Whatsapp icon Whatsapp

Rebeliões Separatistas

Escravos e populares tiveram participação no desenvolvimento da Conjuração Baiana.
Escravos e populares tiveram participação no desenvolvimento da Conjuração Baiana.
Ao observarmos o processo de independência do Brasil, notamos que os desejos pela emancipação apareceram anteriormente ao momento em que o príncipe regente, Dom Pedro I, realizou a proclamação de 1822. Ao longo do século XVIII, em um contexto em que a mineração tinha grande visibilidade econômica, os colonos se mostravam insatisfeitos com as exigências, cobranças e imposições estabelecidas pela Coroa Portuguesa.

Se por um lado contabilizamos a mudança política do governo português, também devemos destacar que essa insatisfação veio acompanhada por uma base de sustentação ideológica. Nesse sentido, surge a necessidade de salientarmos como o Iluminismo, a Revolução Francesa e a Independência dos Estados Unidos tiveram grande peso para que uma parte dos colonos projetasse o fim do pacto colonial. Já nessa época, alguns filhos de nossas elites se formavam em universidades europeias onde essas transformações eram propagadas.

Ao identificarmos as rebeliões separatistas, observamos que esse conjunto de fatores atuou em favor de levantes favoráveis à quebra do pacto colonial. Contudo, vale aqui frisar que esses movimentos não podem ser erroneamente julgados como eventos que lutaram pela formação de uma nação autônoma. No século XVIII, a emancipação de nosso extenso território ou o reconhecimento de uma pátria brasileira não se evidenciou na pauta dos revoltosos dessa época.

Por meio dessa afirmativa, realizamos a construção de uma outra perspectiva com relação ao significado da Inconfidência Mineira. Ocorrida em 1789, essa conspiração antimetropolitana não fez menção a nenhum desejo de libertação do nosso território. Focado no desenvolvimento de uma pátria mineira, a elite envolvida com esse movimento estabeleceu um projeto de emancipação que preservava o trabalho escravo em terras coloniais.

Tocada por essa mesma separação entre as elites e as camadas menos favorecidas, a Conjuração Baiana, de 1798, foi impulsionada por uma elite ilustrada que se afastou do movimento ao perceber que o mesmo passava a ser controlado por populares. Mesmo não tendo um projeto amplo de emancipação, essa revolta teve grande importância ao tocar diretamente na questão da escravidão – um dilema que ainda perduraria por um bom tempo em nossa história.

Por fim, em 1817, observamos uma última revolta que se desenvolveu na capitania de Pernambuco, já conhecida pelo desenvolvimento de diversas situações de enfrentamento. Na chamada Revolução Pernambucana, temos o discurso iluminista e o socialismo utópico, fundamentando a fala de uma população desgastada com os altos impostos a serem pagos e as oscilações econômicas que marcavam o lugar. Mais uma vez, a reprimenda das cortes impediu o fortalecimento dessa situação de conflito.
Publicado por Rainer Gonçalves Sousa

Artigos de Rebeliões Separatistas

A cidade de Salvador, na Bahia, foi palco do movimento que ficou conhecido como Conjuração Baiana de 1798*
A Conjuração Baiana de 1798
Conheça os principais acontecimentos que marcaram a Conjuração Baiana de 1798, movimento do período colonial com forte adesão popular.
Vila Rica, atual Ouro Preto, foi o palco de uma das mais importantes revoltas do período colonial do Brasil.
Inconfidência Mineira
Clique e acesse este texto a respeito de uma das mais importantes revoltas da história da colonização do Brasil: a Inconfidência Mineira.
A Conjuração Baiana e a Inconfidência Mineira foram marcadas por visíveis diferenças políticas.
Inconfidência Mineira x Conjuração Baiana
Veja as diferenças entre os mais importantes levantes emancipacionistas do período colonial.
Imagem de um selo cubano que apresenta a imagem mitificada de Tiradentes, com cabelos e barba longos*
Por que Tiradentes se tornou mártir?
Entenda por que Tiradentes se tornou mártir durante a história do Brasil e saiba detalhes sobre o processo de mitificação desse inconfidente. Envolvido diretamente com a Inconfidência Mineira, Joaquim José da Silva Xavier foi o bode expiatório da Coroa ao ser o único que teve sua pena de morte executada.
A cidade de Recife foi palco da Revolução Pernambucana de março a maio de 1817*
Revolução Pernambucana de 1817
Conheça mais sobre a Revolução Pernambucana, movimento de caráter separatista e republicano que aconteceu em Pernambuco no ano de 1817.
video icon
Biologia
Botânica no Enem: Evolução e classificação das plantas
Em provas como o Enem e em várias outras, a abordagem evolutiva sempre se justifica com a presença de características encontradas nos grupos e sempre é baseada em uma classificação filogenética. Sendo assim, vamos conhecer uma filogenia básica do grupo das plantas e suas principais características evolutivas, e como isso já apareceu em avaliações como o Enem.

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
Videoaula Brasil Escola
Inglês
Genitive Case
É hora de aperfeiçoar sua gramática na Língua Inglesa. Assista!
video icon
Videoaula Brasil Escola
Sociologia
Democracia racial
Você sabe o que significa democracia racial? Clique e nós te ensinamos!
video icon
Tigres Asiáticos
Geografia
Tigres Asiáticos
Assista à nossa videoaula sobre os Tigres Asiáticos, e conheça as razões do desenvolvimento rápido desses territórios.