África

A África é um continente localizado na zona intertropical, com maior parte do seu território no Hemisfério Sul. Possui mais de um bilhão de habitantes e 30 milhões de km2 de extensão, sendo, por isso, considerado um dos maiores e mais populosos continentes do mundo. Possui uma grande diversidade étnica, reunindo centenas de grupos que são falantes de dezenas de idiomas distintos.

Alvo do processo de neocolonialismo, a exploração dos recursos naturais do continente é ainda praticada por nações desenvolvidas. Como consequência, muitos países africanos, principalmente na África Subsaariana, enfrentam profundos problemas sociais e econômicos, como a fome e a pobreza.

Leia também: 10 países mais pobres do mundo

Dados gerais da África

  • Gentílico: africano, africana.

  • Extensão territorial: 30.221.532 km2.

  • População: 1.340.598.000 habitantes (ONU, 2019).

  • Densidade demográfica: 44,35 hab./km2.

  • Maior país: Argélia.

  • Menor país: Seichelles.

  • Idioma: O continente africano possui mais de duas mil línguas faladas, das quais mil tem origem em África, como quimbundo e iorubá. Dentre os demais idiomas se destacam:

- árabe;

- afrikaans (ou africâner);

- inglês;

- francês;

- português;

- espanhol.

  • Países: 54 países.

[publicidade_omnia]

Países da África

A tabela a seguir traz os países africanos e suas respectivas capitais.

África do Sul

(Cidade do Cabo)

Guiné

(Conacri)

Nigéria

(Abuja)

Angola

(Luanda)

Guiné-Bissau

(Bissau)

Quênia

(Nairóbi)

Argélia

(Argel)

Guiné Equatorial

(Malabo)

República Centro-Africana

(Bangui)

Benin

(Porto Novo)

Ilhas de Madagascar

(Antananarivo)

República Democrática do Congo

(Kinshasa)

Botsuana

(Gaborone)

Ilhas de Cabo Verde

(Cidade de Praia)

República do Congo

(Brazzaville)

Burkina Faso

(Ouagadougou)

Ilha de Comores

(Moroni)

República de Maurício

(Port Louis)

Burundi

(Gitea)

Ilhas São Tomé e Príncipe

(São Tomé)

Ruanda

(Kigali)

Camarões

(Yaoundé)

Ilhas Seicheles

(Victoria)

Senegal

(Dacar)

Chade

(N’djamena)

Lesoto

(Maseru)

Serra Leoa

(Freetown)

Costa do Marfim

(Abidjan)

Libéria

(Monróvia)

Somália

(Mogadíscio)

Djibouti

(Djibouti)

Líbia

(Tripoli)

Sudão

(Cartum)

Egito

(Cairo)

Malaui

(Lilongwe)

Sudão do Sul

(Juba)

Eritreia

(Asmara)

Mali

(Bamako)

Tanzânia

(Dodoma)

Eswatini

(Lobamba)

Marrocos

(Rabat)

Togo

(Lomé)

Etiópia

(Addis Abeba)

Mauritânia

(Nouakchott)

Tunísia

(Tunes)

Gabão

(Libreville)

Moçambique

(Maputo)

Uganda

(Kampala)

Gâmbia

(Banjul)

Namíbia

(Windkoek)

Zâmbia

(Lusaka)

Gana

(Acra)

Níger

(Niamey)

Zimbábue

(Harare)


Veja também: Quais são os países da Oceania?

Regiões da África

O continente África possui duas regionalizações, que foram realizadas a partir de diferentes critérios.

A primeira delas consiste na divisão em duas grandes regiões, a saber:

  • África do Norte (que recebe outras denominações, como África Islâmica, África Mediterrânea e África Setentrional);

  • África Subsaariana.

Banhada pelo Mar Mediterrâneo ao norte e limitada pelo Deserto do Saara ao sul, a primeira delas se aproxima do Oriente Médio no que diz respeito às características da sua população (étnicas e culturais) e econômicas.

A África Subsaariana consiste na maior parcela do continente, reunindo 47 países. É uma região marcada, de um lado, pela diversidade cultural e religiosa e, por outro, pela condição de pobreza e profundos problemas socioeconômicos.

Divisão regional da África de acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU).
Divisão regional da África de acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU).

