Whatsapp icon Whatsapp

Elementos transurânicos

Os elementos transurânicos são todos artificiais e radioativos e apresentam número atômico maior que 92.
Os elementos transurânicos possuem número atômico maior que o do Urânio
Os elementos transurânicos possuem número atômico maior que o do Urânio

Elementos químicos transurânicos são todos os elementos químicos que possuem o número atômico (ou seja, número de prótons no interior do núcleo) superior a 92.

Como o Urânio é o elemento químico de maior número atômico encontrado na natureza, o qual é igual a 92, o termo transurânico foi proposto para identificar todos os elementos químicos que fossem produzidos em laboratório e que apresentassem o número atômico maior que o do Urânio. Portanto, os elementos transurânicos são todos artificiais.

Listamos a seguir todos os elementos transurânicos da tabela periódica:

  • Neptúnio (93Np)

  • Plutônio (94Pu)

  • Amerício (95Am)

  • Cúrio (96Cm)

  • Bérquélio (97Bq)

  • Califórnio (98Cf)

  • Einstênio (99Es)

  • Férmio (100Fm)

  • Mendelévio (101Md)

  • Nobélio (102No)

  • Laurêncio (103Lr)

  • Rutherfórdio (104Rf)

  • Dúbnio (105Db)

  • Seabórgio (106Sg)

  • Bóhrio (107Bh)

  • Hássio (108Hs)

  • Meitnério (109Mt)

  • Darmstádio (110Ds)

  • Roentgênio (111Rg)

  • Copernício (112Cn)

  • Nihônio (113Nh)

  • Fleróvio (114Fl)

  • Moscóvio (115Mc)

  • Livermório (116Lv)

  • Tenessino (117Ts)

  • Oganesso (118Og)

Histórico

A partir do momento que não foram mais encontrados elementos químicos na natureza com o número atômico superior a 92, vários grupos de cientistas e colaboradores passaram a tentar formar os átomos desses elementos.

Para isso, utilizaram – e continuam utilizando até hoje – a técnica denominada transmutação artificial, que consiste em bombardear o núcleo de um átomo com partículas atômicas, como nêutrons e prótons. Abaixo, temos a representação da transmutação artificial do Urânio em Neptúnio:

92U238 + 0n192U23993Np239 + -1β0

92U23993Np239 + -1β0

Nessa transmutação, o núcleo bombardeado com nêutron origina um novo núcleo de Urânio, o qual, por ser instável, emite radiação beta (β) e transforma-se no elemento transurânico Neptúnio.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

As tentativas de transmutação iniciaram em 1934 e prosseguem até hoje, e, ao longo dos últimos anos, vários elementos foram descobertos. Listamos a seguir alguns dos cientistas que se destacaram no estudo e na descoberta de elementos transurânicos:

  • Henrico Fermi

  • Edwin M. McMillan

  • J. W. Kennedy

  • A. C. Wahl

  • Philip H. Abelson

  • Irene Curie

  • Frederic Joliot

  • Glenn T. Seaborg

  • Yuri Oganessian

Características e utilizações

Os núcleos atômicos desses elementos são muito instáveis por causa do grande número de prótons e nêutrons presentes neles, o que faz com que esses elementos sofram decaimento, ou seja, transformação. Assim, isso dificulta a caracterização e a determinação de suas propriedades físicas e químicas.

Como todos os elementos transurânicos apresentam núcleos instáveis, seu uso ainda é restrito em razão de seu difícil estudo. Seguem algumas das utilizações desses elementos:

  • Netúnio: é utilizado em equipamentos para detectar nêutrons;

  • Plutônio: usado como material radioativo em bombas nucleares e como combustível em reatores de fissão nuclear;

  • Amerício: é usado como fonte de radiação gama, em equipamentos para detectar fumaça e em equipamentos de calibração da espessura de vidros;

  • Cúrio: é utilizado como gerador de energia para componentes espaciais (como naves e satélites), em alguns equipamentos utilizados para estudar a estrutura e composição de rochas e como fonte de calor em usinas termoelétricas;

  • Berquélio: usado no estudo de outros elementos transurânicos;

  • Califórnio: elemento utilizado em reatores de fissão nuclear, como uma fonte de nêutrons, em instrumentos capazes de detectar metais ou corrosão em peças metálicas e no tratamento radioterápico de câncer do útero e do cérebro.

Publicado por Diogo Lopes Dias

Artigos Relacionados

Para aumentar a velocidade das partículas que bombardearão o núcleo de um elemento, usa-se um acelerador de partículas
Acelerador de partículas
Conheça o que constitui um acelerador de partículas, os três tipos principais de aceleradores e para que eles são utilizados.
Bomba atômica
Entenda como funcionam as bombas atômicas, descubra a diferença entre as bombas de fissão e fusão nuclear e conheça os efeitos causados por elas.
Por que átomos se desintegram?
Decaimento radioativo
Desintegração nuclear de isótopos.
O tecnécio é um dos quatro elementos cisurânicos
Elementos cisurânicos
Conheça cada um dos elementos denominados cisurânicos, suas características, localização na tabela periódica e utilizações.
Elementos naturais e sintéticos
Confira aqui as principais características dos elementos naturais e sintéticos!
Siglas e nomes dos novos elementos químicos
Nomes dos novos elementos químicos
Conheça quais são os nomes dos novos elementos químicos da Tabela Periódica e as razões que levaram à escolha de cada nome.
Os quatro novos elementos da Tabela Periódica
Novos elementos da Tabela Periódica
Conheça por intermédio deste texto os quatro novos elementos da Tabela Periódica!
As usinas nucleares sempre são instaladas perto de fontes de águas naturais. Em destaque na foto temos as torres de resfriamento
Reator Nuclear
Entenda o funcionamento de um reator usado nas usinas nucleares.
video icon
Português
Nove noites | Análise Literária [Fuvest]
Assista à nossa videoaula para conhecer um pouco mais da obra “Nove noites”, do escritor e jornalista Bernardo Carvalho. Confira nossa análise!

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
Videoaula Brasil Escola
Inglês
Genitive Case
É hora de aperfeiçoar sua gramática na Língua Inglesa. Assista!
video icon
Videoaula Brasil Escola
Sociologia
Democracia racial
Você sabe o que significa democracia racial? Clique e nós te ensinamos!
video icon
Tigres Asiáticos
Geografia
Tigres Asiáticos
Assista à nossa videoaula sobre os Tigres Asiáticos, e conheça as razões do desenvolvimento rápido desses territórios.