Gíria

O que é gíria? Gíria é um tipo de linguagem empregada em um determinado grupo social, mas que pode se estender à sociedade em razão do grau de aceitação.

Portanto, a gíria pode ficar restrita ou pode se tornar pública. Trata-se de um fato social obtido através da língua e, por este motivo, é definido como fenômeno linguístico e compreende:

Gíria de grupo – É restrita às pessoas do grupo, pois só elas são capazes de decifrar o que está sendo dito; código entre seus membros; meio de identificação própria, peculiar; expressão de sentimentos de restrição relativos à sociedade; representa uma escolha social.

Gíria comum – É aquela que tomou proporções maiores e atingiu a população; ocasiona vínculo com os demais, a fim de se formar uma identidade nacional; rompe com a formalidade; expressão de sentimentos de frustração, felicidade, concordância e discordância.

A expansão da gíria ocorre de acordo com a proporção social que atingiu. Então, é comum se ouvir nas ruas algo que está sendo dito em uma novela ou programa de audiência.

A gíria também acompanha os movimentos de ordem política e podem surgir nos palanques, nas manifestações de reivindicação por melhoras, nas reuniões sindicais, nas propagandas, etc.

É importante estudar a gíria e seu efeito em relação aos valores sociais, pois é um meio de se entender o mundo atual e a repercussão que os canais de comunicação detêm. No entanto, sempre estabelecendo os limites e os motivos pelos quais tal fenômeno é usado. Pois há muitos que o utilizam desordenadamente.
Saber por que as variações linguísticas ocorrem é válido, no entanto, deve-se ter cuidado para não se fazer apologia em respeito a elas.

Alguns tipos de gírias comuns:

“Abrir o jogo”- contar a verdade
“Baixar a bola” – acalmar
“Arregaçar as mangas” – dar início a um trabalho
“paty” ou “patricinha” – rica, bem-vestida, mulher fresca
“baranga”, “tribufu” – mulher feia
“playboy” ou “mauricinho” – garoto rico ou que quer aparentar que é
“bater na mesma tecla” – insistir
“bater boca” – brigar, discutir
“com a faca e o queijo na mão” – com tudo para resolver um problema
“dar com a língua nos dentes” – fofocar, contar um segredo
“fazer vista grossa” – fingir que não viu algo importante, negligenciar
“Mudar da água para o vinho” – mudar radicalmente para melhor

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Veja mais!

Ler dá sono! - Será que isso realmente é verdade?

Publicado por: Sabrina Vilarinho
Artigo relacionado
Teste agora seus conhecimentos com os exercícios deste texto
Lista de Exercícios

Questão 1

Leia as palavras e expressões abaixo e, em seguida, marque a alternativa correta:

guri – tribufu – mano – dar um rolé – da hora – dar um perdido – queimar o filme

a) São expressões idiomáticas da língua portuguesa.

b) São neologismos incorporados ao léxico da língua portuguesa.

c) São dialetos das regiões sul e centro-oeste do Brasil.

d) São palavras e expressões que podem ser compreendidas apenas em sentido conotativo.

e) São gírias e expressões utilizadas em diversas regiões do Brasil.

 

Questão 2

Marque a única alternativa que não diz respeito às gírias utilizadas pelos falantes da língua portuguesa:

a) A gíria é um tipo de linguagem empregado em determinadas situações e por determinados grupos sociais.

b) De acordo com a intensidade e recorrência de utilização, as gírias podem ser incorporadas ao léxico das regiões em que são utilizadas em razão do grau de aceitação na sociedade.

c) Estudar as gírias utilizadas por uma comunidade linguística é importante para compreendermos as transformações pelas quais passam as línguas e a maneira como os falantes transformam-nas de acordo com suas necessidades e em contextos específicos.

d) As gírias podem ser consideradas como sendo um fenômeno linguístico de pouca importância, já que esse fenômeno não alcança a maioria dos falantes de uma língua, somente crianças e adolescentes.

e) Podemos afirmar que as gírias são importantes objetos de análise sobre o funcionamento e as transformações linguísticas pelas quais passam certas comunidades do discurso.

 

Mais Questões
Assuntos relacionados
Acróstico
Você pode não saber o que é, mas já deve ter feito pelo menos uma vez!
A oralidade e a escrita
A fala pode estar presente na hora de escrever?
Os diversos níveis de linguagem permitem que os falantes comuniquem-se
Níveis de linguagem
Leia este artigo para conhecer os níveis de linguagem a partir dos quais podemos nos comunicar verbalmente com outras pessoas.
A fala é distinta da escrita, não escrevemos conforme falamos
Fala e escrita
você não pode escrever da mesma maneira como fala!