Whatsapp icon Whatsapp

Teoria dos conjuntos

A teoria dos conjuntos é a base para o estudo da álgebra. Por meio dela, estudamos as propriedades, as características e as operações envolvendo os conjuntos.
Diagrama de Venn
Podemos representar os conjuntos utilizando o diagrama de Venn

A teoria dos conjuntos é estudada na álgebra, que é uma área da Matemática. Um conjunto é um agrupamento de elementos que possuem uma determinada característica em comum, como o conjunto de vogais, conjunto de números, conjunto de pessoas, entre outros.

Existem algumas relações importantes na teoria dos conjuntos, como pertinência, inclusão, entre outras, e podemos realizar operações entre eles, como união, intersecção e diferença. Vale dizer ainda que um conjunto pode ser representado por meio do chamado diagrama de Venn, fundamental para o estudo das operações entre os conjuntos.

Leia também: Conjuntos e seus elementos — relações e representações

Resumo sobre a teoria dos conjuntos

  • A teoria dos conjuntos é a área da Matemática que estuda as características e propriedades dos conjuntos.

  • Um conjunto é formado por elementos que possuem uma mesma característica.

  • Quando o elemento está em um conjunto, dizemos que ele pertence ao conjunto. Caso contrário, dizemos que ele não pertence ao conjunto.

  • Quando todos os elementos do conjunto A são também elementos do conjunto B, dizemos que o conjunto A está contido no conjunto B.

  • Conhecemos como subconjunto de A um conjunto que está contido no conjunto A.

  • Existem alguns casos particulares de conjunto:

    • Conjunto vazio: não possui elementos.

    • Conjunto unitário: possui um único elemento.

    • Conjunto universo: contém todos os outros conjuntos.

    • Conjunto complementar: o complementar de um conjunto A é composto por todos os elementos do universo que não pertencem ao conjunto A.

  • Podemos realizar operações entre conjuntos. São elas a união, a intersecção e a diferença.

Notação e representação dos conjuntos

A representação de um conjunto é feita utilizando uma letra maiúscula do nosso alfabeto, e os elementos do conjunto estão sempre entre chaves e separados por vírgula.  Por exemplo, o conjunto A formado pelas vogais do alfabeto é o conjunto A = {a, e, i, o, u}. O conjunto M é o conjunto dos números múltiplos de 5: M = {0, 5, 10, 15, 20, 25...}

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Diagrama de Venn

O diagrama de Venn é uma outra forma de representar os conjuntos. Ele é muito utilizado para resolver problemas envolvendo operações entre conjuntos, pois facilita a visualização dos elementos.

Veja a seguir a representação dos conjuntos A = {1, 2, 3, 4} e B = {5, 6, 7, 8} no diagrama de Venn.

Representação do conjunto A e do conjunto B no diagrama de Venn.

Relação de pertinência

Um conjunto é composto por elementos. Quando o elemento está no conjunto, dizemos que esse elemento pertence ao conjunto. O símbolo para representar isso é \(\in\) (lê-se: pertence). Quando um elemento não está no conjunto, dizemos que esse elemento não pertence ao conjunto. A não pertinência é representada por \(\notin\).

Exemplos:

  • a \(\in\) ao conjunto das vogais {a, e, i, o, u}.

  • 2 \(\in\) ao conjunto dos números pares.

  • a \(\notin\) ao conjunto das consoantes {b, c, d, f, g, h, j, k, l, m, n, p, q, r, s, t, v, w, x, y, z}.

  • 2 \(\notin\) ao conjunto dos números ímpares.

Relação de continência

Quando fazemos a comparação de dois conjuntos, notamos uma relação importante chamada de continência. Dizemos que um conjunto A está contido no conjunto B quando todos os elementos do conjunto A são também elementos do conjunto B. Podemos dizer também que o conjunto B contém o conjunto A. Para expressar essa relação, utilizamos os símbolos a seguir:

⊃ — contém
⊂ — está contido
⊅ — não contém
⊄ — não está contido

Exemplo:

Dados os conjuntos A = {0, 5, 10} e B = {0, 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10}, podemos dizer que:

B ⊃ A (B contém A) ou também que A ⊂ B (A está contido em B).

Subconjuntos

Chamamos de subconjunto de um conjunto B o conjunto A que está contido no conjunto B. Em um determinado conjunto, podemos ter vários subconjuntos.

Exemplo: 

B = {1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10}

Alguns subconjuntos de B são:

A = {1, 2, 3, 4, 5}

C = {2, 4, 6, 8, 10}

D = {10}

Leia também: Subconjuntos e relação de inclusão

Casos particulares de conjuntos

  • Conjunto vazio

Um conjunto é conhecido como vazio quando ele não possui nenhum elemento. Ele pode ser representado por { } ou pelo símbolo \(\emptyset\)  — ambos possuem o mesmo significado. O conjunto vazio está contido em todo e qualquer conjunto.

  • Conjunto unitário

Conhecemos como conjunto unitário aquele que possui somente um único elemento pertencente a ele — por exemplo, os conjuntos A = {0}, B ={1} e C = {2}.

  • Conjunto universo

O conjunto universo é definido como o conjunto formado por todos os elementos que devem ser considerados para uma determinada situação. Todo elemento pertence ao conjunto universo e todo conjunto está contido nele.

