Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Matemática
  3. Progressão
  4. Progressão aritmética

Progressão aritmética

Entendemos como progressão aritmética (P.A.) uma sequência numérica que se comporta de forma linear. Após o primeiro termo, somamos um valor fixo denotado algebricamente por r. Para encontrar os próximos termos da sequência, sempre somamos r ao termo anterior, esse valor r é conhecido como razão de uma progressão aritmética.

A P.A. pode ser crescente, decrescente ou constante quando a razão for positiva, negativa ou nula, respectivamente. Além da classificação quanto ao comportamento, uma progressão pode ser classificada como finita ou infinita.

O estudo das progressões levou ao desenvolvimento de propriedades nessas sequências, há fórmulas específicas para o cálculo de um termo qualquer, conhecido como termo geral de uma P.A., e também para o cálculo da soma de todos os termos de uma progressão aritmética.

Leia também: Moda, média, mediana – medidas de posição numérica

O que é uma progressão aritmética?

É muito comum trabalharmos com sequências numéricas, ainda que consigamos prever os próximos termos, nem sempre a sequência pode ser classificada como uma progressão aritmética. Para isso, é necessário que exista uma razão e que, com base no primeiro termo, os termos posteriores sejam construídos a partir do termo anterior mais a razão.

Exemplo:

(2, 5, 8, 11, 14, 17, 20, 23...)

Essa é uma sequência que pode ser classificada como progressão aritmética, pois a razão r = 3 e o primeiro termo é 2.

(1, 2, -2, 3, -3, 4, -4...)

Essa sequência não é uma progressão aritmética, por mais que ela tenha uma regularidade e a gente consiga prever os próximos termos, não há uma soma de uma razão que gere o próximo termo.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

  • Notação

Usamos como notação dos termos de uma sequência a letra an, em que n é o índice do elemento que indica a posição dele na sequência, por exemplo: a4 é o quarto termo de uma progressão. Assim, uma progressão de n termos é descrita por:

(a1, a2, a3, a4, a5,.. an-1, an)

Lembrando-nos da construção, se essa P.A. tiver razão r, temos que:

a2 = a1 + r

a3 = a2 + r

a4 = a3 + r

E assim sucessivamente.

A progressão aritmética é uma sequência numérica que possui uma razão.
A progressão aritmética é uma sequência numérica que possui uma razão.

Classificação de uma progressão aritmética

Além da classificação quanto ao comportamento, uma progressão pode ser finita, quando ela possui uma quantidade limitada de termos, ou infinita, quando ela possui quantidade infinita de termos. Uma progressão pode ser classificada como crescente, decrescente ou constante, e essa classificação depende diretamente do valor da razão r.

Para classificar a P.A., precisamos compreender o cálculo da razão. Dada a sequência, para encontrarmos a razão, basta fazer a subtração de um termo pelo seu antecessor. Quaisquer dois termos consecutivos da P.A. geram a razão, ou seja, a diferença de dois números consecutivos será sempre igual a r.

Crescente

(-9, -3, 3, 9, 15, 21)

r = 21-15 = 6

Essa é uma P.A. crescente de razão r = 6. Sempre que a razão for positiva, a P.A. será crescente. Note que o segundo termo é maior que o primeiro, o terceiro é maior que o segundo, e assim sucessivamente.

­ Constante

(1, 1, 1, 1, 1, 1, 1, 1, 1, 1, 1)

r = 1 – 1 = 0

Essa é uma P.A. constante de razão r = 0. Note que os termos são sempre iguais.

Decrescente

(10, 8, 6, 4, 2, 0, -2)

r = 8 – 10 = -2

Essa é uma P.A. decrescente, de razão r = - 2. Sempre que a razão for negativa, a progressão será decrescente.

Veja também: Juros simples – taxa calculada com base em um valor fixo

Termos de uma P.A.

Para encontrar os termos de uma progressão aritmética, utilizamos a fórmula:

an = a1+ (n – 1)

n: número do termo

r: razão

Demonstração

Para deduzir a fórmula, precisamos lembrar que os termos a partir do segundo são dados por:

a2 = a1 + r

a3 = a2 + r = a1 + r + r = a1 + 2r

a3 = a1 + 2r

a4 = a3 + r = a1 + 2r + r = a1 + 3r

a4 = a1 + 3r

Utilizando a mesma ideia, temos que:

an = a1 + (n – 1) r

Exemplo 1

Encontre o 16º termo de uma P.A. que possui razão 3 e cujo primeiro termo é igual a 4.

