acordos entre as potências imperialistas europeias do século XIX sobre a posse de territórios no continente africano determinou a Partilha da África.
A Conferência de Berlim (1884-1885) tratou de delimitar as regiões de posse dos europeus no contexto da expansão imperialista
A Conferência de Berlim (1884-1885) tratou de delimitar as regiões de posse dos europeus no contexto da expansão imperialista

Com o advento dos Estados nacionalistas industrializados na Europa do século XIX, as demandas econômicas (matérias-primas, mercado consumidor e mão de obra) tornaram-se acirradas. Essa disputa lançou as principais potências europeias a outras regiões, sobretudo aos continentes asiático e africano, com o objetivo de satisfazer essas necessidades. O continente africano, em especial, foi o que mais sofreu transformações. A chamada Partilha da África tornou-se a expressão principal dessas mudanças.

A expansão dos domínios das potências europeias sobre a África ocorreu entre as décadas de 1830 e 1880 e ficou conhecida a partir de duas designações principais: imperialismo e neocolonialismo. O Imperialismo na África teve como pontapé inicial a expansão do Império Francês, que conquistou a Argélia e ansiava recuperar o esplendor do período napoleônico.

A França ainda conquistou outras regiões, como a Tunísia, a chamada África Ocidental Francesa, que compreendia Guiné, Senegal, Daomé, Níger, Costa do Marfim, Alto Volta e Mali; a África Equatorial Francesa, que compreendia o Gabão, o Congo, o Chade e a República Centro-Africana; além de também exercer domínio sobre o Marrocos e a ilha de Madagascar.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

A Inglaterra também exerceu um domínio gigantesco no continente africano, estabelecendo um protetorado no Egito e, depois, amealhando regiões como Sudão, Rodésia, Uganda, Quênia, Zanzibar, Somália e a chamada África Oriental Inglesa. Além disso, estabeleceu-se também em Gâmbia, Serra Leoa, Costa do Ouro e Nigéria.

O Zaire, ou o Congo Belga, tornou-se propriedade privada do rei Leopoldo II, da Bélgica. À Alemanha, que, assim como a Itália, havia se unificado tardiamente (em 1870), coube o domínio de porções da África como Camarões, Togo e a região da atual Namíbia. Já a Itália conseguiu apropriar-se de regiões como a Somália, a Eritreia e a Líbia.

Um dos momentos decisivos para a Partilha da África foi a Conferência de Berlim, que tinha por principal objetivo estabelecer um acordo pacífico e “amigável” para a disputa por território entre os países europeus, já que esses territórios da África eram cobiçados pelas nações europeias desde a queda do império napoleônico e as resoluções do Congresso de Viena em 1815.

* Créditos da imagem: Commons

Publicado por Cláudio Fernandes

Artigos Relacionados

Nelson Mandela foi membro do Congresso Nacional Africano, órgão de resistência ao Apartheid *
Apartheid
Saiba mais sobre o Apartheid, uma política aplicada na África do Sul ao longo do século XX.
A África enfrenta diversos conflitos de origem étnica, religiosa e territorial que são reflexos da colonização do continente.
Conflitos na África
Saiba mais sobre os conflitos na África, os quais estão diretamente relacionados com o processo de colonização e independência dos países africanos. A partilha desse continente foi feita de acordo com os interesses dos colonizadores, resultando em uma série de conflitos. Leia este texto e entenda mais sobre o assunto.
Bandeira da Costa do Marfim
Costa do Marfim
Saiba mais sobre os aspectos geográficos da Costa do Marfim. Leia informações relacionadas à demografia, economia, infraestrutura e cultura desse país africano.
O imperialismo (XIX) é a principal causa da miséria econômica de países africanos e asiáticos atualmente
Darwinismo social e imperialismo no século XIX
Saiba como os europeus legitimaram, por meio do darwinismo social, o imperialismo no século XIX, dominando e conquistando os continentes africano e asiático.
A ação imperialista impôs uma série de violências e atrocidades contra as populações africanas.
Imperialismo na África
A dominação neocolonialista ao longo do século XIX.
A ação imperialista na Ásia contou com a participação de várias potências econômicas.
Imperialismo na Ásia
A dominação imperialista no mundo oriental.
Bandeira de Senegal
Senegal
Veja os principais dados relativos à geografia de Senegal. Confira os aspectos demográficos, econômicos e sociais relevantes desse pequeno país da África Ocidental.
video icon
Filosofia
Dostoiévski | Literatura e Filosofia
Um dos maiores escritores de todos os tempos e uma das maiores mentes pensantes do século XIX, Fiódor Dostoiévski é um grande filósofo e psicólogo, porque, mesmo sem formação nessas áreas, conseguiu tratar de assuntos altamente filosóficos e profundamente psicológicos por meio dos personagens de seus romances dramáticos. Veja o nosso vídeo para conhecer apenas uma pequena dose da filosofia que há por trás da literatura de Dostoiévski!

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
videoaula brasil escola
Química
Cinética química
Se ainda tem dúvidas quanto a velocidade das reações, essa videoaula é para você!
video icon
videoaula brasil escola
Português
Redação
Entenda como realizar argumento por causa e consequência com a nossa aula.
video icon
videoaula brasil escola
História
Crise de 1929
A quebra da bolsa de valores de Nova Iorque afetou não só os EUA, como o mundo. Entenda!