Whatsapp icon Whatsapp

Marrocos

O Marrocos é um país do extremo norte africano e uma das nações mais desenvolvidas da África. É conhecido por suas paisagens desérticas e por seus mercados árabes.
Bandeira do Marrocos.
Bandeira do Marrocos.

O Marrocos é um país localizado no extremo norte do continente africano. O território marroquino, habitado por árabes e berberes, foi amplamente colonizado por potências europeias. Atualmente, o país registra forte desenvolvimento econômico, além de ser um dos principais polos turísticos africanos.

O Marrocos possui uma geografia caracterizada principalmente pelo relevo montanhoso e pelo clima desértico. A economia local tem como base o setor primário e a atividade turística. A cultura marroquina é um dos principais exemplares da influência árabe e berbere no mundo.

Leia também: Tunísia — outro país localizado no norte da África

Resumo sobre o Marrocos

  • A formação do Marrocos originou-se em tempos antigos por meio da união de pequenas tribos, principalmente de berberes.

  • O país foi invadido por diversas potências estrangeiras, sendo que a sua independência da França ocorreu de maneira formal no ano de 1956.

  • A geografia do Marrocos é fortemente influenciada pelo deserto do Saara, principal formação natural marroquina e norte-africana.

  • O Marrocos possui cerca de 40 milhões de habitantes e tem uma densidade demográfica média de 70 habitantes.

  • A base econômica local é o setor primário, com destaque para a produção de bens agropecuários, como algodão, e recursos minerais diversos, como o fosfato.

  • O Marrocos é um dos mais importantes destinos turísticos da África em razão das suas cidades históricas e suas paisagens desérticas.

  • Os mercados árabes, que vendem diversos produtos têxteis e especiarias, são típicos da cultural local marroquina.

  • A universidade mais antiga do mundo em funcionamento, a Universidade Al Quaraouyine, está localizada no Marrocos.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Dados gerais do Marrocos

  • Nome oficial: Reino de Marrocos

  • Gentílico: marroquino

  • Extensão territorial: 446.550 quilômetros quadrados

  • Localização: Norte da África

  • Capital: Rabat

  • Clima: desértico e mediterrânico

  • Governo: monarquia constitucional

  • Idioma: árabe e berbere

  • Religiões:

    • 99% (islamismo);

    • 1% (outras).

  • População: 37.340.000 habitantes

  • Densidade demográfica: 73 habitantes/quilômetro quadrado

  • Índice de Desenvolvimento Humano (IDH): 0,683 (médio)

  • Moeda: Dirrã marroquino

  • Produto Interno Bruto (PIB): US$ 132,7 bilhões

  • PIB per capita: US$ 3496

  • Gini: 35,7%

  • Fuso horário: UTC+1

  • Relações exteriores:

    • Organização das Nações Unidas (ONU);

    • Liga Árabe.

  • Divisão administrativa: 16 regiões, sendo elas:

Chaouia-Ouardigha

Mequinez-Tafilete

Doukkala-Abda

Oriental

El Aiune–Bojador–Saguia el Hamra

Oued Ed-Dahab-Lagouira

Fez-Boulemane

Rabat-Salé-Zemmour-Zaer

Gharb-Chrarda-Beni Hssen

Souss-Massa-Drâa

Grande Casablanca

Tédula-Azilal

Guelmim-Es Semara

Tânger-Tetuão

Marraquexe-Tensift-Al Haouz

Taza-Al Hoceima-Taounate

História do Marrocos

A formação do Marrocos originou-se em tempos antigos por meio da união de pequenas tribos de berberes, que são populações nativas do norte africano, tradicionalmente nômades. Essas tribos, por meio da disputa entre diversos clãs, constituíram a formação nacional marroquina, que resistiu ao ataque dos romanos, por exemplo.

No entanto, ao longo da história, o território marroquino foi constantemente invadido, com destaque para portugueses, espanhóis e franceses. Em relação aos seus últimos colonizadores, o Marrocos obteve independência em relação à França somente em 1956. Após esse período, o país vivenciou grandes distúrbios políticos e a reestruturação da sua monarquia.

Atualmente, o Marrocos é um país com relações estreitas com seus vizinhos europeus bem como é um dos principais polos do desenvolvimento africano. Contudo, o país mantém focos de tensão ativos especialmente com seus vizinhos africanos de Saara Ocidental e Argélia.

Etimologia do Marrocos

O nome do Marrocos é uma referência à cidade de Marraquexe, um dos principais polos de desenvolvimento cultural e turístico marroquino, além de deter grande importância econômica em nível nacional. Por sua vez, o nome dessa cidade, Marraquexe, tem como significado “terra de Deus”, logo, reflete todo o poder da religião no cotidiano da população do país.

Geografia do Marrocos

O Marrocos é um país localizado no extremo norte da África, em uma região geográfica conhecida como Magrebe, situada na borda norte-noroeste africana.

A geografia do país é fortemente influenciada pelo deserto do Saara, principal formação natural marroquina e norte-africana, que encobre boa parte do território nacional. A maior parte do clima e da vegetação marroquinos é do tipo desértico. A exceção é o litoral do país, banhado pelo mar Mediterrâneo e que tem clima e vegetação tipicamente mediterrânicos.

