Whatsapp icon Whatsapp

Jaguatirica

A jaguatirica é um animal carnívoro que possui hábitos solitários e territoriais. A espécie costuma dormir durante o dia.
Jaguatirica no tronco de uma árvore.
A jaguatirica é considerado um felídeo de porte médio.

Jaguatirica (Leopardus pardalis) é uma espécie do gênero Leopardus que se destaca por ser um felídeo de médio porte. Apresenta o corpo com pelagem amarelada e uma série de manchas escuras. Além disso, possui, na região do dorso, a fusão das rosetas formando listras.

Trata-se de uma espécie com ampla distribuição geográfica e que ocorre em diferentes hábitats. É um animal carnívoro que se alimenta, principalmente, de pequenos mamíferos. A espécie dá à luz, geralmente, um filhote a cada dois anos. Entretanto, a ninhada pode apresentar de 1 a 4 filhotes.

A espécie já foi muito ameaçada pela caça e, atualmente, sofre também com outros problemas, como a destruição de seu habitat.

Leia também: Leão — o segundo maior felino do mundo

Resumo sobre a jaguatirica

  • Jaguatirica é um felino com grande distribuição geográfica.

  • Apresenta uma pelagem com padrão que lembra a onça-pintada, diferenciando-se pela presença de listras no dorso.

  • É um mamífero de médio porte.

  • Jaguatiricas que vivem em áreas florestais tendem a ser maiores.

  • São solitárias, territoriais e carnívoras.

  • Apresentam atividade tipicamente noturna/crepuscular.

  • A ninhada desse animal apresenta entre 1 e 4 filhotes.

Classificação taxonômica da jaguatirica

Reino: Animalia

Filo: Chordata

Classe: Mammalia

Ordem: Carnivora

Família: Felidae

Gênero: Leopardus

Espécie: Leopardus pardalis

Características gerais da jaguatirica

Jaguatirica é um felídeo de porte médio que se destaca por apresentar uma pelagem amarelada com manchas que formam rosetas, lembrando a pelagem da onça-pintada. Nas jaguatiricas, no entanto, observamos as rosetas dispostas, principalmente, nas laterais do corpo. No dorso do animal, as rosetas fundem-se e formam listras que se estendem desde o topo dos olhos até a cauda.

A jaguatirica apresenta um peso que varia entre 6,6 kg e 18,6 kg, sendo os machos mais pesados que as fêmeas. O peso ainda se diferencia de acordo com o local que o animal habita, sendo maiores os indivíduos que ocorrem em áreas florestais.

Em relação ao comprimento do corpo, as jaguatiricas possuem entre 67 cm e 101,5 cm de comprimento. A cauda é relativamente curta quando comparada ao restante do corpo.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Comportamento da jaguatirica

A jaguatirica é um animal que apresenta hábito solitário, sendo observada com outros indivíduos apenas no período reprodutivo e após o nascimento dos filhotes.

A espécie apresenta um padrão de atividade noturno e crepuscular. Durante o dia, costuma dormir em ocos de árvores ou em arbustos.

Trata-se de um animal territorial, com os adultos evitando indivíduos do mesmo sexo. Muito habilidosa em escalar árvores, a jaguatirica também se destaca pelo nado e saltos.

Veja também: Hibernação — por que alguns animais dormem por um longo período no inverno?

Habitat da jaguatirica

A jaguatirica é um animal que apresenta uma distribuição geográfica relativamente grande. Segundo o ICMBio, ela é encontrada desde o sudoeste do Texas, oeste do México, até o norte da Argentina e noroeste do Uruguai. No Brasil, a jaguatirica não ocorre nos Pampas.

A espécie é encontrada nessas regiões habitando diferentes hábitats, indo desde áreas de Cerrado até áreas florestais. Vale salientar que seus padrões de movimento indicam que a espécie possui uma associação forte com ambientes com cobertura vegetal densa.

Como é a alimentação da jaguatirica?

Jaguatirica se alimentando da carne de outro animal.
A jaguatirica é um animal carnívoro.

A jaguatirica é um mamífero carnívoro, ou seja, que se alimenta de outros animais. A dieta é composta principalmente por pequenos mamíferos, mas outros animais podem fazer parte de sua alimentação, tais como aves e répteis. Algumas de suas presas são tatus, macacos, pacas, capivaras e gambás.

Reprodução da jaguatirica

Jaguatiricas apresentam gestação que dura entre 70 e 85 dias. Normalmente, apenas um filhote nasce por ninhada, porém as ninhadas podem ter entre um e quatro indivíduos. A partir do quarto mês de vida, o filhote começa a acompanhar a mãe na caçada.

A ingestão de alimentos sólidos incia-se aos oito meses, e a independência é conseguida com um ano de idade. Até cerca de dois anos, os filhotes permanecem com a mãe. O intervalo entre uma gestação e outra na natureza é de dois anos.

As jaguatiricas podem viver até cerca de 20 anos em cativeiro. Na natureza, a expectativa de vida é muito menor, vivendo cerca de 10 anos.

Saiba mais: Animais silvestres podem viver em cativeiro?

A jaguatirica corre risco de extinção?

As jaguatiricas sofreram muito no passado com a caça, principalmente na busca por pele para suprir o comércio internacional. Com isso, observou-se um intenso declínio da espécie nos anos 1950 e meados dos anos 1980. Apesar de hoje a caça ser proibida, essa ameaça ainda existe, mesmo que em menor proporção que no passado.

Além disso, as jaguatiricas sofrem com problemas como a destruição de seu habitat e atividades madeireiras. Atualmente, a espécie está classificada como pouco preocupante na lista vermelha de animais ameaçados de extinção da IUCN.

Publicado por Vanessa Sardinha dos Santos

Artigos Relacionados

Leopardos
Vamos conhecer mais sobre os leopardos? Clique aqui e conheça as principais características desses felinos que vivem na Ásia e África.
Leão
Amplie seus conhecimentos sobre o leão aqui. Veja algumas características básicas desses animais, como habitat, alimentação e reprodução.
Onça-pintada
Conheça mais a respeito da onça-pintada, um grande felino das Américas. Neste texto, você descobrirá suas características, habitat, alimentação e reprodução.
video icon
Professor ao lado do escrito "Qual a diferença entre discurso e texto?".
Português
Qual a diferença entre discurso e texto?
Todo texto é um discurso. Mas e o contrário? Todo discurso é um texto? Nesta aula vamos acabar de vez com essa confusão e deixar bem claro quem é quem no universo textual.