Whatsapp icon Whatsapp

Demografia

A demografia é uma ciência que estuda as dinâmicas da população. A importância da demografia está relacionada à sua contribuição na proposição de políticas públicas.
A demografia é uma ciência que realiza diversos estudos populacionais.
A demografia é uma ciência que realiza diversos estudos populacionais.

Demografia é um campo da ciência que estuda os diferentes aspectos da população. Essa área do conhecimento foi desenvolvida em um contexto histórico-econômico marcado pela preocupação com o crescimento da população. A demografia utiliza vários conceitos e indicadores demográficos para a concretização dos seus estudos, como as taxas de mortalidade e natalidade.

A importância da análise dessas variáveis está atrelada ao estabelecimento de considerações sobre o perfil da população e, por conseguinte, ao desenho de políticas públicas que possibilitem a qualidade de vida dos indivíduos que formam os grupos populacionais.

O Brasil passa atualmente por um processo de envelhecimento da população, marcado pela queda da natalidade e aumento da longevidade. Esse cenário é ainda mais acentuado em algumas outras partes do mundo e implica em estabelecer novos direcionamentos para a compreensão das dinâmicas populacionais. Logo, a importância da demografia está em auxiliar o entendimento desses processos.

Leia também: Quais são as 20 cidades mais populosas do mundo?

Resumo sobre demografia

  • A demografia é uma ciência que, a partir da análise de dados e informações diversas, estuda as dinâmicas da população.

  • A origem da demografia está atrelada à preocupação de especialistas em entender o comportamento da população mundial.

  • A população é o número de indivíduos que ocupa um determinado espaço. Ela é classificada em população absoluta e relativa.

  • As taxas de natalidade e mortalidade são importantes indicadores demográficos que refletem diretamente o crescimento da população.

  • A importância da demografia está, entre outros aspectos, na importância de fornecer subsídios para a construção de políticas públicas.

  • O Brasil passa por um processo de mudança do seu perfil populacional, marcado pela diminuição da natalidade e elevação da expectativa de vida.

  • A população mundial vem apresentando uma tendência de decréscimo populacional em razão de mudanças econômicas, culturais e sanitárias.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

O que é demografia?

Demografia é a ciência que tem como objeto de estudo as dinâmicas da população. Logo, é um campo do conhecimento que trata da produção e interpretação de informações diversas sobre a população em geral, a partir de meios como gráficos, tabelas e relatórios diversos.

Para tal, a demografia utiliza vários dados que remetem às características da população de uma determinada localidade, como sexo e idade, além de informações mais complexas, como as relacionadas à saúde e à educação.

Esses dados possibilitam a construção de indicadores demográficos diversos, que auxiliam os demógrafos na análise das dinâmicas populacionais, por exemplo o crescimento e a distribuição da população.

A demografia difere-se da chamada Geografia da População, uma vez que a segunda é um campo da ciência geográfica que tem como enfoque principal as relações entre a população e o espaço.

Leia também: Quais são as teorias demográficas?

Principais indicadores e conceitos demográficos

A demografia e os estudos correlacionados utilizam um conjunto de conceitos e indicadores demográficos, que traduzem as principais dinâmicas da população. Essas ferramentas auxiliam a análise dos demógrafos sobre os diferentes cenários populacionais. A listagem abaixo apresenta os indicadores e conceitos mais importantes para a demografia:

  • População: É o número de pessoas que habitam uma determinada localidade.

    • A população absoluta é o número total de habitantes.

    • Já a população relativa, também chamada de densidade demográfica, é o número total de habitantes dividido pela área espacial. A população relativa é expressa em habitantes por quilômetro quadrado (hab./km²).

  • Taxa de natalidade: É o número de crianças que nasceram vivas em um determinado período de tempo, geralmente um ano. A taxa de natalidade é calculada por meio do número total de nascimentos dividido pela população absoluta.

  • Taxa de fecundidade: É a estimativa do número médio de filhos por mulher ao longo do período fértil da população feminina. A taxa de fecundidade é medida a partir da divisão do número total de nascimentos e o número absoluto de mulheres da população.

  • Taxa de mortalidade: É o número de indivíduos que morreram em um determinado período de tempo, geralmente um ano. A taxa de mortalidade é determinada pela razão entre o número de óbitos e a população absoluta.

    • Já a taxa de mortalidade infantil é um indicador específico que indica o número de crianças que vieram a óbito antes de completarem um ano de vida.

  • Expectativa de vida: É a estimativa dos anos de vida de um indivíduo por meio da consideração do cenário demográfico presente no dia do seu nascimento. Esse indicador, também chamado de esperança de vida ao nascer, é resultado de um cálculo complexo que envolve fatores econômicos, sanitários, ambientais e sociais.

  • Crescimento natural ou vegetativo: É o índice de crescimento de uma população registrado a partir da diferença entre a taxa de natalidade e a taxa de mortalidade.

