Chuvas Ácidas

Entre os vários problemas ambientais consequentes da Revolução Industrial está a chuva ácida. A chuva contém um pequeno grau natural de acidez, que por sua vez, não agride o meio ambiente. No entanto, esse processo é intensificado em virtude do grande lançamento de gases poluentes na atmosfera, fenômeno esse, que ocorre principalmente nas cidades industrializadas, com grande quantidade de veículos automotores e em locais onde estão instaladas usinas termoelétricas. Entretanto, em função das correntes atmosféricas, as chuvas ácidas podem ser desencadeadas em locais distantes de onde os poluentes foram emitidos.

Os óxidos de nitrogênio (NOx), dióxido de carbono (CO2) e o dióxido de enxofre (SO2) (liberados na atmosfera pela queima de combustíveis fósseis) em reação com as partículas de água que formam as nuvens, tem como resultado o ácido nítrico (HNO3) e o ácido sulfúrico (H2SO4), que depois se precipitam em forma de chuva, neve ou neblina, caracterizando as chuvas ácidas.

As chuvas ácidas prejudicam as lavouras, altera os ecossistemas aquáticos, contribui para a destruição de florestas, danifica edifícios, corroí monumentos históricos, contamina a água potável, e sobretudo, prejudica a saúde humana.

As maiores ocorrências de chuvas ácidas até os anos 1990, era nos Estados Unidos. No entanto, os países asiáticos – principalmente China, Índia, Tailândia e Japão – superaram os EUA. Essas nações asiáticas lançam na atmosfera, cerca de 34 milhões de toneladas de dióxido de enxofre (SO2) ao ano, pois elas são extremamente dependentes do carvão para o desenvolvimento das atividades industriais.

As regiões mais afetadas pela chuva ácida são a Europa, a América do Norte e alguns países asiáticos. No Brasil, esse fenômeno ocorre com mais intensidade nas cidades com grande concentração industrial (São Paulo, Cubatão, Rio de Janeiro).

O Fundo Mundial para a Natureza (WWF) estima que cerca de 35% dos ecossistemas europeus se encontram degradados pelas chuvas ácidas. Entre as principais medidas para a redução desse fenômeno, figura-se o uso de fontes energéticas limpas, como por exemplo, a energia solar e a energia eólica.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)
Processo de como ocorre a chuva ácida
Processo de como ocorre a chuva ácida
Publicado por: Wagner de Cerqueira e Francisco
Artigo relacionado
Teste agora seus conhecimentos com os exercícios deste texto
Assista às nossas videoaulas
Lista de Exercícios

Questão 1

(UFPB-2010) A chuva ácida é um fenômeno causado, sobretudo, por emissões resultantes da queima de combustíveis fósseis. O dióxido de enxofre, lançado no ar por algumas indústrias, e o óxido de nitrogênio, proveniente de diversos combustíveis fósseis e de veículos motorizados, combinam-se com o hidrogênio na atmosfera e transformam-se em ácido sulfúrico e em ácido nítrico.

Considerando essas informações, é correto afirmar que, no Brasil, o fenômeno das chuvas ácidas é

a) inexistente, pois a matriz energética brasileira é proveniente da energia hidráulica, considerada limpa por não causar danos ambientais.

b) irrelevante, pois a maior parte da frota automobilística brasileira é movida a álcool, combustível livre de gases que causam as chuvas ácidas.

c) intenso em algumas áreas, principalmente nos polos siderúrgicos, em decorrência da utilização maciça de carvão mineral.

d) inexistente, pois o carvão mineral utilizado para geração de energia elétrica é pouco poluente por apresentar baixo teor de gases que provocam as chuvas ácidas.

e) intenso nos grandes centros urbanos, em decorrência do aumento expressivo da frota de carros bicombustíveis.

Questão 2

(PUC-RS) Especialistas observam que, nas últimas décadas, obras de arte expostas em praças públicas na Itália estão sofrendo um acentuado desgaste. É mais provável que essa situação esteja relacionada

a) à ação de visitantes despreparados para a contemplação das obras de arte.

b) ao fenômeno El Niño, que aumenta a concentração de chuvas no verão.

c) às ondas de frio que têm assolado o continente nos últimos invernos.

d) ao aquecimento global.

e) às chuvas ácidas.

Mais Questões
Assuntos relacionados
A poluição no espaço das cidades é o principal fator de causa do smog
Smog
Entenda o que é o smog, qual é a relação desse fenômeno com a poluição e conheça os seus principais tipos e características.
Uma das primeiras formas de vida, os Trilobitas
A formação da Terra e os seres vivos
A formação da Terra e os seres vivos, Como se formou o planeta Terra, Quais foram as evoluções ocorridas no planeta Terra, Quando surgiu a atmosfera, Onde surgiu a vida na Terra, Quando surgiu as cadeias de montanhas, As alterações climáticas ocorridas no planeta Terra.
O espaço urbano, em alguns casos, pode apresentar graves variações microclimáticas
Clima urbano
As particularidades do clima urbano e as características gerais dos microclimas das grandes cidades.
O clima das cidades pode estar relacionado com fatores locais específicos
Problemas atmosféricos urbanos
Confira quais são os principais problemas atmosféricos urbanos, bem como as suas causas e consequências.
Determinadas nuvens podem ter o peso de até 100 elefantes
Quanto pesa uma nuvem?
Você sabe quanto pesa uma nuvem? Clique e saiba com quantos elefantes pode ser formada uma nuvem!
Tempestades derrubam árvores em cidades e no campo.
Intensidade do vento
Intensidade do vento, Vento calmaria, Vento franco, Vento moderado, Vento forte, Tempestade, Os ventos variam de acordo com sua intensidade.