Operações entre os conjuntos

Existem três importantes operações entre os conjuntos: a união, a intersecção e a diferença entre conjuntos. Veja a seguir cada uma delas.

  • União de conjuntos

Conhecemos como união de dois (ou mais) conjuntos o conjunto formado por todos os elementos de ambos. Para representar a união de dois conjuntos, utilizamos a notação A \(\cup\)  B (lê-se: A união com B).

Exemplo:  

Seja A = {2, 4, 6, 8, 10} e B = {1, 2, 3, 4, 5, 6}, a união entre ambos será: A \(\cup\)  B = {1, 2, 3, 4, 5, 7, 8, 10}

Veja a seguir a representação da união no diagrama de Venn:

Representação da união de dois conjuntos no diagrama de Venn
A união de dois conjuntos é formada por todos os elementos de ambos.
  • Intersecção de conjuntos

A intersecção de dois (ou mais) conjuntos é formada pelos elementos que pertencem a ambos ao mesmo tempo. A intersecção é representada por A \(\cap\) B (lê-se: A intersecção com B).

Exemplo:

Seja A = {2, 4, 6, 8, 10} e B = {1, 2, 3, 4, 5, 6}, temos que: A \(\cap\) B = {2, 4, 6}.

Veja a seguir a representação da intersecção de dois conjuntos no diagrama:

Representação da intersecção de dois conjuntos no diagrama de Venn
Representação da intersecção de dois conjuntos no diagrama de Venn
  • Diferença entre conjuntos

A diferença entre os conjuntos A e B é representada por A – B. Calcular essa diferença é encontrar os elementos que pertencem exclusivamente ao conjunto A, ou seja, pertencem ao A e não pertencem ao B.

Exemplo:

Seja A = {2, 4, 6, 8, 10} e B = {1, 2, 3, 4, 5, 6}, a diferença entre os conjuntos A e B é igual a:

A – B = {8, 10}

    • Conjunto complementar

O conjunto complementar é um caso especial de diferença entre dois conjuntos. Dado um universo U, o conjunto complementar de A é denotado por Ac é igual a U – A, ou seja, o conjunto de elementos que estão no universo, mas não pertencem ao conjunto A.

Exemplo:

Seja U = {1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10}, e dado o conjunto A = {2, 4, 6, 8, 10}, o conjunto complementar de A, ou seja, AC é igual a U – A = {1, 3, 5, 7, 9}.

Confira na nossa videoaula: Operações entre conjuntos

Exercícios resolvidos sobre teoria dos conjuntos

Questão 1

(Unesc 2022) Analisando o diagrama lógico dado abaixo, podemos afirmar que o conjunto que representa o elemento X, que faz parte da operação lógica (A ^ B), é o:

Diagrama lógico com conjuntos A e B

A) A ∈  B

B)  A ⊂ B

C) A  B

D) A ⊃ B

E) A  B

Resolução:

Alternativa E

Essa região é a intersecção dos dois conjuntos, e a intersecção é representada por A B (A intersecção com B).

Questão 2

(Fafipa 2014) Considere os conjuntos A = {3, 6, 11, 13, 21} e B = {2, 3, 4, 6, 9, 11, 13, 19, 21, 23, 26}. Sobre os conjuntos A e B, podemos afirmar que:

A) A ⊂ B

B) 9 ∉ B

C) 17 ∈  A

D) A ⊃ B

Resolução:

Alternativa A

Analisando os conjuntos, é possível perceber que todos os elementos do conjunto A pertencem ao conjunto B. Quando isso acontece, dizemos que o conjunto A está contido no conjunto B, então temos que A ⊂ B.

Publicado por Raul Rodrigues de Oliveira

Artigos Relacionados

Conjunto e seus elementos
Conjunto, Relação entre conjunto, Conjunto e elemento, Elemento, Elemento de um conjunto, Igualdade de conjunto, Relação de inclusão, Relação de pertinência, Contém, Pertence.
Diagramas de Venn
Aprenda o que é o diagrama de Venn. Saiba como representar conjuntos e realizar operações utilizando esse instrumento.
Noções importantes
Noções importantes, Conjuntos, Representação de conjuntos, Conjuntos, Diagrama, Conjunto de números pares, Designação de seus elementos, Propriedades dos elementos, Elementos.
Números
Entenda o que são números e veja uma breve história sobre sua criação. Conheça também cada um dos conjuntos numéricos existentes.
O que são conjuntos numéricos?
Descubra o que são conjuntos numéricos e saiba quais são os elementos dos conjuntos dos naturais, inteiros, racionais, irracionais, reais e complexos.
Operações com conjuntos
Clique aqui, conheça cada uma das operações entre conjuntos, e aprenda a realizar o cálculo de cada uma delas.
Subconjuntos e relação de inclusão
Aprenda o que é um subconjunto e relação de inclusão entre conjuntos e entenda o modo correto de usar os símbolos dessa teoria.
Tipos de conjunto
Confira aqui as características dos diferentes tipos de conjunto: conjunto finito, conjunto infinito, conjunto unitário, conjunto vazio e conjunto universo.
video icon
Professor ao lado do escrito "Qual a diferença entre discurso e texto?".
Português
Qual a diferença entre discurso e texto?
Todo texto é um discurso. Mas e o contrário? Todo discurso é um texto? Nesta aula vamos acabar de vez com essa confusão e deixar bem claro quem é quem no universo textual.