Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Geografia
  3. Geografia humana do Brasil
  4. A população da região Sul

A população da região Sul

A Região Sul do Brasil é composta pelos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná. Sua extensão territorial é de 576.409,6 quilômetros quadrados, considerada como a menor Região brasileira. No entanto, é a terceira macrorregião mais populosa do país, segundo contagem populacional realizada em 2010 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), totalizando 27.386.891 habitantes. Sua densidade demográfica é de aproximadamente 47,5 habitantes por quilômetro quadrado.

A distribuição populacional na região Sul ocorre da seguinte forma:

Rio Grande do Sul – 10.693.929 habitantes.
Santa Catarina – 6.248.436 habitantes.
Paraná – 10.444.526 habitantes.

Os índios foram os primeiros habitantes do território que atualmente corresponde à região Sul. Posteriormente, chegaram os espanhóis e portugueses com as missões jesuíticas, além dos negros para o trabalho escravo. Entretanto, os fluxos migratórios para o Sul se intensificaram no fim do século XIX, através de doação de terrenos para a ocupação e desenvolvimento econômico da Região.

Os imigrantes europeus contribuíram para o desenvolvimento da economia, baseada na pequena e média propriedade rural de policultura (cultivo de vários produtos agrícolas). O Rio Grande do Sul recebeu imigrantes italianos, eslavos e alemães. Em Santa Catarina, açorianos colonizaram o litoral; alemães, a região norte; e italianos, o planalto e a porção oeste. No Paraná, houve fluxos migratórios de italianos, alemães e japoneses; mais recentemente, paraguaios na fronteira oeste.

No contexto nacional, os paulistas e mato-grossenses migraram em grande número para os estados sulistas, principalmente para as lavouras do norte do Paraná.

Os estados de Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Paraná são reconhecidos pela qualidade de vida que proporcionam para seus habitantes. A região apresenta os melhores indicadores de mortalidade infantil, educação e saúde do país, além de deter a segunda melhor renda per capita, inferior apenas ao Sudeste. Os estados do Sul estão entre os seis melhores na média do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH): Santa Catariana 0,840 (2° posição no ranking nacional), Rio Grande do Sul 0,830 (5° posição) e Paraná 0,820 (6° posição).

Porém, a intensificação do processo de mecanização das atividades agrícolas proporcionou o êxodo rural em larga escala, contribuindo para o crescimento desordenado de alguns centros urbanos, além de intensificar as desigualdades sociais.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)
Imigrantes italianos na Região Sul do Brasil
Imigrantes italianos na Região Sul do Brasil
Publicado por: Wagner de Cerqueira e Francisco
Assista às nossas videoaulas
Assuntos relacionados
Rio Grande do Sul
Clique aqui e aprenda sobre a história do Rio Grande do Sul. Conheça seus aspectos econômicos, sociais, demográficos e naturais. Entenda também a economia do estado.
A classe pobre tende a ter mais filhos
A Quantidade de Filhos no Brasil
A Quantidade de Filhos no Brasil, O que levam as famílias ter uma grande Quantidade de Filhos no Brasil, A Quantidade de Filhos no Brasil provocam vários problemas, A Quantidade de Filhos no Brasil e questões sociais.
A meta ambiental é uma política de melhoria das condições naturais do país
Meta Ambiental do Brasil
A meta ambiental do Brasil, suas reformulações e os seus principais avanços recentes.
A pobreza ainda é um problema no Brasil, apesar dos últimos avanços
A pobreza no Brasil
Entenda o problema da pobreza no Brasil e quais são as medidas adotadas para combatê-la, bem como os novos desafios da atualidade.
Antigamente, no Brasil, as famílias tinham muitos filhos.
Natalidade no Brasil
Natalidade no Brasil, Quando houve maior crescimento populacional no Brasil, A queda na Natalidade no Brasil, Os fatores da Natalidade no Brasil, As transformações ocorridas na Natalidade no Brasil.