Resolução:

an = a1 + (n – 1) r

Queremos o 16º termo, então n = 16. Além disso, sabemos que r = 3 e a1 = 4.

a16 = 4 + (16 – 1) 3

a16 = 4 + (15) 3

a16 = 4 + 45

a16 = 49

Exemplo 2

Qual é o primeiro termo de uma P.A. em que o termo do seu 12º termo é igual a 5 e a razão é -4.

Resolução

Dados r = -4 e a12 = 5

an = a1 + (n – 1) r

a12 = a1 + (12 – 1) (-4)

Mas sabemos que a12 = 5

5 = a1 + (12 – 1) (-4)

5 = a1 + 11 (-4)

5 = a1 -44

5 + 44 = a1

49 = a1

a1 = 49

Acesse também: Proporção – comparação entre duas grandezas

Termo geral de uma P.A.

Conhecidos o primeiro termo e a razão de uma progressão, a fórmula para encontrar termos quaisquer de uma sequência pode ser simplificada, gerando o que conhecemos como termo geral de uma P.A., que é uma fórmula que depende só de n para encontrar os termos da progressão.

Exemplo

Encontre o termo geral de uma P.A. que possui r = 2 e a1 = 3.

Resolução

an = a1 + (n – 1) r

an = 3 + (n – 1) 2

an = 3 + 2n – 2

an = 1 + 2n

Esse é o termo geral de uma P.A., que serve para encontrar qualquer termo dessa progressão.

Soma dos termos de uma P.A.

Outra fórmula importante é a soma dos n termos consecutivos da sequência. Com ela é possível calcular a soma dos n termos de uma P.A. conhecendo apenas o primeiro e o n-ésimo. Representada por Sn, é dada por:

Exemplo

Encontre a soma de todos os números pares de 2 até 100.

Resolução

Sabemos que a1 = 100, além disso, sabemos que a=100.

De 1 até 100, existem 100 números, sendo que metade deles são pares. Então, de 1 até 50, existem 50 termos, logo, n = 50.

Propriedades de uma P.A.

1ª propriedade

Dada uma progressão aritmética qualquer, e um termo ak, a média aritmética entre o seu sucessor e o seu antecessor é igual ao próprio termo ak..

­Exemplo

(-1, 1, 3, 5, 7, 9,11)

Seja ak = 5, seu sucessor é 7 e seu antecessor é 3.

Essa propriedade é válida para qualquer termo da P.A.

De forma geral, seja ak um termo qualquer das sequências, a média dos termos que então se encontram na posição k – n e k + n é sempre igual ao termo ak.

Exemplo:

(-1, 1, 3, 5, 7, 9, 11)

Os números que estão na mesma distância de 5 sempre preservam a propriedade 01, como mostramos com o 3 e 7. Ela é válida também para os outros valores:

Ela vale também para os números -1 e 11:

2ª propriedade

A soma dos extremos é igual à soma dos termos equidistantes dos extremos.

Muito parecida com a primeira propriedade, nesta olhamos a progressão aritmética formando pares entre o primeiro e o último termo, entre o segundo e o penúltimo termo, e assim sucessivamente. A soma desses pares é sempre a mesma.

Exemplo 1

Quantidade par de termos:

(3, 8, 13, 18, 23, 28)

Exemplo 2

Quantidade ímpar de termos

(1, 3, 5, 7, 9, 11, 13)

Quando a progressão possuir quantidade ímpar de elementos, ela possuirá um termo central. Note que a soma dele com ele mesmo também é igual à soma dos extremos da P.A.

Exercícios resolvidos

Questão 1 - Qual é o 31º termo de uma progressão que possui razão 3 e cujo quarto termo é 21?

a) 100

b) 102

c) 12

d) 62

e) 52

Resolução

Alternativa b.

Sabemos que, para encontrarmos o termo da P.A., precisamos do primeiro termo e da sua razão.

1º Encontrar o termo a1, para isso vamos usar a informação que temos sobre o termo a4.

2º Agora que conhecemos a1 e r, vamos encontrar o termo a31.

Questão 2 - Calcule a soma de todos os números múltiplos de 3, de 0 até 150.

Resolução

Sabemos que se trata de uma progressão de razão 3, em que o primeiro termo é 0 e o último é 300. De 1 até 300, a cada três números, 1 é múltiplo de 3, logo, há 50 múltiplos de 3; incluindo-se o 0, há 51 números múltiplos de 3.

