Whatsapp icon Whatsapp

Chego ou chegado?

Qual é o correto, “chego” ou “chegado”? O verbo “chegar” é um verbo regular de 1ª conjugação. Segundo a gramática normativa, o particípio desse verbo é “chegado”, não aceitando a ocorrência de “chego” para indicar o particípio. No entanto, a palavra “chego” também existe na conjugação do verbo “chegar”.

Leia também: 5 dicas sobre dúvidas verbais

O correto é “chego” ou “chegado”?

Segundo a norma-padrão da língua portuguesa, as duas palavras existem, mas são usadas em contextos diferentes. Para a gramática normativa:

  • chego” é apenas a conjugação da 1ª pessoa do singular (eu) no presente do indicativo;
  • chegado”, por sua vez, é a conjugação no particípio.

Vale lembrar que, na linguagem informal, principalmente marcada pela oralidade, tem sido cada vez mais frequente o uso de “chego” para indicar, também, o particípio, porém, esse uso ainda não é aceito pela gramática normativa.

Embora o emprego de “chego” no particípio não seja aceito pela norma-padrão, ele é correto como flexão de 1ª pessoa no presente do indicativo.
Embora o emprego de “chego” no particípio não seja aceito pela norma-padrão, ele é correto como flexão de 1ª pessoa no presente do indicativo.

Exemplos de uso de “chegado”

Tratando-se da conjugação no particípio, “chegado” pode ser acompanhado dos verbos auxiliares “ter” ou “haver” e pode ser usado para diversas pessoas do discurso. Observe:

  • Eu havia chegado quando a confusão já tinha terminado.
  • Ela havia chegado ao Rio de Janeiro ontem pela manhã.
  • Nós tínhamos chegado de viagem há pouco tempo.
  • Vocês não tinham chegado ainda quando estive lá.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Exemplos de uso de “chego”

A conjugação “chego”, segundo a gramática normativa, é usada exclusivamente para a 1ª pessoa do singular (eu) no tempo presente do indicativo, ainda que assuma sentido de frequência ou de futuro próximo. Observe:

  • Eu chego cedo ao meu trabalho.
  • Eu chego à minha casa sempre às 18 horas.
  • Eu chego primeiro e espero você lá.

Leia também: Viagem ou viajem?

Verbos no particípio

O particípio é uma forma nominal do verbo. O verbo no particípio é comumente associado a um adjetivo pelo fato de expressar a ação do verbo enquanto resultado ou ato finalizado.

O particípio pode ser regular ou irregular. Quando é regular, a conjugação é formada pelo radical e pela desinência, que pode ser uma terminação em -ado ou em -ido.

Veja alguns verbos no particípio:

Verbo

Particípio

chegar

chegado

falar

falado

usar

usado

ler

lido

saber

sabido

ter

tido

agir

agido

cair

caído

sumir

sumido

Exercícios resolvidos

Questão 1 – Leia os enunciados:

(i) Eu chego lá hoje.

(ii) Eu tinha chego ontem.

(iii) Eu teria chegado amanhã.

Os enunciados que seguem a norma-padrão da língua portuguesa são:

A) (i) e (ii)

B) (ii) e (iii)

C) (i) e (iii)

D) (i), (ii) e (iii)

E) Apenas (i)

Resolução

Alternativa C. No enunciado (i), o verbo “chegar” está no presente do indicativo, tendo sua forma “chego” de acordo com a norma-padrão. No enunciado (iii), o verbo “chegar” está no particípio, tendo sua forma “chegado” também de acordo com a norma-padrão. No enunciado (ii), o verbo “chegar” também estaria no particípio, no entanto, a norma-padrão aceita apenas a forma “chegado” nesses casos.

Questão 2 – Complete as lacunas com o verbo “chegar” no particípio ou no presente do indicativo de acordo com a norma-padrão da língua portuguesa.

A) Eu havia _______ antes de você.

B) Eu _______ muito cansado de lá.

C) Eu terei _______ antes que o sol se ponha.

D) Eu _______ sempre atrasado às reuniões.

Resolução

A) “chegado”, pois o verbo está no particípio.

B) “chego”, pois o verbo está no presente do indicativo.

C) “chegado”, pois o verbo está no particípio.

D) “chego”, pois o verbo está no presente do indicativo.

Publicado por Guilherme Viana

Artigos Relacionados

Entre as dúvidas verbais que mais atrapalham os falantes estão: interviu ou interveio? Perca ou perda? Assistir ou assistir a?
Cinco dicas sobre dúvidas verbais
Dicas da língua portuguesa: Clique e conheça cinco dicas sobre dúvidas verbais.
Deferir ou diferir?
Saiba mais sobre os significados de diferir, deferir, deferido, indeferido!
Faz ou fazem?
Saiba qual é a diferença entre “faz” e “fazem”. Entenda quando utilizar corretamente o termo “faz” e, também, quando usar corretamente a palavra “fazem”.
Ficaram ou ficarão?
Descubra qual é o contexto adequado para usar o termo “ficaram” e o termo “ficarão”. Entenda a diferença entre esses usos e pratique mais com exercícios.
A forma correta é ser operado, não operar
Operar ou ser operado?
Qual destas formas você considera ser correta: operar ou ser operado? Clique, confira e a utilize de forma correta.
Marcas linguísticas caracterizam os verbos partilhar e compartilhar
Partilhar e Compartilhar
Os verbos partilhar e partilhar apresentam marcas linguísticas que se diferem entre si. Deseja conhecê-las? Então é só clicar e conferir!
Trata-se de ou tratam-se de representam um dos muitos questionamentos linguísticos
Trata-se de ou tratam-se de?
Qual das duas formas é considerada correta: trata-se de ou tratam-se de? Dúvidas? Retire-as e ainda amplie sua competência linguística, clicando e conferindo!
Trazido ou trago?
Qual é a maneira correta de se empregar o verbo “trazer”?

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
videoaula brasil escola
Química
Cinética química
Se ainda tem dúvidas quanto a velocidade das reações, essa videoaula é para você!
video icon
videoaula brasil escola
Português
Redação
Entenda como realizar argumento por causa e consequência com a nossa aula.
video icon
videoaula brasil escola
História
Crise de 1929
A quebra da bolsa de valores de Nova Iorque afetou não só os EUA, como o mundo. Entenda!