Whatsapp icon Whatsapp

Tunísia

Tunísia é um país localizado no Norte da África. Essa pequena nação do mundo árabe é reconhecida pelos seus sítios arqueológicos e belo litoral mediterrânico.
Bandeira da Tunísia.
Bandeira da Tunísia.

Tunísia é um país da África do Norte. Sua história está atrelada aos povos antigos, com destaque para os cartagineses, que dominaram parte do território tunisiano por anos. Durante a colonização africana, o país foi uma colônia francesa. A Tunísia apresenta uma geografia diversificada e marcada por um belíssimo litoral.

Os tunisianos são uma população que desfruta de boa qualidade de vida. A economia local é bastante diversificada, e a infraestrutura é considerada moderna. A Tunísia é um dos países mais abertos e democráticos do mundo árabe. Os tunisianos possuem uma cultura marcada pela influência da religião árabe e são conhecidos pela hospitalidade com os estrangeiros.

Leia mais: África — alvo do neocolonialismo, tem seus recursos naturais ainda explorados por nações desenvolvidas

Resumo sobre Tunísia

  • É uma nação localizada no norte da África e uma das mais desenvolvidas e industrializadas desse continente.

  • Nela, a cidade de Cartago foi um dos principais polos de poder do mundo antigo.

  • É uma antiga colônia francesa que se tornou independente no ano de 1956; a partir de então, houve a queda da monarquia e a instalação da república tunisiana.

  • Sua geografia é marcada pela presença de um litoral de clima mediterrânico e um interior de clima desértico.

  • Sua população é de cerca de 12 milhões de habitantes; sua maior cidade em população é Túnis.

  • Tem como uma de suas principais atividades econômicas o turismo, além de deter uma moderna infraestrutura de transportes e serviços turísticos.

  • O futebol é o esporte mais admirado pelos tunisianos; sua seleção de futebol masculina é uma das principais do continente africano.

Dados gerais sobre a Tunísia

  • Nome oficial: República Tunisina

  • Gentílico: tunisino ou tunisiano

  • Extensão territorial: 163.610 quilômetros quadrados

  • Localização: África do Norte

  • Capital: Túnis

  • Clima: mediterrânico e desértico

  • Governo: república semipresidencialista

  • Idioma: árabe

  • Religiões:

    • 99% (islamismo);
    • 1% (outras).
  • População: 11.820.000 habitantes

  • Densidade demográfica: 62 habitantes/quilômetro quadrado

  • Índice de Desenvolvimento Humano (IDH): 0,766 (elevado)

  • Moeda: Dinar tunisiano

  • Produto Interno Bruto (PIB): US$ 39,24 bilhões de dólares

  • PIB per capita: US$ 3319,82

  • Gini: 32,8%

  • Fuso horário: UTC +1

  • Relações exteriores:

    • Organização das Nações Unidas (ONU);
    • Organização Mundial do Comércio (OMC);
    • União Africana;
    • Liga Árabe.
  • Divisão administrativa: 24 províncias, sendo elas:

Ariana

Kasserine

Sfax

Béja

Kebili

Sidi Bouzid

Ben Arous

Kef

Siliana

Bizerte

Mádia

Sousse

Gabès

Manouba

Tataouine

Gafsa

Médenine

Tozeur

Jendouba

Monastir

Túnis

Cairuão

Nabeul

Zaguã

História da Tunísia

A Tunísia possui uma história milenar marcada pela presença dos fenícios, povo de origem libanesa que fundou no território tunisiano a cidade de Cartago, uma das principais do período antigo. Em seguida, o território tunisiano foi ocupado pelos romanos e, posteriormente, pelos árabes. A Tunísia foi, durante longos anos, dominada pelo Império Otomano, cenário cessado por meio da ocupação francesa na região, durante o período de colonização da África.

Vista das ruínas de Cartago, com o mar ao fundo, na Tunísia
As ruínas de Cartago são um importante ponto turístico da Tunísia.