Publicado por: Raul Rodrigues de Oliveira
Artigo relacionado
Teste agora seus conhecimentos com os exercícios deste texto
Assista às nossas videoaulas
Lista de Exercícios

Questão 1

Em relação à progressão aritmética (10, 17, 24, …), determine:

a) o termo geral dessa PA;

b) o seu 15° termo;

c) a soma a10 + a 20.

Questão 2

Determine:

a) a soma dos 10 primeiros termos da PA (2, 5, …);

b) a soma dos 15 primeiros termos da PA (– 1, – 7, …);

c) a soma dos 20 primeiros termos da PA (0,5; 0,75, …).

Mais Questões
Assuntos relacionados
Soma dos termos de uma P.G finita
Definição de Progressão Geométrica, Identificando uma P.G, Classificação de P.Q, Termo Geral de uma P.G, Cálculo dos elementos de uma P.G, Soma dos n primeiros termos de uma P.G.
Praticando Progressões
Exemplos resolvidos sobre progressões.
Interpolando Termos em uma P.A.
Introduzindo meios em uma P.A.
Organizando termos de modo que o posterior sempre seja a soma do anterior com uma constante
Soma dos termos de uma PA
Aprenda a calcular a soma dos termos de uma PA por meio de uma fórmula, o modo como ela foi idealizada e as implicações desse fato na sua criação.
É possível encontrar um termo qualquer de uma PA usando uma fórmula simples
Fórmula do termo geral de uma PA
Aprenda a calcular o termo geral de uma PA usando uma fórmula que exige apenas seu primeiro termo e a razão.
O número de balões na figura pode ser compreendido como uma sequência numérica
Produto dos termos de uma PG finita
Você sabe como calcular o produto dos termos de uma (PG) finita? Conheça a fórmula usada nesse tipo de operação com progressões geométricas e aprenda também uma maneira fácil de demonstrar esse cálculo, que pode ainda ser usado para chegar à fórmula geral do produto dos termos. Clique e saiba mais sobre esse tema!
Algumas propriedades dos números podem ser usadas como passatempo ou diversão
Curiosidades sobre os números
Conheça algumas curiosidades sobre os números e veja como as propriedades matemáticas podem ser fascinantes. Algumas dessas particularidades podem não ter grande utilidade nos cálculos mais comuns dessa disciplina, mas são passatempos divertidos para aqueles que gostam de desafios. Clique e descubra!
Progressão aritmética com razão 5% e primeiro elemento também 5%
Três erros mais cometidos em progressões no Enem
Clique e veja os três erros mais cometidos em progressões no Enem. Saiba formas de evitar esses erros e aumente suas chances de tirar boas notas no exame. Veja as fórmulas mais usadas no cálculo de progressões geométricas e aritméticas e obtenha um exemplo de exercício onde as PAs estão escondidas em sequências comuns.
A soma dos termos de uma PG infinita é dada por meio da fórmula, na qual dividimos o primeiro termo por 1 – q.
Soma dos termos de uma PG infinita
Clique e aprenda a calcular a soma dos termos de uma progressão geométrica (PG) infinita. Veja, por meio de exercícios resolvidos e comentados, como esse conteúdo pode ser cobrado em vestibulares e no Enem. Aprenda também a usar a fórmula do termo geral da PG para encontrar informações não explícitas em exercícios.
Progressão geométrica
Reconheça uma progressão geométrica, aprenda as suas propriedades e classificação, entenda como encontrar o termo geral e como calcular a soma dos termos de uma PG.
Trabalhando ao mesmo tempo P.A e P.G.
Definição de Progressão Aritmética, Identificação de P.A, Construção de P.A, Estudo e cálculos do termo geral de uma P.A, Notações Especiais, Chave e Descrição: Definição de Progressão Geométrica, Identificando um P.G
Notação especial da progressão aritmética
: Definição de Progressão Aritmética, Identificação de P.A, Construção de P.A, Estudo e cálculos do termo geral de uma P.A, Notações Especiais, identificação da razão de uma P.A.
Representação genérica de uma P.A
Uma forma de facilitar a resolução de problemas envolvendo progressão aritmética
Ao subirmos uma escada, temos a ideia da progressão de uma sequência, visto que um degrau é dado após o outro
Progressão
Acesse para saber tudo a respeito da Progressão Geométrica e da Aritmética!
Sequência Numérica
Conheça aqui a definição de sequência numérica e observe exemplos.