Whatsapp icon Whatsapp

Congresso de Viena

Congresso de Viena, reunião em prol da restauração das monarquias européias.
Congresso de Viena, reunião em prol da restauração das monarquias européias.
A queda de Napoleão foi um alvo buscado por todas as monarquias européias que viam com horror a disseminação dos ideais revolucionários franceses. Depois de desgastantes conflitos, o poderosíssimo exército napoleônico ruiu frente à mobilização das monarquias absolutistas da Europa. O controle hegemônico de Napoleão sobre grande parte da Europa Ocidental exigiu que as antigas monarquias reformulassem o mapa europeu.

Entre setembro de 1814 e junho de 1815, as autoridades monárquicas européias reuniram-se no chamado Congresso de Viena. Encabeçado pelas principais potências monárquicas do período (Inglaterra, Prússia, Rússia e Áustria), essa reunião deveria reorganizar e devolver os territórios e a supremacia política daqueles que sofreram com o projeto expansionista napoleônico.

Inicialmente, sugeriu-se que as grandes potências vencedoras desmembrassem a França sob o seu domínio. No entanto, conclamando o princípio de legitimidade, o ministro francês Talleyrand propôs que as coroas e territórios europeus afetados por Napoleão Bonaparte resgatassem a configuração preexistente aos desdobramentos internacionais da Revolução Francesa. Apesar do argumento de Talleyrand garantir a autonomia política da França, observamos que algumas modificações aconteceram na Europa.

O Império Austríaco foi beneficiado com o domínio sob os territórios nos Bálcãs e no Norte da Itália. A Rússia impôs sua hegemonia na Finlândia, na Polônia e na Bessarábia. Os britânicos garantiram pontos estratégicos de acesso à Índia e às Antilhas, e no Mediterrâneo. A Holanda incorporou o território belga com o fim de evitar a ação francesa no porto da Antuérpia. A Prússia expandiu seu território em mais de cinqüenta por cento. O Antigo Sacro Império Germânico foi trocado pela Confederação Germânica, que contava com diversos reinados chefiados pela Áustria.

Outro importante desdobramento do Congresso de Viena foi a criação da Santa Aliança. Proposta pelo czar russo Alexandre I, a Santa Aliança foi um acordo militar que formaria um exército monarquista. Composto por Rússia, Prússia, França e Áustria esse acordo firmou plena cooperação bélica e militar, caso alguma das nações integrantes tivessem sua hegemonia política ameaçada.

Na prática, a Santa Aliança não conseguiu cumprir suas funções originais. A disseminação das idéias iluministas e a experiência revolucionária francesa já haviam tomado toda a Europa. No continente americano, as colônias européias iniciaram seu processo de independência. Na Europa, liberais e socialistas empreenderam lutas que esfacelaram as monarquias européias ao longo do século XIX.

Por Rainer Sousa
Mestre em História
Publicado por Rainer Gonçalves Sousa

Artigos Relacionados

Revolução de 1848: o estabelecimento de uma nova oposição política na Europa.
A Revolução de 1848
O novo levante revolucionário que marcou a oposição entre burguesia e proletariado.
Otto Von Bismarck: peça fundamental para que a unificação dos estados alemães acontecesse.
A Unificação Alemã
O processo histórico que deu origem ao Segundo Reich.
Para Aristóteles, a felicidade é o Sumo Bem
Aristóteles: felicidade como fim das ações humanas
Analisemos juntos a “Ética a Nicômaco”, de Aristóteles, para entender por que ele defende que a felicidade é a finalidade da ação humana.
Batalha de Waterloo
Clique no link a aprenda sobre a Batalha de Waterloo. Entenda o contexto dessa batalha e os fatores que levaram à derrota de Napoleão.
Cartaz comemorativo da Comuna de Paris, ocorrida em 1871
Comuna de Paris, 1871
Vigente entre março e maio de 1871, a Comuna de Paris foi considerada a primeira experiência de governo popular da história contemporânea.
Coroação de Napoleão Bonaparte
Acesse o texto para saber mais detalhes sobre a coroação de Napoleão Bonaparte em 1804. Entenda o contexto e veja a coroação representada em imagens.
A integração comercial da África com o capitalismo intensificou-se, sobretudo, a partir do século XVIII.
Integração comercial da África no mercado capitalista
Saiba mais sobre a forma em que se deu a integração comercial da África no mercado capitalista.
Martin Luther King Jr.
Acesse e conheça mais sobre a trajetória de vida de Martin Luther King. Acompanhe o desenvolvimento da luta antirracista nos Estados Unidos, nas décadas de 1950 e 1960.
A segregação e o isolamento das pessoas são as principais consequências do Muro de Israel
Muro de Israel
Saiba mais sobre o muro de Israel, que foi construído entre a Cisjordânia e Jerusalém e que visou segregar os palestinos do Estado de Israel.
A Revolução Francesa teve como grande marco a Queda da Bastilha, que aconteceu no dia 14 de julho de 1789.
Revolução Francesa
Clique e acesse este texto para ter informações sobre a Revolução Francesa, um dos maiores e mais relevantes acontecimentos da história da humanidade.
O campo de concentração de Auschwitz é um dos maiores símbolos do horror nazista, um exemplo claro do que é o totalitarismo.
Totalitarismo
Clique neste link e entenda o conceito de totalitarismo, onde e quando ele ocorreu e quais suas principais características.
video icon
Enem
Pré-Enem | NOX e oxirredução
O Pré-Enem é o intensivo preparatório do Brasil Escola para o Enem. Nele nós separamos os principais temas que devem ser estudados a menos de três meses do exame. Nesta transmissão você assistirá à aula sobre NOX e oxirredução com o professor Xoven!

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
videoaula brasil escola
Química
Cinética química
Se ainda tem dúvidas quanto a velocidade das reações, essa videoaula é para você!
video icon
videoaula brasil escola
Português
Redação
Entenda como realizar argumento por causa e consequência com a nossa aula.
video icon
videoaula brasil escola
História
Crise de 1929
A quebra da bolsa de valores de Nova Iorque afetou não só os EUA, como o mundo. Entenda!