Whatsapp icon Whatsapp

Valentina Tereshkova

Valentina Tereshkova foi uma cosmonauta soviética e a primeira mulher a ser enviada ao espaço. Tereshkova tripulou, sozinha, a Vostok 6 em junho de 1963, permanecendo no espaço por quase três dias e percorrendo 48 voltas na órbita terrestre. Atualmente ela ocupa cargos na política da Rússia.

Acesse também: Sputnik, o programa que lançou o primeiro satélite da história

Primeiros anos

Valentina Tereshkova nasceu no dia 6 de março de 1937, sendo originária de um vilarejo chamado Bolshoye Maslennikovo. Ela pertencia a uma família de camponeses, sendo seu pai, Vladimir Tereshkov, um motorista de trator que faleceu, anos depois do nascimento da filha, enquanto lutava na Guerra de Inverno, conflito travado por União Soviética e Finlândia entre 1939 e 1940.

Valentina Tereshkova foi a primeira mulher da história a ir ao espaço, realizando sua missão em 1963.[1]
Valentina Tereshkova foi a primeira mulher da história a ir ao espaço, realizando sua missão em 1963.[1]

Sua mãe, Elena Fyodorovna Tereshkova, era uma operária em uma fábrica têxtil, em Yaroslavl, cidade que fica na região central da atual Rússia. A jovem Valentina estudou durante sua infância e adolescência, mas logo começou a trabalhar como operária, primeiro em uma fábrica de pneus e depois em uma fábrica têxtil.

Carreira como cosmonauta

A juventude de Valentina Tereshkova ficou marcada por um acontecimento diretamente relacionado com a Guerra Fria: a corrida espacial. Nela, Estados Unidos e União Soviética disputaram entre si com o objetivo de realizar as maiores inovações possíveis quanto à exploração do espaço.

Valentina Tereshkova nunca havia alimentado o sonho de tornar-se cosmonauta (como os soviéticos referiam-se aos astronautas), mas viu a oportunidade surgir como um desdobramento dessa corrida espacial. Ela tinha experiência com paraquedismo, uma vez que havia aderido a um clube de paraquedistas amador, saltando com certa frequência.

Além disso, ela era engajada no Partido Comunista, inicialmente fazendo parte da liga de jovens, mas depois filiando-se oficialmente ao partido. Foi por esse contato que ela teve conhecimento de um programa que seria desenvolvido pelo governo soviético. Esse programa visava ao envio de mulheres para o espaço.

Tareshkova decidiu se inscrever no programa e foi enviada para uma seleção bastante rígida. O programa como um todo era um segredo de Estado e, portanto, nem mesmo sua mãe poderia saber do treinamento que ela faria. Ao todo, ela passou por uma seleção que escolheu cinco mulheres, entre as 5000 inscritas.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Ao longo de sete meses, Tereshkova passou por um rigoroso treinamento que avaliou sua capacidade física e mental de resistir aos cenários adversos encontrados por um cosmonauta. Entre os testes realizados, constaram testes de isolamento, em centrífugas, de descompressão, de temperatura, e ela praticou como piloto de um jato.

Em dezembro de 1962, as cinco candidatas finais foram escolhidas:

  • Valentina Tereshkova

  • Valentina Ponomaryova

  • Tatyana Kuznetsova

  • Zhanna Yorkina

  • Irina Solovyova

No final, Valentina Tereshkova foi a escolhida, pois ela tinha certa experiência com paraquedismo e era uma figura ideal para a propaganda soviética. Era vista como a mulher soviética ideal, pois era devotada ao Partido Comunista e tinha uma origem humilde, tendo nascido em uma família de camponeses e sendo uma trabalhadora operária. A escolha foi feita pelo próprio primeiro-secretário do Partido Comunista Nikita Kruschev.

Acesse também: Apollo 11, a missão norte-americana que levou o homem à Lua

  • Vostok 6

Réplica da cápsula da Vostok 6, a espaçonave que levou Valentina Tereshkova ao espaço, em 1963.[2]
Réplica da cápsula da Vostok 6, a espaçonave que levou Valentina Tereshkova ao espaço, em 1963.[2]

Inicialmente, Tereshkova seria enviada ao espaço na espaçonave Vostok 5, e Valentina Ponomaryova faria a missão pela Vostok 6. Entretanto, os planos do governo soviético mudaram radicalmente, e para a Vostok 5 foi nomeado um cosmonauta chamado Valery Bykovsky, enquanto Tereshkova foi escalada para a Vostok 6.

O lançamento da Vostok 6 ocorreu no dia 16 de junho de 1963. Valentina Tereshkova tinha apenas 26 anos, sua viagem ao espaço se estendeu por quase 71 horas e sua espaçonave deu 48 voltas na Terra. Isso fez dela a primeira mulher a viajar ao espaço.

Durante a missão, Tereshkova recebeu o codinome de “gaivota”, e seu retorno foi complicado. Ela seguiu o planejamento, ejetando-se da cápsula em que estava quando alcançou a altura de 6000 metros de altitude. A partir daí, ela fez a descida de paraquedas, sofrendo com o forte vento.

