Nomenclatura de Éteres

A nomenclatura oficial para os Éteres segue uma regra fixa estabelecida pela União Internacional de Química Pura e Aplicada (IUPAC), mas em contrapartida existe a chamada regra usual: mais conhecida e utilizada nos vestibulares. Observe a diferença entre elas:

Exemplos:

Nomenclatura oficial IUPAC: metoxietano
Nomenclatura usual: éter metil-etílico

Nomenclatura oficial IUPAC: etoxietano
Nomenclatura usual: éter dietílico

Nota: o composto acima é popularmente conhecido como éter comum.

Estrutura linear de éter:

Nomenclatura oficial IUPAC: metoxipropano
Nomenclatura usual: éter metil-propílico

Esclarecimento das normas estabelecidas pela IUPAC:

1. Inicie o nome dos éteres pelo prefixo de menor número de carbonos, conforme abaixo:

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Prefixos:

1 carbono - MET                                                    6 carbonos - HEX
2 carbonos - ET                                                     7 carbonos - HEPT
3 carbonos - PROP                                                8 carbonos - OCT
4 carbonos - BUT                                                   9 carbonos - NON
5 carbonos - PENT                                                10 carbonos - DEC

2. Use o termo intermediário: OXI.

3. Encerre pelo nome do hidrocarboneto com maior número de carbonos.

Exemplo:


Metoxietano

Repare que a nomenclatura começou com o prefixo representando a cadeia com menor número de carbonos (met), e terminou com o sufixo que representa a cadeia maior (etano).

Publicado por: Líria Alves de Souza
Artigo relacionado
Teste agora seus conhecimentos com os exercícios deste texto
Lista de Exercícios

Questão 1

(UFRN) O etoxietano (éter comum), usado como anestésico em 1842, foi substituído gradativamente por outros anestésicos em procedimentos cirúrgicos. Atualmente, é muito usado como solvente apolar nas indústrias, em processos de extração de óleos, gorduras, essências, entre outros. A estrutura do éter comum que explica o uso atual mencionado no texto é:

a) CH3–CH2–CH2–CH2–OH.

b) CH3–CH2–O–CH2–CH3.

c) CH3–CH2–CH2–CHO.

d) CH3–CH2–CH2–CO2H.

e) CH3–O–CH2–CH2–CH3.

Questão 2

Qual das alternativas indica corretamente o nome usual para este éter?

a) Éter sec-butil-isopropílico

b) Éter propil-sec-butílico

c) Éter sec-butil-propílico

d) Éter isopropil-sec-butílico

e) Éter butil-propílico

Mais Questões
Assuntos relacionados
O fenol comum é o hidrobenzeno mostrado acima
Fenóis
Veja qual é o grupo funcional dos fenóis, suas principais características e propriedades, bem como suas aplicações.
Ureia é a amida mais conhecida, pois participa da nutrição de animais e é excretada por nós, humanos.
Amidas
Clique aqui para saber mais sobre as amidas, funções nitrogenadas que apresentam em sua estrutura uma carbonila ligada a um nitrogênio. Veja aqui suas aplicações, nomenclatura, classificação, propriedades, grupo funcional, curiosidades e exemplos!
Representação dos átomos presentes na molécula de THC
THC: composição química do principal componente da maconha
Conheça a composição química do principal componente da maconha: o THC!
Na realidade, o nome oficial do ácido fórmico presente nas formigas é ácido metanoico
Nomenclatura dos ácidos carboxílicos
Aprenda a realizar a nomenclatura dos ácidos carboxílicos normais, ramificados, saturados, insaturados e com mais de um grupo funcional.
O THC é conhecido comumente por tetra-hidrocarbinol; porém seu nome oficial é 6,6,9-trimetil-3-pentilo-6H-dibenzo[b,d]piran-1-ol
Nomenclatura dos fenóis
Observe as regras de nomenclatura dos fenóis estabelecidas oficialmente, além dos nomes usuais mais comuns que também são aceitos pela IUPAC (União Internacional de Química Pura e Aplicada).
O nome recomendado pela IUPAC para a creatina (nome usual) é ácido 2-(carbamimidoil-metilamino) acético
Nomenclatura de compostos com funções mistas
Aprenda de uma maneira simples como é feita a nomenclatura no caso de compostos orgânicos de função mista, isto é, com duas ou mais funções em sua estrutura.
O principal representante dos álcoois é o etanol
Álcoois
Conheça o grupo funcional dos álcoois, sua nomenclatura e principais utilizações no cotidiano.
Aminas são produzidas na decomposição de peixes.
Aminas
Bases orgânicas, amônia, Aminas alifáticas, trimetilamina, putrescina, cadaverina, diaminas alifáticas saturadas, alcalóides, vulcanização da borracha, preparação de corantes, fabricação de sabões, produção de medicamentos, Amina terciária, Amina secundária, Amina primária, reação com ácido nitroso.
A anilina (fenilamina) é um corante sintético muito importante
Presença das aminas no cotidiano
Conheça algumas aplicações muito importantes das aminas no cotidiano, além da sua presença nos organismos vivos.