Whatsapp icon Whatsapp

Alterações cromossômicas estruturais

As alterações cromossômicas estruturais são aquelas que envolvem modificações na morfologia do cromossomo e podem ser deleções, duplicações, inversões ou translocações.
O cromossomo pode sofrer modificações em sua estrutura
O cromossomo pode sofrer modificações em sua estrutura

As alterações cromossômicas estruturais são alterações que causam modificações na morfologia dos cromossomos. Essas alterações podem ser danosas ao indivíduo, influenciando a formação do fenótipo. Normalmente, as alterações cromossômicas estruturais acontecem por erros no processo de meiose ou por alguns agentes que causam danos ao material genético, como é o caso da radiação.

Leia também: O que são cromossomos?

Existem quatro tipos básicos de alterações cromossômicas estruturais. Veja:


Deleções

As deleções são alterações cromossômicas em que parte do cromossomo é perdida, consequentemente, ocorre a perda de material genético. Pode ocorrer na porção terminal dos braços cromossômicos ou ainda em porções mais internas (deleções intersticiais). É um processo que ocorre com frequência durante o processo de meiose.


Duplicações

A duplicação acontece quando um cromossomo perde uma porção de seu material genético, e essa porção liga-se a uma cromátide-irmã, formando um segmento extra. O cromossomo, assim, fica com uma porção repetida. Esse processo ocorre mais frequentemente no processo de permutação durante a meiose.

As alterações cromossômicas estruturais podem ser deleções, duplicações, inversões ou translocações
As alterações cromossômicas estruturais podem ser deleções, duplicações, inversões ou translocações


Inversões

As inversões, como o próprio nome sugere, são alterações que ocorrem quando uma porção do cromossomo se separa, mas se une novamente ao cromossomo de maneira invertida. O material genético continua o mesmo, entretanto, a disposição das informações ocorre de maneira trocada.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Podemos classificar a inversão em dois tipos:

  • Pericêntrica: a inversão pericêntrica acontece quando a região que sofre a inversão envolve o centrômero.

  • Paracêntrica: A inversão paracêntrica acontece quando a região invertida não envolve o centrômero.


Translocações

Nas translocações, uma porção do cromossomo é passada para outro cromossomo não homólogo. Podemos citar dois tipos principais de translocação:

  • Translocação recíproca: ocorre na troca de porções entre dois cromossomos.

  • Translocação robertsoniana: envolve cromossomos acrocêntricos, ou seja, cromossomos que possuem um braço bem maior que o outro por causa da posição do centrômero. Observa-se, nesse caso, que o braço curto de um cromossomo e o braço longo de outro quebram-se. Depois ocorre a troca, dando origem a um cromossomo com dois braços longos e um com dois braços curtos (estes geralmente se perdem).

Lembre-se: existem também alterações que ocorrem no número de cromossomos, as alterações cromossômicas numéricas. Existem dois tipos de alterações cromossômicas numéricas: as euploidias e as aneuploidias.

Publicado por Vanessa Sardinha dos Santos

Artigos Relacionados

Alterações Cromossômicas
Síndromes ocasionadas por mutações cromossômicas.
Aneuploidias
Entenda as aneuploidias, alterações cromossômicas numéricas que levam ao aumento ou diminuição de um tipo específico de cromossomo.
Cromossomos
Amplie seus conhecimentos sobre cromossomos e entenda sua classificação!
Euploidias
Compreenda o que são euploidias, seus principais tipos e como essas alterações numéricas surgem nos organismos.
Genes e cromossomos
Aprenda mais sobre genes e cromossomos, dois conceitos que são relacionados entre si e essenciais para a compreensão dessa parte da Biologia.
video icon
Professor ao lado do escrito "Qual a diferença entre discurso e texto?".
Português
Qual a diferença entre discurso e texto?
Todo texto é um discurso. Mas e o contrário? Todo discurso é um texto? Nesta aula vamos acabar de vez com essa confusão e deixar bem claro quem é quem no universo textual.