Outra regionalização do continente africano é feita pela Organização das Nações Unidas (ONU) e divide o território em cinco grandes regiões:

  • África Setentrional (do Norte);

  • África Ocidental;

  • África Central;

  • África Oriental;

  • África Meridional.

Abaixo destacamos alguns de seus principais aspectos.

  • África Setentrional (África do Norte)

Composta por sete países:

  • Saara Ocidental;

  • Marrocos;

  • Argélia;

  • Tunísia;

  • Líbia;

  • Egito;

  • Sudão.

É banhada pelo Oceano Atlântico e pelos mares Mediterrâneo e Vermelho. Limita-se ao sul com o Deserto do Saara.

Dois tipos climáticos são predominantes: mediterrâneo e desértico. É marcada pela presença de planaltos, e é onde se situa o Deserto do Saara. Ao noroeste se encontra a Cadeia do Atlas, conjunto de montanhas que se estende pelos territórios do Marrocos, Argélia e Tunísia.

Ainda nessa área, a vegetação varia de mediterrânea nas porções costeiras a desértica. É na África Setentrional, mais precisamente no Egito, onde se encontra o delta do Rio Nilo, maior do mundo.

  • África Ocidental

A região da África Ocidental é formada por 16 países africanos e pela Ilha de Santa Helena, território ultramarino britânico.

É banhada pelo Oceano Atlântico e, ao norte, limita-se pelo Deserto do Saara. Por conta disso, há ocorrência dos climas desértico e semiárido, transformando-se à medida que se caminha para as áreas mais ao sul, onde os climas passam do tropical ao equatorial no Golfo do Guiné. Paralelamente, a vegetação faz sua transição de desértica, estepes e savanas até florestas equatoriais. A região abriga o rio Níger, que deságua no Golfo do Guiné e é considerado o terceiro maior do continente.

  • África Central

Região formada por nove países, dentre os quais República Centro-Africana, República Democrática do Congo, Chade e Angola. O Chade tem a maior parte do seu território no Deserto do Saara, o que contribui para o predomínio dos climas árido e semiárido e vegetação desértica e de savana ao sul do país. Nas outras áreas, há ocorrência dos climas equatorial, tropical e semiárido na faixa litorânea da Angola.

Quanto à vegetação, observa-se a presença de florestas equatoriais e tropicais, com destaque para a floresta do Congo, e savanas. Corre, nessa região, o segundo maior rio da África, o Rio Congo.

  • África Oriental

Maior região do continente, a África Oriental é formada por 18 países africanos, dentre eles Etiópia, Quênia, Madagascar, Somália e Tanzânia. As Ilhas Reunião também compõem a região, em um departamento da França. A Somalilândia é um Estado não reconhecido internacionalmente e integra, igualmente, a África Oriental, sendo parte da Somália.

Fica na África Oriental a área conhecida como Chifre da África, no nordeste do continente. É uma região marcada por conflitos constantes e profunda crise humanitária.

Quanto às suas características fisiográficas, possui relevo acidentado, marcado pela presença do Vale do Rift e atividades vulcânicas. Banhada pelo Oceano Índico, o clima predominante é o tropical, sendo as savanas, florestas e estepes as formações vegetais observadas na região.

  • África Meridional

A África Meridional é a menor das regiões do continente, sendo composta pelos seguintes países:

  • África do Sul;

  • Botsuana;

  • Eswatini;

  • Lesoto;

  • Namíbia.

É banhada pelos oceanos Índico e Atlântico. Na costa deste, a leste, localiza-se o deserto da Namíbia, que se estende para o sul da Angola. Outro deserto se faz presente na região, o Kalahari, que domina boa parte da Namíbia, Botsuana e África do Sul.

Em função das extensas áreas desérticas, os climas predominantes são árido e semiárido, com uma pequena mancha de clima mediterrâneo no extremo sul da África Meridional. A vegetação é de savana em sua maioria, com a ocorrência de vegetação mediterrânea onde o clima é propício.

Acesse também: Regiões do Brasil – divisões territoriais com características semelhantes

Mapa da África

Mapa político do continente africano.
Mapa político do continente africano.

