Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. História do Brasil
  3. Brasil Império
  4. Primeiro Reinado
  5. As guerras de independência do Brasil

As guerras de independência do Brasil

Antes da oficialização de nossa independência, observamos que o governo de Portugal tomou ações que procuravam enfraquecer a autoridade do então príncipe regente D. Pedro I em terras brasileiras. Entre outras medidas, as Cortes de Portugal decidiram enviar Juntas de Governo que controlariam diretamente algumas das províncias brasileiras. Dessa forma, D. Pedro I teria seu mando restringido ao ter parte do território brasileiro livre de sua autoridade.

Assim que a proclamação da independência foi realizada, em 7 de setembro de 1822, os governos provinciais indicados pela Coroa Portuguesa se rebelaram contra o recém-empossado D. Pedro I. Em um país de dimensões continentais, esse tipo de rebelião poderia ameaçar seriamente a manutenção da unidade territorial brasileira. Entre as províncias que se rebelaram, destacamos a Cisplatina (atual Uruguai), Bahia, Piauí, Pará e Maranhão.

Sem condições de enfrentar os levantes de modo autônomo, o governo brasileiro contratou os serviços militares de oficiais estrangeiros tais como o lorde inglês Thomas Cochrane e o marechal francês Pierre Labatut. Entre os meses de julho e agosto de 1823, esses oficiais lutaram contra os levantes que tomaram as regiões norte e nordeste do território brasileiro. Alguns meses mais tarde, os revoltosos da região Cisplatina foram igualmente vencidos.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Do ponto de vista político, observamos que o processo de independência brasileiro não se desenvolveu por um amplo consenso da população. A natureza elitista da nossa emancipação política ainda foi ponto de partida para que diversas outras crises acontecessem no Primeiro Reinado. Além disso, vemos que a consolidação da independência custou a realização de gastos que já colocavam nossa combalida economia em situação ainda mais delicada.

Por Rainer Sousa
Mestre em História
 

A consolidação da nossa independência foi marcada por conflitos em diferentes províncias.
A consolidação da nossa independência foi marcada por conflitos em diferentes províncias.
Publicado por: Rainer Gonçalves Sousa
Assuntos relacionados
A cidade de Recife foi palco da Revolução Pernambucana de março a maio de 1817*
Revolução Pernambucana de 1817
Conheça mais sobre a Revolução Pernambucana, movimento de caráter separatista e republicano que aconteceu em Pernambuco no ano de 1817.
Pernambuco protagonizou o levante separatista contra o governo de Dom Pedro I.
Confederação do Equador
Confederação do Equador, Primeiro Reinado, Nordeste, Dom Pedro I, Manuel de Carvalho Paes de Andrade, Frei Caneca, Cipriano Barata, Emiliano Munducuru, Revolução Haitiana, Francisco Lima e Silva, lorde Cochrane, tropas imperiais, abolição da escravidão, fim da Confederação do Equador.
Impotente frente a seus opositores, Dom Pedro I abdicou o trono brasileiro em 1831.
Fim do Primeiro Império
Fim do Primeiro Reinado, Queda de Dom Pedro I, Abdicação de Dom Pedro I, Libero Badaró, Noite das Garrafadas, Campo de Santana, Ministério dos Marqueses, História do Brasil.
Pedro de Alcântara ou Dom Pedro foi o grande nome do processo de independência do Brasil *
7 de setembro – Independência do Brasil
Veja nosso texto sobre o 7 de setembro e saiba mais sobre o processo de independência do Brasil. Entenda qual era o contexto e como foram os acontecimentos que levaram os brasileiros a declararem sua independência. Saiba ainda como a Revolução do Porto de 1820 contribuiu com a ruptura entre Brasil e Portugal.
D. Pedro I foi um dos principais responsáveis pela Independência do Brasil
Cinco curiosidades sobre D. Pedro I
Leia este texto e saiba de cinco curiosidades sobre D. Pedro I, o primeiro imperador do Brasil e o grande vitorioso da Guerra Civil Portuguesa, em 1834.
Maria Leopoldina
Cliquei aqui para conhecer a vida de Maria Leopoldina, a primeira imperatriz do Brasil. Veja a contribuição dela para a realização da independência brasileira.
Vinda da família real para o Brasil
Acesse para saber mais sobre a vinda da família real para o Brasil. Entenda o contexto e as motivações que levaram o regente português a tomar essa decisão.
Maria Quitéria: mulher, brasileira, soldado e guerreira
Maria Quitéria
A primeira mulher a assentar praça em uma unidade militar brasileira.