Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Doenças
  3. Amigdalite

Amigdalite

As amígdalas são estruturas pequenas e arredondadas, que se encontram na parte de trás da boca, ao lado da garganta. Localizadas em um local estratégico, as amígdalas têm a função de produzir células de defesa para combater bactérias e vírus simples que são aspirados com o ar e ingeridos com os alimentos. Quando elas mesmas se infectam e se inflamam ocorre o que chamamos de amigdalite.

                Geralmente os sintomas da amigdalite são:

  • Febre que pode ser alta ou baixa;
  • Dor de garganta;
  • Dor de cabeça;
  • Diminuição do apetite;
  • Mal-estar geral;
  • Náuseas e vômitos;
  • Vermelhidão na garganta com ou sem pus;
  • Halitose;
  • Dificuldade para engolir.

Como os sintomas da amigdalite são comuns aos de outras doenças, o melhor a se fazer quando surgirem esses sintomas é procurar um profissional especializado para que se faça o diagnóstico correto.

O tratamento da amigdalite irá depender da idade da pessoa, extensão da infecção, tipo da infecção (viral ou bacteriana) e evolução das inflamações e infecções. Nas amigdalites causadas por vírus, o tratamento é feito com analgésicos e anti-inflamatórios. Na amigdalite causada por bactérias geralmente as inflamações vêm acompanhadas por placas de pus na orofaringe, sendo necessário um tratamento com antibióticos específicos. Tomar o antibiótico durante o prazo determinado pelo médico é importante, pois a suspensão dos antibióticos quando cessarem os sintomas pode trazer sérios prejuízos, já que a bactéria continua viva no organismo.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Se não tratada, a amigdalite pode levar a pessoa a desenvolver febre reumática, surdez, problemas nos rins e no coração, além de septicemia e choque bacteriano.

A retirada das amígdalas irá depender da causa, extensão, repetição e severidade das infecções. Se nenhum dos tratamentos propostos pelo médico surtir efeito, sua retirada também é considerada.

                Durante as crises de amigdalite, os especialistas fazem certas recomendações:

  • Evitar o cigarro. Fumantes ativos e passivos têm maior disposição a desenvolver a amigdalite;
  • Evitar ambientes com ar-condicionado (ele resseca as mucosas e diminui a resistência das amígdalas);
  • Durante as crises dê preferência a bebidas mornas, sopas e alimentos macios;
  • Tomar bastante líquido;
  • Fazer uso da medicação prescrita pelo médico durante o prazo determinado;

Evitar a automedicação, pois isso além de trazer consequências ruins para a própria saúde, pode também causar o aparecimento das superbactérias.

Na figura podemos observar a presença de placas de pus causadas por uma amigdalite bacteriana
Na figura podemos observar a presença de placas de pus causadas por uma amigdalite bacteriana
Publicado por: Paula Louredo Moraes
Assuntos relacionados
Estrutura externa de um vírus genérico.
Doenças virais
Doenças provocadas por sistemas biológicos que só apresentam metabolismo quando estão no interior de células hospedeiras adequadas.
Síndrome Neurológica
Enxaqueca
Enxaqueca, o que é enxaqueca, como a doença se manifesta, o que pode contribuir para uma crise de enxaqueca, tratamento das crises de enxaqueca e tratamento para prevenir a enxaqueca.
Medição da pressão arterial.
Hipotensão
Hipotensão, o que é hipotensão, sintomas, pressão baixa, pressão sanguínea, causas, recomendações, orientação médica, choques.
Aneurisma
Aprenda mais sobre aneurisma, aqui! Neste texto abordaremos o que são aneurismas e seus sintomas, e conheceremos os aneurismas cerebral e da aorta abdominal.
O ceratocone altera o formato da córnea
Ceratocone
Desordem ocular que afeta a espessura e rigidez da córnea.
Figura ilustrando como ocorre o armazenamento de urina no interior da bexiga
Síndrome da bexiga irritável
Conheça as causas, sintomas e tratamento da síndrome da bexiga irritável!