Geografia da África

O continente África, com mais de 30 milhões de km2 de extensão, é o terceiro maior do mundo, ficando atrás apenas da Ásia e da América. A costa oeste é banhada pelo Oceano Atlântico, enquanto a costa leste é banhada pelo Oceano Índico. Além disso, ao norte e nordeste, é limitado por dois grandes mares, sendo eles o Mediterrâneo e o Vermelho, entre o Egito e o Chifre da África.

Descrevemos na sequência as suas principais características referentes ao relevo, clima, vegetação e hidrografia.

  • Relevo da África

De formação geológica antiga, o terreno africano foi submetido à ação de agentes intempéricos durante o tempo e, por conta disso, possui um relevo que é predominantemente formado por planaltos e planícies. A altitude média é de 700 metros na maior parte do continente, com algumas exceções.

Ao norte está localizado o Deserto do Saara, segundo maior deserto do planeta. A formação se encontra em uma área de planaltos, com presença de depressões a leste. Ao noroeste se encontra a Cadeia do Atlas, uma das principais cadeias montanhosas da África. Sua extensão é de 2,4 quilômetros e o pico mais alto, Tukbal, possui 4.167 metros de altitude.

Monte Kilimanjaro, pico mais elevado do continente africano.
Monte Kilimanjaro, pico mais elevado do continente africano.

Na África Oriental se localiza o Vale do Rift, que se estende da Etiópia a Moçambique. Sua formação se deu a partir do processo de separação de placas tectônicas e, por essa razão, é caracterizado por profundos vales, onde se formam os Grandes Lagos, que incluem os lagos Vitória, Tanganica e Niassz. É caracterizado ainda pela presença de vulcões ativos, decorrentes da tectônica da região.

O pico mais elevado da África, o Monte Kilimanjaro (5.895 metros de altitude), que compõe a paisagem geomorfológica do Rift, é resultado de atividades vulcânicas.

Destacam-se ainda as planícies litorâneas, no norte e ao sul, onde o continente é banhado pelo Atlântico e Índico, bem como as áreas de depressão na África Meridional, onde se encontram o Deserto Kalahari e da Namíbia.

Veja também: Por que vulcões entram em erupção?

  • Clima da África

A maior parte do continente africano está posicionada entre os trópicos de Câncer e de Capricórnio, o que auxilia na determinação dos tipos climáticos dominantes nos seus territórios. Tão importante quanto é a presença de três áreas desérticas – Saara, Kalahari e Namíbia –, portanto de baixa umidade atmosférica, que interferem na distribuição dos climas na África.

No geral, faz calor durante a maior parte do ano em todas as áreas do continente, com a predominância dos climas tropical e semiárido. Os maiores volumes de precipitação se concentram nas regiões próximas à Linha do Equador, no centro do continente. Esse cenário é condicionado pela presença da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) sobre essas latitudes.

Os climas equatorial e mediterrâneo também ocorrem no continente África, embora mais limitados em questão de área de cobertura. Nas áreas mais elevadas, observa-se, ainda, o clima de montanha.

  • Vegetação da África

Seguindo os domínios climáticos, encontram-se na África os seguintes domínios vegetais:

As savanas são predominantes na África, sobretudo na região central.
As savanas são predominantes na África, sobretudo na região central.

Demografia da África

A África, com cerca de 17% da população mundial, é o terceiro continente mais populoso do mundo. A Nigéria é o país africano com maior população, contando com mais de 206 milhões de habitantes. A título de comparação, o Brasil possui, atualmente, 211 milhões de habitantes. A Etiópia é o segundo maior país africano em população, seguida do Egito.

A população dos países africanos é, no geral, jovem e se encontra em um ritmo de crescimento acelerado, com destaque para os países da região norte|1|. Considerando a expectativa de vida ao nascer, o continente apresenta alguns dos índices mais baixos do mundo. É o caso da República Centro-Africana, cuja expectativa de vida é de apenas 53 anos.

Quatro diferentes formas de governo são encontradas nos países da África, sendo elas:
O continente africano é um dos mais populosos do mundo, reunindo 1 bilhão de habitantes.[1]

Não obstante a sua elevada densidade demográfica, a população do continente não se encontra uniformemente distribuída. Por determinantes como a ocorrência de grandes áreas desérticas, a distribuição climática e outros ligados à infraestrutura espacial, a população africana se concentra nas áreas litorâneas e nas margens dos cursos dos rios, como o Nilo e o Níger.