Valentina Tereshkova pousou em uma região fronteiriça do Cazaquistão com a Mongólia e a China, na manhã de 19 de junho. Apesar do feito heroico da operária russa, a União Soviética demorou bastante tempo para enviar outra mulher ao espaço.

O programa espacial que treinava mulheres para tanto foi encerrado em 1969, e a União Soviética somente enviou outra cosmonauta ao espaço em 1982, quando Svetlana Savitskaya foi, em missão, para o espaço na estação espacial Salyut 7. Os Estados Unidos só enviaram a primeira mulher ao espaço em 1983, com Sally Ride a bordo da espaçonave Challenger.

Vida após a viagem espacial

Jornal soviético de 1963, reconhecendo o feito da cosmonauta Valentina Tereshkova.[3]
Jornal soviético de 1963, reconhecendo o feito da cosmonauta Valentina Tereshkova.[3]

Valentina Tereshkova tornou-se uma personalidade nacional, passando a ser exaltada como heroína soviética. Ela recebeu elogios e foi condecorada pelo próprio Nikita Kruschev, recebendo a Ordem de Lenin e a Herói da União Soviética, duas das maiores honrarias dadas pelo governo soviético. Ela também foi convidada a fazer viagens pelo mundo, contando o seu feito.

A ex-operária continuou bastante engajada no Partido Comunista, sendo membro do Soviete Supremo da União Soviética, membro do Comitê Central do Partido Comunista, presidente do Comitê de Mulheres Soviéticas, entre outros. Ela também conseguiu graduar-se em engenharia, mas nunca mais foi enviada ao espaço.

Posteriormente, com a fragmentação da União Soviética, Valentina Tereshkova procurou se eleger para cargos no Legislativo russo, mas não teve sucesso em duas ocasiões. Em 2011, finalmente, ela conseguiu eleger-se para a Duma Federal, a câmara baixa do Legislativo russo. Atualmente ela está filiada ao mesmo partido que Vladimir Putin, o autocrata que governa a Rússia.

No âmbito pessoal, Valentina Tereshkova casou-se duas vezes. O primeiro casamento aconteceu, em 1963, com o cosmonauta Andrian Nikolayev, tendo uma filha chamada Elena. Ela se divorciou em 1982 e, no mesmo ano, casou-se com Yuli Shaposhnikov.

Créditos das imagens

[1] Timofeeff e Shutterstock

[2] Scifier e Shutterstock

[3] FedotovAnatoly e Shutterstock

Publicado por Daniel Neves Silva

Artigos Relacionados

O Sputnik 1, lançado pelos soviéticos em 1957, foi o primeiro satélite artificial lançado pela humanidade.*
Corrida espacial
Veja mais detalhes sobre a corrida espacial e a disputa pela exploração do espaço travada por americanos e soviéticos entre 1957 e 1975.
A Guerra Fria teve os Estados Unidos e a União Soviética como seus grandes protagonistas.
Guerra Fria
Veja mais detalhes sobre a Guerra Fria, conflito político-ideológico de grande relevância que ocorreu ao longo da segunda metade do século XX.
Soldados alemães invadindo a URSS durante a Operação Barbarossa
Operação Barbarossa
Saiba como ocorreu a Operação Barbarossa, uma das maiores campanhas militares da Segunda Guerra Mundial.
Vladimir Lenin foi um dos principais articuladores da Revolução Russa
Revolução Russa
Conheça as principais características da Revolução Russa e entenda a importância que esse acontecimento teve no início do século XX.
Lênin, principal líder da revolução bolchevique.
Revolução Russa – o processo revolucionário e o Governo Lênin
Revolução Russa, Socialismo, czarismo, queda do czarismo, processo revolucionário russo, mundo contemporâneo, Nicolau II, Lênin, Trotski, Stálin, Exército Vermelho, bolcheviques, mencheviques, guerra civil, Primeira Guerra Mundial, NEP, planos qüinqüenais.
O Sputnik 1 foi o primeiro satélite lançado pela humanidade, em 4 de outubro de 1957.*
Sputnik 1
Clique aqui e saiba mais sobre a construção do Sputnik 1. Aprenda sobre o programa espacial que lançou esse satélite e sobre o contexto desse momento!
União Soviética
Clique e acesse para ler sobre a história da União Soviética. Entenda como ela se formou e como acabou, em 1991. Confira seus principais acontecimentos!
video icon
Biologia
Anexos embrionários
Anexos embrionários ou membranas extraembrionárias são estruturas membranosas que estão relacionadas com vários processos durante o desenvolvimento do embrião. Os anexos surgiram em grupos diferentes e evoluíram com o passar das gerações, tornando-se mais especializados e, em alguns casos, sendo substituídos por outras estruturas. Saiba mais!

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
videoaula brasil escola
Química
Cinética química
Se ainda tem dúvidas quanto a velocidade das reações, essa videoaula é para você!
video icon
videoaula brasil escola
Português
Redação
Entenda como realizar argumento por causa e consequência com a nossa aula.
video icon
videoaula brasil escola
História
Crise de 1929
A quebra da bolsa de valores de Nova Iorque afetou não só os EUA, como o mundo. Entenda!