  • Crescimento migratório: É a taxa de crescimento da população dada a partir da diferença entre a entrada e a saída de migrantes.

Pessoas idosas.
O percentual de idosos na população vem crescendo ao longo dos últimos anos. [1]

Qual a importância da demografia?

A demografia possui uma importância fundamental na análise dos padrões populacionais de uma determinada localidade. A partir dela, é possível identificar e analisar as características da população local. Sendo assim, a demografia é o principal mecanismo de disseminação de informações sobre a população.

Portanto, essa ciência tem uma contribuição fundamental na formulação de políticas públicas, uma vez que, a partir dos dados e indicadores demográficos, os governos podem estabelecer medidas para contribuir com o bem-estar da sociedade.

O levantamento demográfico de uma região, por exemplo, permite aos agentes públicos estabelecerem políticas de acesso à saúde e à educação. No mais, esses levantamentos também são utilizados para aferir o impacto do cenário demográfico nas políticas econômicas.

No Brasil, o principal órgão de estudo das dinâmicas demográficas é o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Demografia do Brasil

A população brasileira passou por mudanças significativas ao longo do tempo. O Brasil viveu, ao longo do século XX, um intenso processo de crescimento populacional, também chamado de explosão demográfica, no qual houve um incremento da população absoluta do país.

Essa conjuntura foi resultado de um conjunto de fatores de ordem socioeconômica, como o intenso processo de urbanização e industrialização brasileiro e a melhoria das condições médicas e sanitárias da população local.

Tal cenário resultou no aumento expressivo da população das cidades. Porém, esse crescimento foi marcado pela acentuação da desigualdade social, além da geração de diversos problemas urbanos, como o aumento da vulnerabilidade da população e a ocorrência de danos recorrentes ao meio ambiente.

Por sua vez, o início do século XXI marca uma mudança no padrão da população brasileira, capitaneado, em especial, pela diminuição das taxas de natalidade no país. A mudança cultural e econômica da população do Brasil, como a maior participação das mulheres no mercado de trabalho, além da adoção de métodos de planejamento familiar, como os contraceptivos, culminou em uma diminuição da natalidade no país nos últimos anos.

Logo, a população brasileira vem apresentando uma tendência de queda do crescimento vegetativo, acompanhada pelo aumento expressivo da população idosa, por meio da elevação da expectativa de vida. Esse cenário populacional necessita de atenção do poder público, em especial, para a efetivação de políticas públicas que versem pelo atendimento das necessidades do novo perfil demográfico do país.

Veja também: Situação atual da população indígena no Brasil

Demografia do mundo

O cenário demográfico mundial é bastante diverso. A população do planeta passou, ao longo dos últimos tempos, por um crescimento intensivo do número absoluto de habitantes. Esse incremento deu-se em razão de melhorias de cunho econômico e sanitário, entre outros aspectos, que ocorreram na maior parte dos países do globo, como o intenso crescimento do meio urbano, a expansão do processo de industrialização e a melhoria das condições sanitárias da população.

O aumento da taxa de natalidade e a diminuição da taxa de mortalidade da população mundial foram os indicadores demográficos que refletiram diretamente essas questões.

Grande número de pessoas em uma área urbana.
 O processo de urbanização culminou no intenso crescimento da população das cidades. [2]

nas últimas décadas, a população planetária passou por mudanças no seu perfil demográfico, sendo a principal delas a queda da taxa de natalidade. Logo, houve um decréscimo do número de filhos por mulher, fator de resultou diretamente um cenário de estabilização e, em alguns países, de diminuição da população.

A queda da taxa de natalidade foi consequência de mudanças culturais e econômicas da população, como a maior participação das mulheres no mercado de trabalho e a ampliação da utilização de métodos contraceptivos.

Sendo assim, o atual momento marca um processo de transição do perfil demográfico da população mundial. Porém, torna-se importante destacar que esse cenário não ocorre de forma homogênea, mas sim, bastante diferenciada ao redor do globo.

Em países mais desenvolvidos, como os europeus, há uma grande diminuição das taxas de natalidade que culminam em um decréscimo da população local. Já outros países, marcados pela diminuição da natalidade e elevação da expectativa de vida, passam pelo processo de transição demográfica.

Por sua vez, em países mais pobres, como os africanos, a taxa de natalidade continua elevada. Esse indicador, em conjunto com a diminuição da taxa de mortalidade, resulta na ampliação da população desses países.

Qual a origem da demografia?

A demografia é uma ciência que tem sua origem atrelada à preocupação de diversos estudiosos com as análises populacionais, em especial, com o crescimento do número de indivíduos no mundo e as implicações econômicas desse cenário.

O termo demografia foi utilizado pioneiramente pelo pesquisador Achille Guillard, no livro Elementos de Estatística Humana ou Demografia Comparada, lançado em 1855. A confecção da referida obra culminou em um maior conhecimento dos estudos demográficos no meio acadêmico e, por consequência, fomentou o crescimento dessa ciência enquanto um campo independente das áreas de saber.