Governo da África

Quatro diferentes formas de governo são encontradas nos países da África, sendo elas: 

  • presidencialismo, principal forma de governo no continente;

  • parlamentarismo;

  • semipresidencialismo;

  • monarquia tradicional.

Economia da África

O setor primário consiste no principal setor da economia da África, a qual se baseia na produção agrícola e na extração mineral na maioria dos países do continente.

A produção de petróleo e gás natural também é um dos destaques da economia do continente. As reservas petrolíferas da Líbia e da Nigéria figuram entre as maiores do mundo2, e seis países africanos integram a Organização dos Países Exploradores de Petróleo (Opep), dentre os quais a Angola e Nigéria (este país é o principal explorador de petróleo do continente).

A produção agrícola se distingue entre de subsistência, essencialmente praticada em pequenas propriedades, e comercial. Os principais produtos são arroz, inhame, batata, mandioca e sorgo. Para a exportação, são produzidos café, cacau, algodão, amendoim, chá-preto e azeite de dendê. A pecuária é também desenvolvida no continente.

Distinguindo-se dos demais países do continente, África do Sul e Egito são as duas nações mais industrializadas da África.

População da África

A África é um dos continentes com maior diversidade no que se refere à composição populacional. Dos seus mais de um bilhão de habitantes, há uma centena (ou até mesmo milhares, de acordo com algumas fontes) de grupos étnicos, os quais expressam diferentes crenças religiosas, idiomas, costumes, estrutura social.

Na África Setentrional, há maior concentração de população árabe, onde o islamismo é a principal religião professada e o árabe se tornou língua oficial. Por conta da composição populacional, pode ser chamada também de “África branca”. A África Subsaariana, cuja maioria da população é negra, é a que concentra a maior quantidade e diversidade de grupos étnicos, dentre os quais estão o povo bantu, iorubás, luanda e zulu.

Além das línguas características de cada um desses grupos, os idiomas europeus são considerados oficiais em alguns países africanos, consequência da colonização no continente. Esses idiomas são: francês, inglês, espanhol e português. Esse último é atualmente falado em cinco países africanos, a saber: Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e São Tomé e Príncipe.

História da África

A população africana e os territórios que compõem o continente têm a sua história profundamente afetada pela interferência estrangeira, que persiste de forma exploratória até os dias atuais.

Antes da colonização promovida pelos europeus, o continente foi alvo de expedições de colonizadores que estavam em busca de mão de obra escrava para as suas colônias americanas, inclusive no Brasil. Entre os séculos XV e XIX, muitos indivíduos foram retirados à força de seus países e escravizados, tendo a Baía de Benin papel fundamental nessa movimentação. De lá partiu a maioria dos africanos escravizados no Brasil.

No século XIX, no processo que ficou conhecido como neocolonialismo, países europeus puseram em prática a partilha do continente africano estabelecida durante a Conferência de Berlim (1889-1895), redesenhando as fronteiras dos territórios conforme seus interesses, e estabeleceram colônias de exploração. Entre os países colonizadores estão Portugal, França, Holanda, Inglaterra e Bélgica. A exploração das riquezas minerais e as plantações de cana-de-açúcar e chá-preto foram as principais atividades econômicas desenvolvidas.

Mesmo depois da independência, a maior parte dos países da África Subsaariana sofre com as consequências da exploração, como baixos índices de desenvolvimento humano, elevada pobreza, fome e desnutrição. Os problemas sociais e econômicos enfrentados têm maior ocorrência na África Central e no Chifre da África, na região da África Oriental.

Veja também: Quais foram os movimentos de resistência ao neocolonialismo na África?

África: país ou continente?

Apesar de, muitas vezes, nos referirmos à África como um conjunto homogêneo, tal qual um país, ela não o é. África é um continente, formado a partir de diversos territórios, dentre os quais 54 países.

Curiosidades sobre a África

Baobás em Madagascar, um dos países insulares do continente africano.
Baobás em Madagascar, um dos países insulares do continente africano.
  • O continente africano possui seis países insulares: Ilhas de Cabo Verde, Comores, Madagascar, Ilhas Maurício, São Tomé e Príncipe e Seichelles.

  • Alguns territórios da África não são oficializados como Estados: Somalilândia, Mayotte, Azauade, Cabinda, Ogoniland, Barotseland e República Árabe Saharaui Democrática|3|.