A independência da Tunísia em relação à França ocorreu em 1956. Esse processo culminou na queda da monarquia local e na instalação de uma república. Nas últimas décadas, a Tunísia enfrentou grandes distúrbios políticos em razão de protestos populares marcados pela defesa da democracia conhecidos mundialmente como Primavera Árabe. A Tunísia foi um dos países onde se iniciaram os movimentos da Primeva Árabe, passando por importantes mudanças políticas desde então.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Geografia da Tunísia

A Tunísia é um pequeno país localizado no norte da África. Ela faz fronteira com a Argélia e a Líbia e é banhada pelo mar Mediterrâneo. Seu relevo é formado por regiões montanhosas ao norte, planaltos e planícies na zona central, além de grandes planícies desérticas ao sul. A porção sul do território tunisiano é cortada pelo deserto do Saara.

O clima e a vegetação da Tunísia apresentam uma clara dualidade: no norte do país, zona próxima ao litoral, predominam as formações vegetacionais e o clima mediterrânico; já na porção centro-sul, o clima e a vegetação são desérticos. O principal rio da Tunísia é o Medjerda.

Mapa da Tunísia

Mapa da Tunísia

Demografia da Tunísia

A população da Tunísia é composta por cerca de 12 milhões de habitantes. O país é formado etnicamente por árabes e beberes. A maior parte da população tunisiana é urbana e está concentrada no litoral. Em termos demográficos, a Tunísia apresenta uma taxa de natalidade constante e um índice de longevidade crescente.

Os tunisianos desfrutam de um padrão de vida elevado quando comparado aos demais países africanos. A Tunísia é uma das nações com o maior Índice de Desenvolvimento Humano da África. A maior cidade tunisiana é a capital do país, a cidade de Túnis, com cerca de 600 mil habitantes.

Economia da Tunísia

A Tunísia tem uma economia bastante diversificada, sendo uma das principais do continente africano. O setor primário é caracterizado pela produção de gêneros alimentícios como azeitonas, uvas, tâmaras e frutas cítricas. O país também é um importante ator regional na produção de petróleo, ferro e fosfato. Já o setor secundário é bastante abrangente e possui indústrias de alimentos e bebidas, ferro e aço, produtos químicos, entre outras. O setor terciário tem como destaque os serviços diversos e o turismo. A atividade turística é um dos pilares da economia tunisiana.

Leia mais: Petróleo — recurso natural cuja extração é muito importante para a geopolítica mundial

Infraestrutura da Tunísia

A Tunísia possui uma infraestrutura bem desenvolvida e bastante moderna. O setor de transportes do país é moderno e formado por diversos modais, como rodoviário, ferroviário e aeroviário. Em relação ao transporte aéreo, a Tunísia sedia aeroportos importantes, especialmente na conexão entre os continentes africano e europeu.

Os setores de energia e de saneamento básico também são muito desenvolvidos e oferecem boa cobertura de serviços para a população. Já no que toca aos serviços públicos de saúde e educação, eles possuem boa qualidade e espacialidade quando comparados aos dos demais países africanos.

Governo da Tunísia

A estrutura de governo da Tunísia é uma república semipresidencialista, cujo presidente é o chefe de Estado e o primeiro-ministro é o chefe de governo. Há ainda os poderes Legislativo e Judiciário, que auxiliam o Poder Executivo na administração do país. A Tunísia, apesar de ser uma nação integrante do mundo árabe, é considerada um país tolerante e democrático.

Os tunisianos participaram ativamente dos movimentos chamados Primavera Árabe, lutando pelo estabelecimento de práticas democráticas no governo do país assim como pela defesa de reformas econômicas e sociais. A Tunísia, após esses movimentos, tornou-se um país com maior abertura política por meio da consolidação de novos partidos políticos e pela maior participação das mulheres na política local.