A expansão dos estudos demográficos foi calcada ainda na importância dessa ciência para as políticas públicas estatais e no conjunto de inovações técnicas que possibilitaram uma melhor aferição dos dados populacionais. Atualmente, a demografia é uma ciência consolidada, inclusive no Brasil, como um importante campo de estudo das dinâmicas da sociedade.

Exercícios resolvidos sobre demografia

Questão 1 – (ENEM 2013)

Embora haja dados comuns que dão unidade ao fenômeno da urbanização na África, na Ásia e na América Latina, os impactos são distintos em cada continente e mesmo dentro de cada país, ainda que as modernizações se deem com o mesmo conjunto de inovações.

ELIAS, D. Fim do século e urbanização no Brasil. Revista Ciência Geográfica, ano IV, n. 11, set./dez, 1988

O texto aponta para a complexidade da urbanização nos diferentes contextos socioespaciais. Comparando a organização socioeconômica das regiões citadas, a unidade desse fenômeno é perceptível no aspecto

A) espacial, em função do sistema integrado que envolve as cidades locais e globais.

B) cultural, em função da semelhança histórica e da condição de modernização econômica e política.

C) demográfico, em função da localização das maiores aglomerações urbanas e continuidade do fluxo campo-cidade.

D) territorial, em função da estrutura de organização e planejamento das cidades que atravessam as fronteiras nacionais.

E) econômico, em função da revolução agrícola que transformou o campo e a cidade e contribuiu para fixação do homem ao lugar.

Resolução

Alternativa C. A unidade entre as regiões citadas está ligada ao âmbito demográfico. A urbanização em países da África, na Ásia e na América Latina influenciou diretamente as questões demográficas, como o intenso êxodo rural a formação de grandes cidades.

Questão 2 – (ENEM-2019)

O meu pai era paulista / Meu avô, pernambucano / O meu bisavô, mineiro / Meu tataravô, baiano / Vou na estrada há muitos anos / Sou um artista brasileiro

CHICO BUARQUE. Paratodos. 1993. Disponível em: www.chicobuarque.com.br.

Acesso em: 29 jun. 2015 (fragmento).

A característica familiar descrita deriva do seguinte aspecto demográfico:

A) Migração interna.

B) População relativa.

C) Expectativa de vida.

D) Taxa de mortalidade.

E) Índice de fecundidade.

Resolução

Alternativa A. A migração é um dos principais conceitos demográfico. Ela envolve o movimento de pessoas em um espaço. No caso da migração interna, ela acontece por meio do deslocamento de um indivíduo dentro de um determinado espaço geográfico, como um país.

Créditos das imagens

[1] Nelson Antoine / Shutterstock

[2] Thomas La Mela / Shutterstock

Publicado por Mateus Campos

Artigos Relacionados

Compreender os conceitos demográficos é fundamental para entender as dinâmicas populacionais
Conceitos demográficos
Compreenda quais as diferenças entre os mais diversos conceitos demográficos, como densidade demográfica, superpopulação, crescimento vegetativo e muitos outros.
Quando a densidade demográfica de uma região é considerada alta, dizemos que esse local é densamente povoado *
Densidade demográfica
Você sabe o que é densidade demográfica? Saiba mais sobre esse conceito demográfico importante para estudos que envolvem a população.
O perfil etário dos países europeus indica um envelhecimento da população
Envelhecimento demográfico da Europa
Entenda o que é e quais sãos as causas do processo de envelhecimento demográfico da Europa, um desafio populacional e também econômico.
<p>A popula&ccedil;&atilde;o relativa tamb&eacute;m &eacute; conhecida como densidade demogr&aacute;fica ou densidade populacional. Refere-se &agrave;
População absoluta e população relativa
Clique aqui e entenda a diferença entre população absoluta e população relativa, conceitos demográficos que se complementam.
O crescimento das populações é motivo para o surgimento de diferentes teorias demográficas
Teorias Demográficas
Conheça as principais teorias demográficas com as suas premissas, bem como as suas críticas e contestações.
As variações demográficas passaram a ser mais bem compreendidas com a teoria da transição demográfica
Transição Demográfica
Entenda o que é, como funciona e quais são as características e estágios da transição demográfica.
video icon
Física
Espelhos planos
Na aula de hoje, o professor Rafael Helerbrock traz um resumo sobre o funcionamento dos espelhos planos, superfícies planas, polidas e sem curvatura capazes de promover a reflexão regular da luz.

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
Videoaula Brasil Escola
Inglês
Genitive Case
É hora de aperfeiçoar sua gramática na Língua Inglesa. Assista!
video icon
Videoaula Brasil Escola
Sociologia
Democracia racial
Você sabe o que significa democracia racial? Clique e nós te ensinamos!
video icon
Tigres Asiáticos
Geografia
Tigres Asiáticos
Assista à nossa videoaula sobre os Tigres Asiáticos, e conheça as razões do desenvolvimento rápido desses territórios.