  • Fica na África do Sul a Cratera de Vredefort, um dos locais de impacto de meteorito mais antigos do mundo, com 2 bilhões de anos.

  • A África abriga dois dos rios mais longos do mundo, sendo eles o Nilo, com 6.650 km, e o Congo, que tem extensão de 4.370 km.

Notas

|1| O dilema demográfico da África. DW Brasil, 14 julho 2019. (Clique aqui e acesse)

|2| Quais são os países com as maiores reservas de petróleo e por que isso não é sinal de riqueza. BBC Brasil, 7 abril 2019. (Clique aqui e acesse)

|3|Atlas de países que ‘ainda’ não existem. El País, 28 março 2017. (Clique aqui e acesse)

Crédito da imagem

[1] Pecold / Shutterstock 

Publicado por Paloma Guitarrara

Artigos de África

Mulher contaminada com o vírus da AIDS em estado terminal.
A AIDS na África
Uma doença que tem ameaçado um continente inteiro.
A situação do processo de desertificação
A Desertificação na África
A Desertificação na África, O que é o processo de Desertificação na África, Como ocorre o processo de Desertificação na África, Quais são os principais agentes de aceleração do processo de Desertificação na África.
Mulher portadora do vírus HIV em fase terminal, África do Sul.
África do Sul e a Aids
África do Sul e a Aids, A epidemia pode comprometer o crescimento econômico da África do Sul, Quantos são os infectados na África do Sul, número de portadores do HIV na África do Sul.
Grande parte da população da África Setentrional conduz o desenvolvimento da sua sociedade de acordo com as leis islâmicas¹
África Setentrional: Uma extensão do Oriente Médio?
Será que a África Setentrional pode ser considerada uma extensão do Oriente Médio? Clique e entenda!
Mapa da África Subsaariana
África Subsaariana
Conheça mais sobre a África Subsaariana, uma das regiões mais pobres do mundo.
A subdivisão do continente africano
As duas Áfricas
Os contrastes dentro de um mesmo continente.
Realidade de muitas crianças africanas.
As principais causas da fome na África
As raízes de um flagelo que atinge milhões de pessoas no continente.
A grande maioria dos conflitos na África é proveniente da descolonização.
Descolonização da África
Descolonização da África, O que é descolonização, Como ocorreu o processo de descolonização da África, Quando teve início o processo de descolonização da África, Quais fatores contribuíram para o processo de descolonização da África, As conseqüências do processo de descolonização da África.
Um elevado número de pessoas que vivem na África enfrenta sérios problemas ligados à falta de água.
Escassez de água na África
Além de problemas socioeconômicos, o continente enfrenta a falta de água.
Os problemas sociais dos países africanos é resultado da forma de colonização que ocorreu no continente
O início da colonização na África
Os principais fatores que levaram os europeus a explorar o continente africano.
A atuação dos Médicos Sem Fronteiras no continente africano
Organizações Humanitárias na África
A atuação dos grupos que visam minimizar os problemas no continente africano.
Países da África
Saiba quais são os países da África e suas capitais. Veja como esses países se distribuem em cinco grandes regiões. Descubra quais países da África falam português.
A África Islâmica corresponde às partes destacadas.
Produção agropecuária na África Islâmica
As atividades agrícolas praticadas nessa porção africana.
A parte com destaque verde representa a África Subsaariana.
Produção agropecuária na África Subsaariana
A configuração das atividades agrícolas na porção meridional da Africana.
Monumento islâmico localizado no norte da África.
Regionalização do território africano
Regionalização do território africano, Como ocorre a regionalização do território africano, O que é levado em conta para a regionalização do território africano.
video icon
Geografia
Cartografia no Enem: como esse tema é cobrado?
Assista à videoaula e conheça como o tema cartografia cai nas provas do Enem. Entenda o que é cartografia e suas principais características.

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
Videoaula Brasil Escola
Guia de Profissões
Publicidade e Propaganda
Que tal conhecer um pouco mais sobre as funções de um publicitário?
video icon
Videoaula Brasil Escola
Inglês
Genitive Case
É hora de aperfeiçoar sua gramática na Língua Inglesa. Assista!
video icon
Videoaula Brasil Escola
Português
Preposições
Vamos aprender mais sobre essa classe conectiva de termos?