Pessoas em manifestação política na Tunísia; no primeiro plano, um homem segurando a bandeira da Tunísia
A Tunísia é um dos países árabes com maior abertura política.[1]

Cultura da Tunísia

A cultura da Tunísia é fortemente influenciada pela religião, uma vez que a população é majoritariamente muçulmana, fator que reflete diretamente nas práticas cotidianas dos tunisianos. A música e a literatura árabe são predominantes entre eles. Já na culinária, destaca-se o uso de frutas temperadas e pães diversos.

A Tunísia também possui importantes centros históricos e ainda guarda parte das ruínas antigas da cidade de Cartago. Por sua vez, a Tunísia tem como esporte mais admirado o futebol, cuja seleção masculina nacional tem um grande destaque no contexto regional africano. O handebol, o vôlei e a natação também são esportes amplamente praticados no país.

Leia mais: Islamismo — surgido na península Arábica, é a segunda maior religião do mundo

Curiosidades da Tunísia

  • O oásis de Chebika é um importante ponto turístico da Tunísia onde foi gravado diversos filmes, como Star Wars, Nova esperança e O paciente inglês.

  • A Tunísia possui vários sítios arqueológicos que guardam relíquias do mundo antigo, como o da cidade de Cartago.

  • Os tapetes tunisianos, como o margoum, são um símbolo da produção de artesanatos diversos feitos pelos tunisianos.

  • A Tunísia é um dos principais polos de turismo da África. O país possui uma excelente infraestrutura hoteleira especialmente voltada para o seu litoral.

  • O idioma oficial da Tunísia é o árabe, porém o francês, em razão do domínio da França no período colonial da Tunísia, também é muito falado.

  • A Tunísia é o país mais setentrional da África e está localizada muito próximo de países europeus, como Itália e Malta.

Crédito editorial

[1] Hasan Mrad / Shutterstock.com

Publicado por Mateus Campos

Artigos Relacionados

Um processo histórico cercado de problemas ainda não resolvidos.
A descolonização da África
Os dilemas e problemas vividos nesse novo período da história africana.
A grande maioria dos conflitos na África é proveniente da descolonização.
Descolonização da África
Descolonização da África, O que é descolonização, Como ocorreu o processo de descolonização da África, Quando teve início o processo de descolonização da África, Quais fatores contribuíram para o processo de descolonização da África, As conseqüências do processo de descolonização da África.
Deserto do Saara
Deserto do Saara
As características do maior deserto quente do planeta.
A África Islâmica corresponde às partes destacadas.
Produção agropecuária na África Islâmica
As atividades agrícolas praticadas nessa porção africana.
Monumento islâmico localizado no norte da África.
Regionalização do território africano
Regionalização do território africano, Como ocorre a regionalização do território africano, O que é levado em conta para a regionalização do território africano.
Grande parte da população da África Setentrional conduz o desenvolvimento da sua sociedade de acordo com as leis islâmicas¹
África Setentrional: Uma extensão do Oriente Médio?
Será que a África Setentrional pode ser considerada uma extensão do Oriente Médio? Clique e entenda!
video icon
Português
Pré-Enem | Vocabulário da proposta de intervenção
O Pré-Enem é o intensivo preparatório do Brasil Escola para o Enem. Nele nós separamos os principais temas que devem ser estudados a menos de três meses do exame. Nesta transmissão você assistirá à aula sobre o vocabulário da proposta de intervenção como elemento para fazer boas conclusões com o professor Guga Valente!

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
Sigmund Freud
Filosofia
Sigmund Freud
Nessa videoaula você conhecerá mais sobre a vida e estudos do "pai" da psicanálise.
video icon
Thumb Brasil Escola
Literatura
Realismo fantástico
Trazemos uma análise sobre realismo fantástico. Assista já!
video icon
Thumb Brasil Escola
Química
Funções orgânicas
Tire um tempo para entender melhor o que são as amidas