Whatsapp icon Whatsapp

Ebola

Ebola, febre hemorrágica ebola ou doença por vírus ebola é uma enfermidade altamente letal causada por um vírus da família Filoviridae. Descoberto em 1976, após uma grande quantidade de mortes no Sudão e Zaire (atual República Democrática do Congo), o vírus recebeu esse nome graças ao Rio Ebola, que fica próximo do local onde ocorreu o surto.

Essa doença é grave e apresenta alta letalidade. Sua transmissão ocorre por meio do contato com secreções, fluidos e tecidos dos doentes e de animais contaminados. Pode ser transmitida também por objetos contaminados, não havendo transmissão pelo ar. Não há registros de casos da doença no Brasil.

Leia também: Doenças comuns a humanos e outros animais

O vírus ebola

O vírus ebola pertence à família Filoviridae, causa febre hemorrágica e é altamente contagioso. Atualmente, segundo a Fundação Oswaldo Cruz, são conhecidos cinco tipos diferentes do vírus: Zaire ebolavirus, Sudao ebolavirus, Bundibugyo ebolavirus, Reston ebolavirus e Tai Forest ebolavirus. O vírus que apresenta maior letalidade é o Zaire ebolavirus. Acredita-se que esse vírus  apresente como hospedeiros mais prováveis os morcegos frugívoros (consumidores de frutos).

O vírus Ebola causa febre hemorrágica.
O vírusebola causa febre hemorrágica.

Transmissão do vírus ebola

A transmissão do vírus ebola ocorre por meio do contato com sangue, vômitos, urina, fezes e secreções, como esperma de pessoas infectadas. Em razão da facilidade do contágio, pessoas doentes ficam isoladas da comunidade, inclusive é pedida a incineração de todo o material que possa ter tido contato com fluidos do doente.

A doença pode também ser transmitida por meio do contato com fluidos corporais de animais doentes e objetos contaminados com secreções e fluidos. Ela não é transmitida pelo ar, água ou alimentos.

Após a morte de um indivíduo, este continua sendo infectante, sendo possível identificar uma alta carga viral em pacientes mortos. Diante disso, é fundamental que enterros sejam feitos com cautela, sendo completamente vetado o contato direto com o morto, o qual deve ser manipulado apenas por pessoas que apresentam roupas de proteção adequadas.

Profissionais que realizarão o enterro do corpo e conhecidos de uma vítima do ebola prestando a última homenagem. [1]
Profissionais que realizarão o enterro do corpo e conhecidos de uma vítima do ebola prestando a última homenagem. [1]

Diante das diferentes formas de contágio, podemos afirmar que, em situações de surto, as pessoas que correm maior risco de se contaminar são os profissionais de saúde, familiares que apresentam contato próximo com doente, pessoas que preparam corpos para cerimônias fúnebres e caçadores.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Sintomas do ebola

Ao contrair a doença, o vírus pode ficar de 2 a 21 dias incubado. Após esse período, os sintomas começam a aparecer e normalmente são fadiga, febre, dores de cabeça intensas, dor na região abdominal, enjoo, vômitos, diarreia, anorexia, conjuntivite e hemorragias.

As hemorragias podem ser internas ou externas, podendo ocorrer sangramentos nos olhos, ouvidos, nariz, boca e ânus. O indivíduo pode morrer em consequência da falência múltipla dos órgãos. Geralmente os óbitos ocorrem na segunda semana da doença.

Leia também: Febres hemorrágicas — doenças que causam febre e hemorragia

Diagnóstico do ebola

Para realizar o diagnóstico confirmatório, é necessário realizar o PCR. São feitas duas coletas, sendo a segunda realizada após 48 horas da primeira. Vale salientar que, muitas vezes, a doença pode demorar a ser diagnosticada, uma vez que os sintomas são pouco específicos. Assim sendo, é fundamental que, ao apresentar os sintomas, o paciente que esteve em uma situação de risco procure a unidade de saúde. O caso suspeito deve ser isolado de outras pessoas.

