Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Física
  3. Astrofísica
  4. Trânsito de Vênus e Mercúrio

Trânsito de Vênus e Mercúrio

O Trânsito de Vênus e Mercúrio é o nome dado à passagem desses planetas na frente do Sol, criando uma pequena mancha escura na face solar.

O Trânsito de Vênus ou de Mercúrio é o nome dado ao fenômeno que ocorre quando as órbitas de Vênus ou de Mercúrio coincidem com a órbita da Terra e passam na frente do Sol. Quando isso acontece, uma pequena mancha pode ser vista na superfície solar.

Esse fenômeno começou a ser observado no século XVII a partir dos trabalhos do astrônomo Johannes Kepler, que utilizou o fenômeno como base para algumas comprovações científicas e conseguiu tornar possível a previsão de sua ocorrência. Os primeiros a observarem o trânsito de Vênus foram Jeremiah Horrocks e William Cabtree, que viram Vênus cruzar o céu na frente do Sol em 1631. Horrocks foi quem fez anotações relevantes do fenômeno, que foram publicadas postumamente em 1641.

→ Frequência de ocorrência

Somente os trânsitos de Mercúrio e Vênus podem ser observados, pois as órbitas desses planetas dispõem-se entre a órbita da Terra ao redor do Sol. A ocorrência desses fenômenos depende de um alinhamento das órbitas desses planetas com a órbita da Terra. O trânsito de Mercúrio é mais frequente por causa de sua menor órbita e menor tempo de translação (88 dias). O último trânsito de Vênus ocorreu em 2012 e o próximo só acontecerá no ano de 2117.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

No século XXI, treze trânsitos poderão ser observados e apresentarão intervalos médios de oito anos de um para o outro. Grande parte deles será visível no Brasil.

Como observar o trânsito dos planetas?

Não é necessário o uso de telescópios para visualizar esse fenômeno. No entanto, observar o Sol é uma tarefa perigosa, tendo em vista os prejuízos que podem ser gerados na visão. Para evitar acidentes, as observações devem ser feitas com o auxílio de filtros colocados nos telescópios, máscaras especiais colocadas no rosto etc. Também há a opção de uma observação indireta. Para isso, basta projetar com o auxílio de um telescópio a imagem do Sol em anteparo.

A pequena mancha negra na parte superior do Sol é Vênus passando na frente do disco solar
A pequena mancha negra na parte superior do Sol é Vênus passando na frente do disco solar
Publicado por: Joab Silas da Silva Júnior
Assuntos relacionados
Os Planetas Rochosos do Sistema Solar são os menores, com as temperaturas mais altas e os mais próximos do Sol
Planetas rochosos do Sistema Solar
Clique aqui e saiba mais sobre os planetas rochosos do Sistema Solar, isto é, Mercúrio, Vênus, Terra e Marte.
Sistema Solar
A Gravitação Universal
Clique aqui e aprenda a lei da gravitação universal e como ela influencia os planetas do sistema solar.
Astronomia, um dos ramos da física.
Primeira Lei de Kepler
Estudo da primeira das três leis de Kepler sobre o movimento dos planetas.
O Universo ainda tem muito a ser explorado
Segunda Lei de Kepler
Estudo da segunda lei de Kepler, a Lei das Áreas.
Força de atração entre duas partículas
Lei da gravitação universal
A lei da gravitação universal diz que duas partículas se atraem com forças cuja intensidade é diretamente proporcional ao produto de suas massas e inversamente proporcional ao quadrado da distância que as separa.
Sistema solar proposto por Nicolau Copérnico
História da Gravitação
Veja aqui um breve histórico da gravitação universal, que perpassa pelas suas diversas teorias e seus criadores.