Nomenclatura das aminas

As aminas são compostos orgânicos identificados pelo grupo funcional derivado da amônia (NH3), em que há a troca de um, dois ou três hidrogênios ligados ao nitrogênio por cadeias carbônicas.

Quando se substitui apenas um hidrogênio, temos uma amina primária. Se forem dois, a amina é secundária; e se forem três, a amina é terciária. Assim, para ser caracterizado como amônia, o composto deve apresentar em sua estrutura um dos três grupos funcionais abaixo:

Classificação dos tipos de aminas

Para cada uma dessas aminas, existem regras específicas estabelecidas pela IUPAC (União Internacional de Química Pura e Aplicada) para sua nomenclatura oficial. Por isso, vamos considerá-las separadamente:

Nomenclatura das aminas primárias:

Os componentes principais são:

Principais componentes da nomenclatura das aminas primárias

Um ponto importante é não se esquecer de numerar a cadeia (começando pelo mais próximo do grupo funcional) e localizar a posição do grupo ? NH2.

Vejamos alguns exemplos:

H3C ? CH2 ? CH2 ? CH2 ? NH2: butan-1-amina

             NH2
               ?
H3C ? CH ? CH2 ? CH2 ? CH2 ?CH3: hexan-2-amina

                          NH2
                             ?
H3C ? CH2 ? CH ? CH ? CH ?CH3: hex-4-en-3-amina

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Se a cadeia principal for ramificada, é necessário localizar também as ramificações em ordem alfabética. Veja os exemplos abaixo:

             CH3   NH2
              ?         ?
H3C ? CH ? CH ? CH2 ?CH3: 2-metil-pentan-3-amina

            CH3              NH2
              ?                     ?
H3C ? CH ? CH2 ? CH ?CH3: 4-metil-pentan-2-amina

Nomenclatura das aminas secundárias e terciárias:

?Nesses casos, a cadeia principal é considerada a cadeia mais longa e ela é que é numerada para indicar a localização dos grupos substituintes. A nomenclatura dos radicais (ou substituintes ligados ao nitrogênio e não à cadeia carbônica) é feita colocando primeiro a letra N e depois adicionando o prefixo + il.

Veja os exemplos a seguir:

H3C ? CH2 ? CH2 ? CH2 ? NH ? CH2: N-metil-butanamina

           CH3                CH3                    
            ?                       ?
H3C ? CH ? CH2 ? N ? CH2 ? CH3: N-etil-2, N-dimetil-propanamina

Exemplos de nomenclatura de aminas secundárias e terciárias

O primeiro corante sintético utilizado com sucesso no tingimento de tecidos foi uma amina que recebe o nome de N-metilbenzenoamina
O primeiro corante sintético utilizado com sucesso no tingimento de tecidos foi uma amina que recebe o nome de N-metilbenzenoamina
Publicado por: Jennifer Rocha Vargas Fogaça
Artigo relacionado
Teste agora seus conhecimentos com os exercícios deste texto
Lista de Exercícios

Questão 1

(ESCS-DF) A indústria química da borracha utiliza várias classes de compostos como anti-degradantes, que são antioxidantes e antiozonantes. Esses compostos desempenham uma função importante, porque protegem a borracha natural ou sintética dos efeitos danosos da exposição à atmosfera e à luz do sol. Os antioxidantes retardam a oxidação da borracha. Os antiozonantes também são utilizados em combinação com as borrachas insaturadas para evitar reação com o ozônio da atmosfera, que provoca fissuras na superfície do composto de borracha. Um dos intermediários mais importantes na síntese desses antidegradantes está representado a seguir:

A nomenclatura correta desse composto é:

a) 4-aminodibenzilamina;

b) 4-aminodifenilamina;

c) 4-aminodifenilamida;

d) 1,4-diaminofenilbenzeno;

e) 1-aminodibenzilamina.

Questão 2

(Unioeste) Recentemente, a ANVISA (Agencia Nacional de Vigilância Sanitária) proibiu a venda de suplementos alimentares que contenham a substância DMAA (dimetilamilamina) por suspeitas desta causar graves danos à saúde. A nomenclatura IUPAC do DMAA é 4-metil-2-hexanamina. Assinale, dentre as alternativas abaixo, aquela que apresenta a estrutura correta desse composto.

a)

b)

c)

d)

e)

Mais Questões
Assuntos relacionados
O principal representante dos álcoois é o etanol
Álcoois
Conheça o grupo funcional dos álcoois, sua nomenclatura e principais utilizações no cotidiano.
Estrutura molecular do Éter Etílico.
Éter Etílico
Éter Etílico, éter sulfúrico, éter dietílico, etoxietano, átomo de oxigênio ligado a dois grupos orgânicos, Valerius Cordus, reação de álcool etílico com ácido sulfúrico, extrema volatilidade, periculosidade do éter etílico, sintetizar a cocaína, provocar incêndios, solvente de resinas.
Na molécula do etino (estrutura acima), ocorre o fenômeno da ressonância, haja vista que ela apresenta ligação pi
Ressonância (efeito mesomérico)
Acesse este link para entender a ressonância, também chamada de efeito mesomérico, que nada mais é do que o deslocamento dos elétrons pertencentes a uma ou mais ligações pi ao longo dos carbonos de uma cadeia em virtude da diferença de eletronegatividade dos átomos envolvidos.
Anilina
Fenilamina, Anilina, compostos aromáticos, líquido oleoso incolor, solúvel em álcool e éter, substância venenosa, alcatrão mineral, coramento de células para serem vistas ao microscópio, azul-de-metileno, sais de diazônio, Otto Unverdorben, destilação seca do anil ou do índigo.
Cetonas dão aroma às pipocas.
Cetonas
Como esses compostos participam de nossa alimentação?
Bala de menta: sabor característico do mentol.
Mentol
O mentol é responsável pela ação refrescante das pastilhas, balas e chicletes. Confira!
Polaridade de ácidos carboxílicos
Como saber quais ácidos são solúveis em água?
O acetato de sódio (sal orgânico) é um sódio cristalino
Propriedades dos Sais Orgânicos
Conheça as principais propriedades físicas e químicas apresentadas pelos sais orgânicos derivados dos ácidos carboxílicos.