Tratamento do ebola

O vírus ebola é responsável por muitas mortes no continente africano, e as infecções, em 90% dos casos, são letais. A doença é um grave problema de saúde pública, uma vez que não existe tratamento eficaz. As autoridades preocupam-se, inclusive, com o risco de algum dia o vírus ser utilizado na preparação de armas biológicas, o que causaria uma destruição lastimável.

Quando uma pessoa é diagnosticada com ebola, imediatamente ocorre seu isolamento e o tratamento é iniciado para tratar os sintomas. Um dos procedimentos adotados é a administração de fluidos intravenosos ou reidratação oral por meio de soluções com eletrólitos para tratar a desidratação observada nesses pacientes.

É importante também manter adequados os níveis de oxigênio e da tensão arterial, bem como tratar outras infecções que possam surgir. Profissionais da saúde devem ficar bastante atentos com os riscos de transmissão, sendo necessário utilizar roupas próprias para evitar contágio, bem como luvas, óculos e máscaras.

Leia também: Aumento de doenças por causa da ação do homem

Vacina contra o vírus ebola

A primeira vacina contra o ebola foi aprovada no ano de 2019 e foi batizada de Ervebo. A vacina, segundo a organização humanitária internacional Médicos sem Fronteiras, entre 2018 e 2020, foi usada em resposta a três epidemias de ebola distintas na República Democrática do Congo (RDC), incluindo a maior da história do país. Ainda de acordo com a organização, os dados clínicos comprovaram que a vacina é eficaz em proteger pessoas que estão em risco e diminuir a transmissão do vírus.

Crédito da imagem

[1] Belen B Massieu / Shutterstock.com

Publicado por Vanessa Sardinha dos Santos

Artigos Relacionados

Estrutura externa de um vírus genérico.
Doenças virais
Doenças provocadas por sistemas biológicos que só apresentam metabolismo quando estão no interior de células hospedeiras adequadas.
Febre
Clique aqui e aprenda mais sobre a febre. Neste texto abordaremos o que é febre, e conheceremos seu mecanismo e como é feito seu tratamento.
Febre hemorrágica brasileira
Saiba mais sobre a febre hemorrágica brasileira. Aprenda qual é seu agente causador e tratamento. Conheça também seus sintomas, gravidade e grau de letalidade.
Febres hemorrágicas
Entenda mais sobre febres hemorrágicas clicando aqui. Saiba quais são suas causas, sintomas e tratamento, bem como as doenças que fazem parte desse grupo.
Macacos
Aprenda um pouco mais a respeito dos macacos clicando aqui. Entenda a que grupo esses animais pertencem, suas características e exemplos.
Os vírus são organismos considerados parasitas intracelulares obrigatórios
Vírus
Clique para saber mais a respeito dos vírus, suas características e estrutura!
A doença do vírus de Marburg é provocada pelo vírus de Marburg, um vírus da mesma família do vírus causador do ebola.
Vírus de Marburg
Compreenda um pouco mais a respeito do vírus de Marburg. Saiba quando ele foi identificado, como ocorre sua transmissão e o tratamento disponível.
video icon
Sociologia
Sociologia no Enem: mundo do trabalho e sociedade
O trabalho é a forma como o homem modifica a natureza para satisfazer as suas necessidades. Veja como o Enem costuma cobrar o tema do trabalho e as principais características da Sociologia do Trabalho.

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
Videoaula Brasil Escola
Inglês
Genitive Case
É hora de aperfeiçoar sua gramática na Língua Inglesa. Assista!
video icon
Videoaula Brasil Escola
Sociologia
Democracia racial
Você sabe o que significa democracia racial? Clique e nós te ensinamos!
video icon
Tigres Asiáticos
Geografia
Tigres Asiáticos
Assista à nossa videoaula sobre os Tigres Asiáticos, e conheça as razões do desenvolvimento rápido desses territórios.