As fontes de água do país são predominantes nas regiões de clima mais ameno, além da pontual formação de oásis ao longo do deserto. O Marrocos possui ainda um relevo muito montanhoso, com grande formação de cadeias, como o Rife e o Atlas, além de diversas formações desérticas de dunas.

Mapa do Marrocos

Mapa do Marrocos.

Demografia do Marrocos

O Marrocos é um país relativamente populoso, com cerca de 40 milhões de habitantes. Ainda, é um país povoado especialmente no litoral, com uma densidade demográfica média de 70 habitantes. As principais cidades em população do Marrocos são: Casablanca, Rabat, Tânger e Fez.

Os indicadores sociais do país são classificados como satisfatórios, o que faz com que a população marroquina desfrute de um padrão de vida considerado elevado quando comparado aos demais países africanos. Na demografia marroquina, destacam-se a elevada fecundidade e o aumento da longevidade. O fenômeno da emigração é constante no país, especialmente em direção ao território europeu.

Economia do Marrocos

O Marrocos é uma das principais economias do continente africano. A base econômica local é o setor primário, com destaque para a produção de bens agropecuários, como algodão, e recursos minerais diversos, como o fosfato. O país é um importante parceiro comercial na exportação de matérias-primas para o continente europeu. No Marrocos são produzidos ainda diferentes bens alimentícios, como frutas, grãos e carnes.

Já o setor secundário do país está concentrado no beneficiamento de bens naturais, especialmente em indústrias de alimentos, bebidas, construção civil, couro e adubos. A área industrial marroquina vem apresentando certa expansão nos últimos anos, puxada pelo processo de desenvolvimento do país.

Por sua vez, o setor terciário é caracterizado principalmente pelo comércio, como os grandes mercados tradicionais do país, além da realização de eventos e do turismo. O Marrocos é um dos mais importantes destinos turísticos da África em razão das suas cidades históricas e das suas paisagens desérticas.

Praça do mercado Jamaa el Fna, em Marraquexe, no Marrocos, no norte da África.
Os mercados são importantes para a economia e para a cultura do Marrocos.

Infraestrutura do Marrocos

A infraestrutura do Marrocos vem modernizando-se ao longo dos últimos anos, com destaque para investimentos públicos e privados, em áreas como transporte e energia. O país detém uma grande rede de rodovias bem como portos importantes que auxiliam na exportação da produção primária local.

Há ainda o destaque para a promoção de novas fontes de energia, como a solar, que vem transformando a matriz energética local. A infraestrutura marroquina também atende a população local por meio de uma extensa rede de serviços públicos na área de saúde e educação e também pela oferta de estruturas de comunicação e saneamento.

Governo do Marrocos

O Marrocos é uma monarquia, portanto, a principal figura representativa do país é o rei. Há ainda a atuação de uma Câmara de Representantes, cujos membros são escolhidos por meio do voto da população e auxiliam no governo do país, que possui um sistema político bastante fechado.

Mesmo assim o Marrocos é considerado um dos países islâmicos mais estáveis politicamente, além do que, conta com certa liberdade em termos de direitos individuais para a sua população.

Cultura do Marrocos

O Marrocos é um dos principais países representantes da cultura árabe e berbere no mundo. A influência da religião islâmica é muito forte no cotidiano da população, como nas vestimentas e nas orações diárias, e ainda está ligada às práticas artísticas locais, como a música e a dança.

Os mercados árabes, que vendem diversos produtos têxteis e especiarias, são típicos da cultural local. A dança do ventre, o consumo de chá e o apreço pelo futebol também são aspectos típicos do país.

No Marrocos também há diversos sítios arqueológicos e centros culturais, que contam a história do povo nômade local, que habitou o território do país ao longo dos séculos.

Veja também: Egito — o país africano que foi berço de uma das civilizações antigas mais desenvolvidas do planeta

Curiosidades do Marrocos

  • A Universidade Al Quaraouyine, situada na cidade de Fez, é considerada a mais antiga em funcionamento do mundo.

  • A mistura de chá verde com chá de hortelã é a bebida mais consumida pela população marroquina.

  • A Mesquita Hassan II, localizada na cidade de Casablanca, é a maior mesquita coberta do mundo.

  • As especiarias, como o açafrão e a pimenta, são amplamente utilizadas na produção da comida marroquina.

  • O ato de pechinchar faz parte da cultura marroquina, especialmente nos tradicionais mercados do país, que vendem diversos produtos. 

Publicado por Mateus Campos

Artigos Relacionados

A descolonização da África
Os dilemas e problemas vividos nesse novo período da história africana.
Deserto do Saara
As características do maior deserto quente do planeta.
Produção agropecuária na África Islâmica
As atividades agrícolas praticadas nessa porção africana.
Regionalização do território africano
Regionalização do território africano, Como ocorre a regionalização do território africano, O que é levado em conta para a regionalização do território africano.
África Setentrional: Uma extensão do Oriente Médio?
Será que a África Setentrional pode ser considerada uma extensão do Oriente Médio? Clique e entenda!
video icon
Escrito"O que é o vento? sobre imagem de uma paisagem com árvores e vento.
Geografia
Ventos: o que são e tipos
Assista à videoaula e entenda o que são os ventos. Saiba também quais são os fatores que geram os ventos, bem como conheça os principais tipos de ventos e por que esses fenômenos meteorológicos são importantes.