Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Folclore
  3. Boitatá

Boitatá

A palavra “boitatá” (bóia = cobra, atatá = fogo) é de origem indígena, são características principais do boitatá: uma grande cobra transparente com um fogo de cor azul-amarelado. Segundo a lenda, o boitatá é um monstro que cintila as noites em que aparece deslizando nas campinas e na beira dos rios, podendo se transformar em uma tora em brasa com o fim de queimar aqueles que pretendem colocar fogo nas matas.

As pessoas que encontram com o boitatá ficam cegas, morrem ou ficam loucas. Por isso, segundo a lenda, toda pessoa que encontrar o monstro deve ficar parada, sem respirar e de olhos bem fechados.

Uma das explicações para o surgimento da lenda é o fogo-fátuo, que provoca a incidência de fenômenos luminosos resultantes da decomposição de matéria orgânica.
Ilustração do Boitatá.
Ilustração do Boitatá.
Publicado por: Tiago Dantas
Assuntos relacionados
Mula-sem-cabeça
Mula-sem-cabeça
Mula-sem-cabeça, características da Mula-sem-cabeça, o que é Mula-sem-cabeça, história da Mula-sem-cabeça, a lenda da Mula-sem-cabeça, a Mula-sem-cabeça e a Igreja Católica, versões da lenda da Mula-sem-cabeça.
Cuca
Cuca
Qual é e de onde surgiu a lenda da Cuca? Saiba mais!
Dama da meia noite
Dama da meia noite, a lenda da Dama da meia noite, características da Dama da meia noite.
Lobisomem
Lobisomem
Lobisomem, a lenda do Lobisomem, características do Lobisomem, como quebrar o encanto do Lobisomem, o Lobisomem e o folclore europeu.
Luís da Câmara Cascudo foi um dos maiores pesquisadores da cultura popular brasileira
Folclore brasileiro na obra de Câmara Cascudo
Entenda a importância do folclore brasileiro para a obra de Câmara Cascudo e as contribuições desse autor para essa área.